Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sábado, 26 de fevereiro de 2011

OLHOS DESVENDADOS. VIDA MUDADA!

Prezada irmã Jane Esther, fui criada na Igreja Presbiteriana em Aracaju, SE. Participava das atividades da igreja e ajudava no que fosse necessário, mas nunca fui uma pessoa comprometida com Jesus Cristo.

Quando conheci meu esposo, um jovem temente a Deus, eu estava com 19 anos. Logo depois nos casamos. Eu vivia para os estudos e trabalho. Fiz engenharia agronômica durante 6 anos. Depois, mestrado durante 2 anos e, por fim, fiz o doutorado.  Temos uma filha de 15 anos e um filho de 12 anos. 

Até o dia do incidente narrado mais abaixo, eu dava aulas e gostava de estar na universidade o tempo. Quando chegava em casa passava a maior parte no computador, preparando meus trabalhos e atividades docentes.  Meu esposo, fiel companheiro, sempre me alertava a respeito do meu descaso com meus filhos e com a Igreja. Estava colocando a minha carreira em primeiro lugar. Meus filhos foram sendo criados dentro de um padrão de classe média alta. Tinham tudo que queriam. Por não ter tempo, tudo o que eles pediam eu dava.

Um dia, minha filha chegou de um encontro jovem da Igreja. Eu percebi que ela estava muito abatida, pálida. Cheguei perto dela e perguntei se ela estava sentindo alguma coisa. Ela disse que era para eu não me preocupar, que estava bem. Disse que eu nunca me preocupei com ela e que, agora, não deveria ser diferente.

Sabe, irmã Jane Esther, eu não parava para conversar com meus filhos. Esta tarefa, quase sempre, era de meu esposo ou da empregada. Meu relacionamento com eles era importante. Mas o trabalho era prioritário e consumia muito meu tempo. Naquele dia, foi diferente. Meu coração apertou. 

Na hora do jantar, minha filha não desceu. Fui ao seu quarto e ela estava desmaiada. Imediatamente, meu esposo e eu fomos para o hospital. Lá foram feitos alguns exames e foi diagnosticado um coágulo em seu cérebro, devido a algum trauma que ela havia sofrido. Minha rotina mudou. Numa fração se segundo, a vida de minha filha estava por um fio. Ela  entrou em coma.  Os médicos estavam fazendo de tudo para salva-la, fazendo o que podia para não deixar nenhuma sequela. Minha vida mudou completamente!

Em minha igreja tinha um grupo de oração de “Mães em Contato” que fora implantado pelas irmãs da igreja Metodista.  Muitas vezes fui convida a participar, mas não queria assumir responsabilidade. Olha irmã Jane, procurei a Líder do Grupo, que já sabia o que estava acontecendo com minha filha e começamos uma batalha de oração pela vida dela.  Durante o tempo que ficou hospitalizada,  busquei o Autor da Minha Fé - Jesus Cristo – Aquele, com Quem eu não estava comprometida. Ele me sustentou, me deu paz e, depois de algumas semanas, minha filha foi operada.  Hoje Ela está bem e não teve nenhuma sequela.

Participo do Ministério de Mães em Contato há 2 anos. Hoje eu posso dizer que eu “Creio no Poder da Oração!”

Hoje, não abro mão de Jesus Cristo, da minha família e da minha igreja. Elas são as minhas prioridades. Tudo mais vem depois.

Maria Eduarda Gomes Albuquerque
Aracaju, SE

(Este testemunho foi publicado com autorização expressa da mãe em Contato. Os nomes são omitidos para preservar o sigilo dos filhos.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário