Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL

 “Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador,
 que é Cristo o Senhor”. (Lucas 2:11)

A Bíblia não relata qual o dia e o mês do nascimento do Messias. Ela diz apenas que o menino Jesus nasceu na cidade de Belém, envolto numa manjedoura. Isso para cumprir as profecias dita pelos oráculos do antigo testamento (Mq 5:2 e Is 7:14). Como tradição, nós cristãos comemoramos o nascimento de Jesus, o Cristo de Deus, no dia 25 de dezembro, apesar de termos evidências bíblicas de que esta não seja a data correta, pois em Lucas 2:8 diz que os pastores estavam no campo e guardavam durante a vigília da noite o seu rebanho.

O fato é que se os pastores estavam à noite no campo cuidando das ovelhas, podemos concluir que Jesus não nascera em dezembro, pois nesse mês faz muito frio na região da Judéia, devido ao inverno que é muito rigoroso . Por isso, os pastores no mês de dezembro ficam com as ovelhas no aprisco e não no campo. Provavelmente, Jesus nasceu na primavera ou no verão. Todavia, o que verdadeiramente importa para nós, não é sabermos a data exata do nascimento do Messias, mas sim, o verdadeiro significado desse nascimento para toda a humanidade.

Para a maioria das pessoas, o Natal se resume a uma data festiva em que elas se reúnem para comer, beber e trocar presentes. Trocam inclusive o aniversariante, em vez de Jesus, a figura central passa a ser o Papai Noel. Sequer, convidam o aniversariante para participar da reunião familiar. Até as crianças são induzidas a fazerem pedidos, que mais parecem orações, ao "bom" velhinho. Pedem paz, esperança e felicidade. Coisas que somente Jesus pode nos dá.

Para nós cristãos, Natal tem a ver com o nascimento do filho de Deus, a saber, Jesus, o Cristo. É o início da salvação da humanidade, que havia se perdido, por causa de Adão, lá no Éden, quando pecou contra Deus. É através de Cristo que Deus nos reconcilia com Ele e nos mostra todo o seu amor. A Bíblia diz que Deus amou o mundo (pessoas) de tal maneira que deu seu único filho, para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha vida eterna (Jo 3:16). Portanto, o Natal só faz sentido para quem crer que Jesus é o Messias.

Alguns irmãos cristãos não comemoram o Natal, seja pelo fato de que não há uma ordenança na Bíblia, seja pelo fato de que as comemorações natalinas se originaram de uma festa pagã que comemorava o nascimento do deus sol (saturnália). Não quero entrar nos detalhes históricos ou culturas que giram em torno da comemoração natalina, mas quero convidar os irmãos a refletirem de um outro ponto de vista a respeito do Natal.

Ora, apesar de não sabermos o dia exato do nascimento biológico de Jesus, e de sabermos que a origem das comemorações natalinas se deu nas festas pagãs. Penso eu, que podemos aproveitar esse momento propício, em que as famílias se reúnem, e que as pessoas estão com os corações mais abertos, devido ao espírito natalino, para falarmos do verdadeiro sentido do Natal, a saber, o nascimento de Cristo.

A Bíblia Sagrada diz que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus (Rm 8:28). Portanto, se tudo contribui para o bem, o que nós devemos fazer é enxergar de que modo cada acontecimento pode contribuir para o Reino de Deus. O próprio Jesus deu a seguinte resposta aos seus discípulos quando lhe perguntaram se deveriam proibir um homem de expulsar demônios em nome dele, pois não era seu seguidor: "Quem não é contra nós, será por nós" ( Mc 9:40). Portanto meus irmãos, essas duas passagens nos ensinam que, devemos aproveitar todas as oportunidades para levarmos as boas novas às pessoas.


Alguns cristãos preferem passar o Natal nas igrejas congregados com outros irmãos na fé, pois acham que o desejo de Jesus é que elas estejam reunidas dentro da igreja, pois só assim, não se misturariam com o restante das pessoas que não creem em Jesus. Todavia, o desejo do Mestre é justamente o contrário, ele nos manda sair da igreja e ir ao mundo pregar o seu evangelho a toda criatura ( Mc 16:15). Já pensou se Jesus em vez de sair para pregar as boas novas, ficasse dentro do templo reunido com seus discípulos, o que seria de mim e de você? O que seria do mundo?

Ao contrário do que muitos pensam, Cristo fazia questão de sentar à mesa com os pecadores. Certo dia, ele estava jantado na casa de Levi (Mateus) arrodeado de pecadores e publicanos, e os fariseus perguntaram aos discípulos: por que ele come e bebe com publicanos e pecadores? A resposta de Jesus foi: “eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores ao arrependimento, pois são eles que precisam de médicos, e não os sãos” ( Mc 2: 15-17). Em outra passagem bíblica, vemos Jesus entrando na cidade de Jericó e, quando ele ia passando avistou um publicano chamado Zaqueu, que estava em cima de uma figueira brava esperando para ver quem era Jesus, mas Jesus o viu primeiro e disse: “Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa”. No final da história, Jesus pronunciou as seguintes palavras: "Porque o filho do homem veio buscar e salvar o que havia se perdido" (lc 19: 9-10).

Jesus usava sua santidade e sua luz para mostrar aos pecadores que o caminho que eles estavam trilhando era um caminho de trevas e de morte, e que ele, Jesus, tinha um caminho de vida e de luz para eles. É isso que Jesus quer que nós façamos, que nós sejamos a luz desse mundo e que mostremos às pessoas que existe um novo e vivo caminho, a saber, Jesus de Nazaré.

Portanto irmãos, o Natal é uma oportunidade que temos de levar a palavra de Deus àqueles que não sabem o verdadeiro sentido desta data tão importante para nós. Além do que, Deus pode preparar esse momento para ter um encontro de salvação com alguém da nossa família. Não deixe passar essa oportunidade de falar do amor de Deus para as pessoas. De dizer que Ele deu o seu filho unigênito para que todos nós tivéssemos vida e, vida com abundância (Jo 10:10).

O verdadeiro Natal acontece quando abrimos a porta do nosso coração e deixamos Jesus entrar e fazer morada, pois Ele disse: "Eis que estou à porta e, bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Ap 3:20). Por isso, Natal é tempo de Jesus nascer dentro das pessoas, e isso não implica em sabermos o dia exato do nascimento de Jesus.

Pergunte ao cego Bartimeu onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu em Jericó. Quando eu clamei por Ele. E ele veio até mim, abraçou-me e disse filho tua fé te salvou (Lc 10:46-52).

Pergunte à mulher do fluxo de sangue onde e quando Jesus nasceu. E ela responderá: Jesus nasceu no caminho da casa de Jairo. Quando eu cheguei por detrás dele e toquei na orla de seu manto. E ele veio até mim e disse, vá em paz filha, a tua fé te salvou ( Lc 8:43-48).

Pergunte à mulher de Samaria onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu junto à fonte de Jacó, quando eu fui pegar água e Ele me ofereceu a água da vida, naquele momento soube que era o filho de Deus ( Jo 4:1-28).

Pergunte a Paulo de Tarso onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu na estrada de Damasco, quando fui envolvido por uma intensa luz que me deixou cego e me perguntou: Saulo, Saulo, por que me persegues? Naquele momento soube que era o filho de Deus ( At 9:1-9).
Por fim, pergunte à Maria, mãe de Jesus, onde e quando ele nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu em Belém, sob as estrelas, cercado de anjos e pastores que gritavam: "Glória a Deus nas alturas e paz na Terra aos homens a quem Deus quer bem” (Lc 2:7-14).

Portanto, Jesus pode nascer a qualquer momento na vida daquelas pessoas que não o conhecem ainda. E, para você, quando Jesus nasceu? Pense um pouco! Caso descubra que Jesus ainda não nasceu dentro de você. Abra o seu coração e o aceite como seu Salvador, pois ele nasce todos os dias no coração de quem o aceita.

Portanto, o verdadeiro Natal é Jesus, o Cristo de Deus!

Por fim, convido você a responder as perguntas abaixo. Talvez você se surpreenda com as respostas.

a) Quem é que veste um manto vermelho?
b) Quem é que tem barba e cabelos brancos como a lã?
c) Quem é que vem do norte?
d) Quem é que vem como um ladrão de noite?
e) Quem é que é onipresente?
f) Quem é que se assenta num trono?
g) Quem é que convida as crianças a irem até ele?
h) Quem é o príncipe que traz a paz?

Conseguiu responder? Se você respondeu Papai Noel em algum dos itens ou para todos, errou. A resposta correta para todos os itens é: JESUS, o Cristo de Deus.

Alguma dúvida? Segue o gabarito com as passagens bíblicas para os irmãos conferirem: a) Ap 19:13; b) Ap 1:14; c) Ez 1:4-5; d) Mt 24:43-44; e) Sl 139: 7-10; f) Ap 5:6; g) Mc 10:14; h) Is 9:6.

Será que alguém respondeu Papai Noel? Espero que não!

Já que vocês estão bem crescidinhos quero dizer um segredo: o personagem Papai Noel, apesar de parecer inofensivo, traz consigo disfarçada e sorrateiramente, na figura do "bom" velhinho, uma tentativa de nos desviar do verdadeiro sentido do Natal, a saber o nascimento do filho de Deus. Tanto é assim, que nos meios de comunicação não ouvimos sequer pronunciarem o nome de Jesus, pois todo o mérito é dado a Papai Noel. Todavia, agora você já sabe o verdadeiro sentido do Natal. Fale para seus familiares e filhos sobre essa Boa Nova.

Feliz Natal para você e para a sua família. Que a luz de Cristo nos ilumine.

(Sérgio Nicácio Lira)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?
contato@maesunidasemoracao.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário