Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

domingo, 20 de dezembro de 2015

TEMPOS MODERNOS, CRENTES ETERNOS

Tem sido cada vez mais comum o uso da Bíblia em dispositivos eletrônicos (celulares e tablets). Não se pode dizer que é errado usar tais dispositivos, porém eles podem ser uma tentação.

Eu, particularmente, ainda não me rendi ao uso da Bíblia em aplicativo. Sim, ainda carrego minha Bíblia impressa por aí. Quer saber meu motivo? – Pura falta de interesse em baixar o tal aplicativo e a incerteza se teria espaço suficiente em meu celular. Não posso negar que acho prático ter a Bíblia em um dispositivo eletrônico e ser capaz de usá-la em qualquer situação, mas tenho ressalvas.

A Bíblia impressa não é nada mais do que um livro físico, com folhas, letras e capa. Ela não vibra, não toca e não assobia. Já um celular tem centenas de funções – nele você tem a opção de fazer e receber ligações, checar emails, Whatsapp, Facebook, Instagram, receber torpedos, ouvir música, tirar fotos, fazer uso de tantas outras funções e, por fim, ler a Bíblia.

Repito, não é errado ler a Bíblia em dispositivos eletrônicos, muitas vezes é tudo o que se tem em determinado momento. Mas, pense na seguinte situação: você está no culto, lendo a passagem bíblica em seu celular e de repente chega uma mensagem. Nestes aparelhos novos, o nome do remetente e parte da mensagem já aparecem automaticamente na tela. Daí, “sem querer” você já lê um pedaço da mensagem enviada, mas qual será o resto da mensagem? O que você faz? Ai, que curiosidade!

Basta um segundo para tirar nosso foco do que é mais importante. Basta uma pequena vibração, um toquinho e nossa atenção se volta para o nosso celular. E a pregação? – Nem lembramos mais que estamos dentro da igreja. E a Bíblia? – Ah é! Tem uma no celular também!
Salmo 86:11: “Ensina-me SENHOR, o teu caminho, e andarei na tua verdade; dispõe-me o coração para só temer o teu nome.”

Uma dica prática seria colocar o celular em “modo avião” ou simplesmente, desligá-lo enquanto se está no culto. E fazer como o salmista: pedir a Deus disposição de coração para temer ao Senhor somente. E que Ele nos ensine e nos ajude a usar destes bons artifícios modernos de forma que não desviem nossa atenção em momentos importantes, como o culto.

Sem espaço de armazenamento

Tenho percebido que a internet e os aparelhos eletrônicos são os ladrões que mais têm roubado tempo de nossas vidas. Muitas vezes nos sentimos super atarefadas e parece que os minutos somem diante dos nossos olhos. No fim do dia, ainda temos uma lista imensa de coisas a fazer.

Mas agora, pense no seu dia: Quantas vezes por dia você faz uso da internet? Para que você usa a internet? Quantas vezes checa seu Facebook? Quantos Twitters são mandados por dia? Você consegue ouvir o barulhinho da mensagem que chegou e não checar imediatamente? Você se sentiria satisfeita se passasse o dia todo sem fazer login em suas contas? Ou você se sentiria desconectada e vazia?

As respostas a estas perguntas vão nos ajudar a saber o quão imediatistas nós somos. Elas nos ajudam a saber quão rápido nós servimos a estes dispositivos ao invés deles nos servirem. E isto é muito sério!

Um dia desses, eu estava ouvindo o rádio no carro e passou uma propaganda de uma nova operadora de celular. O grande diferencial do serviço oferecido é uma espécie de seguro que vem junto quando você contrata essa operadora:
• Eles mandam um especialista até sua casa para configurar seu celular;
• Emprestam um aparelho enquanto o seu está no conserto e,
• (Esta é a melhor parte!) Eles buscam seu celular esquecido em casa!!!

Com certeza esta nova operadora vai abocanhar uma fatia do mercado que está descontente com sua operadora atual e que achou muito interessante esta história de nunca ficar sem o celular.
Este serviço oferecido pode nos parecer muito útil, mas analisando mais profundamente, a conclusão é que nós passamos a ser escravos de ferramentas que foram criadas para facilitar nossa vida e serem usadas por nós. Dedicamos tempo, dinheiro e sacrificamos nossos relacionamentos com Deus e com o próximo a fim de cultuar a tecnologia em nossas mãos. Isso é pura idolatria!
Lucas 10:27 “ Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento.”

Pense agora nas respostas que você deu acima em relação à internet e tente fazer um paralelo com este versículo. Quantas vezes por dia você busca a Deus em oração? Quantas vezes no seu dia, as coisas que você vê ao seu redor, te levam a louvar ao Senhor?

Se gastamos boa parte do nosso tempo usando a internet para satisfazer as nossas curiosidades, então deixamos de investir tempo com Deus, tempo em oração e leitura da Palavra. Quebramos o primeiro mandamento e colocamos outros deuses diante de Deus.

Nosso país tem sido agraciado com a tradução de livros muito bons. E temos tido muitos autores brasileiros publicando literatura cristã de boa qualidade também. Mas o tempo de leitura de boa literatura, com mais de 144 caracteres, tem sido mais escasso. Haja vista quando entramos no metrô ou no ônibus, o que vemos são pessoas com suas cabeças baixas checando alguma coisa em seu celular. Ou basta o avião colocar as rodas na pista para as pessoas sacarem seu telefones de seus bolsos e começarem a checar, impacientes para saber se alguém mandou alguma mensagem, ou desejosas de ligar para alguém contando que já aterrissou.

Nosso coração não pode encontrar deleite nas coisas deste mundo, que são passageiras, que traça e ferrugem corroem, sem deixar espaço para nutrir e florescer a Palavra do Senhor. Não podemos deixar com que a internet dite quais imagens e vídeos o nosso coração deve adorar. Este lugar é de Deus e dele somente.

Na real
Tiago 4:8: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração.” Aqui Tiago não está falando para ímpios que negavam a Cristo, mas para crentes no Senhor Jesus que passavam por tentações e muitas vezes deixavam seus corações serem levados para outro lado, longe do Salvador. Eram homens e mulheres inconstantes em seus caminhos.

E assim somos nós muitas vezes, amamos a Deus, mas temos uma mente dividida, inconstante. Deus nos dotou com inteligência e capacidade de criação, por isso, O honramos quando criamos coisas que exaltam Seus atributos. Não podemos deixar que estas coisas criadas por nós tornem-se nossos ídolos e objetos do nosso orgulho. Temos que usar da inteligência que Deus nos deu e o coração guiado pelo seu Santo Espírito para que estas coisas não nos dominem. Pois, o problema não é usar a internet, mas o quanto nosso coração está empenhado em se satisfazer nela; quanto tempo gastamos navegando sem limites, pode ser o problema.

É sabido que o uso devido deste instrumento pode ser de grande valia para a vida da igreja. Vejamos 1 Tessalonicenses 5:8: “Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente…” Medite neste verso e pense no apoio que as igrejas podem dar aos seus missionários, fazendo conferências via Skype e orando junto com eles. Isso em tempos passados não era possível. Precisávamos esperar por cartas com fotos para saber como era o campo missionário e se aquela família precisava de algo em especial.

Outro grande auxílio é o número de recursos para aulas, escolas dominicais e EBFs. Somos servidos e podemos servir compartilhando materiais bíblicos utilizados em nossas igrejas, para que outros irmãos também sejam abençoados com o ensino da Palavra.

A internet não pode ser substituída pela pregação da Palavra e comunhão com irmãos em igrejas locais, mas pode ser o alento de um visitante estrangeiro que busca exortação e conforto na Palavra de Deus ouvindo sermões de sua terra natal. Pode nos edificar com sermões e estudos de crentes firmes na fé, mas que nunca terão oportunidade de vir pregar em nossa igreja local.

A internet pode ser canal de benção para proclamação do Evangelho. Afinal de contas, se muitos usam dela para espalhar mensagens de morte e mentira, nós que conhecemos a Verdade, temos uma mensagem muito mais sublime e majestosa para propagar, a mensagem da vida eterna e plena com Cristo.

Nós que somos crentes eternos não podemos sucumbir aos ídolos modernos. O politeísmo era um problema constante do povo de Deus. Mas não estamos livres disto. Hoje esses ídolos tem uma nova cara, com cores e formatos diferentes, mas ainda continuam encantando os corações do povo eleito.

No entanto, se nossos olhos estiverem fixos naquele que já correu esta corrida e venceu por nós, então nosso foco estará no que é mais importante. E por mais que sintamos que a batalha é dura e nossas forças se esvaiam, podemos todos os dias pedir renovação, fazer um novo download e ter nosso fardo aliviado.

Hebreus 12:2-3: “olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus. Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma.”

E na eternidade nossa conexão com Ele será perfeita, sem desvio de atenção, sem obstáculos do nosso coração e sem infidelidade. Porque o próprio Jesus nos sustentará em sua graça para que nossa vida com Ele seja de perfeito louvor.

(Natalie Campos)
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?
contato@maesunidasemoracao.org



Nenhum comentário:

Postar um comentário