Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sábado, 31 de dezembro de 2016

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE JANEIRO DE 2017

Prezada Mãe Unida em Oração,

Segue o Calendário Nacional de Oração do próximo mês que se inicia.


No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF.

O Calendário não substitui o encontro semanal dos PGOs - Pequenos Grupos de Oração de Mães Unidas em Oração.

Se alguma mãe, que pertença ao Ministério, não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org 

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html
Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

EU TENHO UMA MÃE QUE ORA


Amo esta poesia de Elizabeth George...

Em primeiro lugar, porque eu tenho, verdadeiramente, uma mãe que ora por mim. MInha mãe, Diaconisa Dulce Monteiro de Souza. Também minhas mães espirituais: Sara Couto e Esther Revash, além das milhares de mães que me adotaram como filha espiritual, tanto no Brasil, quanto no exterior e que eu não conheço

Em segundo lugar porque quero me espelhar neste sublime exemplo de ser uma mãe (biológica, adotante ou espiritual) que ora pelos filhos e escolas de uma maneira extraordinária, comprometida com Deus. Tendo intimidade com Ele.

Quem diz que orar é fácil é porque nunca enfrentou batalhas na oração!


Muitas são as batalhas, mas quero citar apenas duas:

A primeira batalha é colocar-se totalmente à disposição de uma conversa franca e sincera com o nosso Criador. 
Isto não é fácil... Temos que ter compromisso com a oração...

Imagine uma dona de casa. Ela tem várias funções ao mesmo tempo: mãe-dona-de-casa-esposa-mulher-profissional-etc...

Existem vários motivos que levam uma mãe-dona-de-casa-esposa-mulher-profissional passar o dia inteiro sem tempo para terminar seus afazeres, muito menos para orar. Sempre tem um motivo, uma justificativa....

A segunda batalha é travada na mente, pois temos que nos esvaziar de todo conceito prévio, decisão prévia e tudo aquilo que nos induza a pedir algo que não esteja nos propósitos de Deus.

Não oramos por provas bem sucedidas, casamento perfeito, profissão de sucesso, dinheiro, etc. Isso será consequência! Oramos para que Deus estabeleça conosco e com nossos filhos uma aliança eterna de amor e fidelidade, isto é, que eles tenham uma experiência pessoal e marcante com o próprio Deus que os faça totalmente dependentes e submissos ao querer d'Ele.

Mães Unidas em oração é assim... Quando o Espírito Santo toca no coração da mãe e, ela assume o compromisso de orar... Sim... Compromisso... Senão o dia passa e... 

Você não parou e separou de 3 a 7 minutos para orar....

Inspire-se você também e seja uma mãe que ora por seus filhos e escolas.

(Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa - Coordenadora Nacional de Mães Unidas em Oração)

EU TENHO UMA MÃE QUE ORA

Alguns têm tido reis em sua linhagem,
Aos quais era dada honra.
Não tenho ancestrais dos quais
EU TENHO UMA MÃE QUE ORA.

Eu tenho uma mãe que ora por mim,
E suplica, diariamente, a Deus por mim.
Ah! Que diferença isso faz por mim.
EU TENHO UMA MÃE QUE ORA

Alguns têm sucesso mundano
E confiam na fortuna que fizeram.
Este é o meu recurso mais seguro:
EU TENHO UMA MÃE QUE ORA.

As orações de minha mãe não podem me salvar.
Só podem me ajudar.
Mas mamãe me apresentou a Alguém.
Alguém que nunca poderia falhar.

Oh! Sim...
Eu tenho uma mãe que ORA por mim.
E suplica a Deus, diariamente, por mim.
Oh! Que diferença isso faz para mim!
EU TENHO UMA MÃE QUE ORA !

(Extraído do livro "Uma mulher segundo o coração de Deus")


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org 

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html
Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

ANO NOVO, NOVAS PERGUNTAS

Quando chega o fim do ano, algumas pessoas se auto-avaliam, procurando verificar aspectos positivos e negativos em sua vida.

Prefiro começar o ano com perguntas. Perguntas que motivem minha caminhada, que desafiem a melhorar o que já fiz, a realizar o que não fiz e a consertar os erros que cometi.

O apóstolo Paulo usa o corpo como metáfora para vida cristã em comunidade. Paulo afirma que o corpo é feito de muitas partes. E cada uma delas tem uma função específica, mas não isolada. Elas interferem no todo.
“Pois o corpo não é feito de uma só parte, mas de muitas.” (1 Coríntios 12.14)

A partir desta afirmativa paulina, que perguntas então você pode fazer ao seu “corpo”, neste início de ano? Algumas sugestões:

Cabeça: Alguma coisa mudou a sua maneira de pensar no decorrer do último ano? Como você vai incorporar essa mudança em sua vida em 2017? Paulo nos diz na Carta aos Efésios o seguinte: “É preciso que o coração e a mente de vocês sejam completamente renovados” (Efésios 4:23)

Ombros: Qual fardo você vem carregando em seus ombros neste último ano? O que fazer pra deixar seu fardo mais leve? Lembre-se do que Jesus afirma: “Venham a mim todos os que estão cansados de carregar as suas cargas pesadas” (Mateus 11:28)

Mãos: Como você serviu no decorrer deste ano? Como servirei melhor em 2017? Certa vez Jesus disse aos seus discípulos: “...quem quiser ser importante, que sirva os outros” (Marcos 10:43)

Coração: Que situações encheram teu coração de tristeza? Como então renovar a esperança e apagar as mágoas em 2017? Lembre-se: “Onde está o teu tesouro aí está o teu coração” (Mateus 6:21)

Joelhos: Em que situações você ficou prostrada no decorrer deste ano? Como posso me levantar e enfrentar estes problemas? O Salmo 37 garante que “se cairmos não ficaremos caídos, porque o Senhor nos ajudará a levantar” (Salmo 37:21)

Pés: Que caminhos eu fiz em 2016? Quais barreiras surgiram pelo caminho? Estou no caminho certo para 2017 ou preciso mudar a rota? O livro de Provérbios afirma: “Deus sabe por onde você anda e vê tudo o que você faz” (Provérbios 5.21)

Lembre-se que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e que Ele está ao seu lado neste novo tempo.

Ele pode te auxiliar em todas as instâncias da tua vida. Basta que você o busque de todo coração.

Que 2017 seja um ano de transformação em tua vida e que a Graça de Deus te auxilie a enfrentar e superar todos os desafios que surgirem!




Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org 

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 
Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

FELIZ 2017


Nossos votos são de paz em seu lar começando por você por mais difícil e desafiante que isso seja e, a todos os demais familiares

Feliz 2017!!!


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

O NATAL E A GLÓRIA DE DEUS!

 Os anjos que apareceram aos pastores quando estes guardavam seus rebanhos no campo, na noite em que Jesus nasceu, cantaram esta canção: “Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens.” (Lucas 2.14)

Nesse cântico há uma tríplice conclamação dos anjos: conclamação à glorificação do nome de Deus; conclamação à paz na terra e conclamação ao reconhecimento da boa vontade de Deus para com os homens.

Esses três elementos formam, por assim dizer, o núcleo do Natal. O caráter moral, espiritual e existencial do Natal se expressa nestes três modos: na glorificação a Deus, na promoção da paz e na divulgação da boa vontade de Deus para com os homens.

Que quiseram dizer os anjos quando cantaram “glória a Deus nas alturas”? Eles conclamavam seus companheiros, outros anjos, que povoam o céu, lugar onde Deus habita de modo objetivo e pessoal, com os anjos e com as almas daqueles que, tornando-se seus filhos, já deixaram este mundo, ou seja, o lugar-sede do Governo de Deus.

O nascimento de Jesus, a encarnação do verbo, Deus tornando-se humano para dar a vida pelos homens e salvá-los da condenação do pecado e da morte, para redimir pessoas e para formar seu povo, isso é motivo para que Deus seja glorificado no céu.

Toda a obra viva de Deus, todos os seus anjos, o acompanham em seus feitos, desde a criação do mundo; e os anjos têm sido os seus mensageiros e agentes de suas intervenções no mundo terreno. Os anjos vieram aqui muitas vezes, trazendo mensagens de Deus e cumprindo missões. Eles sabem que Deus está desenvolvendo, no mundo, seu plano de redenção do homem. Eles participam dessa realização.

Então, na culminância da história, na plenitude dos tempos, o grande milagre aconteceu: “O Verbo se fez carne e habitou entre nós” (João 1.14).

Este é o grande motivo da glorificação de Deus: A vinda do Cristo para consumar o plano de redenção. O Messias já estava na terra. Um menino frágil, sim, mas iria crescer, tornar-se homem, vivendo sem pecado, realizaria os milagres que o identificariam como o Filho de Deus, e finalmente daria a própria vida, na cruz do Calvário, pelos pecadores, para, o terceiro dia, derrotando a morte e confirmando ser o Filho de Deus, ressuscitar gloriosamente.

A chegada de Jesus ao mundo foi, realmente, motivo para regozijo dos anjos, e para que Deus, nas alturas, fosse glorificado.

Natal é um dia que deve levar-nos a refletirmos sobre a necessidade de arrependimento e aceitação da dádiva de Deus, que é Jesus, submetendo-nos ao seu Senhorio.

Ao comemorarmos o Natal, juntemo-nos aos anjos, em seu júbilo e na glorificação a Deus, dando a Ele, INDIVIDUALMENTE, a NOSSA ETERNA GRATIDÃO.

Que, nesse Natal de 2016 e no ano que se inicia, voltemos nossos olhos para Belém, adorando o verdadeiro Deus, na pessoa de seu Filho Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor. Que nos demoremos em vê-lo e adorá-lo, à semelhança dos pastores. Que nossa convicção seja renovada com a visão do “Salvador, que é Cristo, o Senhor”, nos encoraje a continuarmos firmes, corajosas e perseverantes. Que renovemos nossa disposição de sermos verdadeiras missionárias onde quer que estejamos, seja qual for a nossa atribuição no Ministério de Mães Unidas em Oração, e que cada vez mais fiquemos admiradas, perplexas, atônitas com o Poder que Ele tem, pois as bênçãos são inenarráveis, incontáveis!

Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa

Coordenadora Nacional



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL

“Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador,
que é Cristo o Senhor”. (Lucas 2:11)

A Bíblia não relata qual o dia e o mês do nascimento do Messias. Ela diz apenas que o menino Jesus nasceu na cidade de Belém, envolto numa manjedoura. Isso para cumprir as profecias dita pelos oráculos do antigo testamento (Mq 5:2 e Is 7:14). Como tradição, nós cristãos comemoramos o nascimento de Jesus, o Cristo de Deus, no dia 25 de dezembro, apesar de termos evidências bíblicas de que esta não seja a data correta, pois em Lucas 2:8 diz que os pastores estavam no campo e guardavam durante a vigília da noite o seu rebanho.

O fato é que se os pastores estavam à noite no campo cuidando das ovelhas, podemos concluir que Jesus não nascera em dezembro, pois nesse mês faz muito frio na região da Judéia, devido ao inverno que é muito rigoroso . Por isso, os pastores no mês de dezembro ficam com as ovelhas no aprisco e não no campo. Provavelmente, Jesus nasceu na primavera ou no verão. Todavia, o que verdadeiramente importa para nós, não é sabermos a data exata do nascimento do Messias, mas sim, o verdadeiro significado desse nascimento para toda a humanidade.

Para a maioria das pessoas, o Natal se resume a uma data festiva em que elas se reúnem para comer, beber e trocar presentes. Trocam inclusive o aniversariante, em vez de Jesus, a figura central passa a ser o Papai Noel. Sequer, convidam o aniversariante para participar da reunião familiar. Até as crianças são induzidas a fazerem pedidos, que mais parecem orações, ao "bom" velhinho. Pedem paz, esperança e felicidade. Coisas que somente Jesus pode nos dá.

Para nós cristãos, Natal tem a ver com o nascimento do filho de Deus, a saber, Jesus, o Cristo. É o início da salvação da humanidade, que havia se perdido, por causa de Adão, lá no Éden, quando pecou contra Deus. É através de Cristo que Deus nos reconcilia com Ele e nos mostra todo o seu amor. A Bíblia diz que Deus amou o mundo (pessoas) de tal maneira que deu seu único filho, para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha vida eterna (Jo 3:16). Portanto, o Natal só faz sentido para quem crer que Jesus é o Messias.

Alguns irmãos cristãos não comemoram o Natal, seja pelo fato de que não há uma ordenança na Bíblia, seja pelo fato de que as comemorações natalinas se originaram de uma festa pagã que comemorava o nascimento do deus sol (saturnália). Não quero entrar nos detalhes históricos ou culturas que giram em torno da comemoração natalina, mas quero convidar os irmãos a refletirem de um outro ponto de vista a respeito do Natal.

Ora, apesar de não sabermos o dia exato do nascimento biológico de Jesus, e de sabermos que a origem das comemorações natalinas se deu nas festas pagãs. Penso eu, que podemos aproveitar esse momento propício, em que as famílias se reúnem, e que as pessoas estão com os corações mais abertos, devido ao espírito natalino, para falarmos do verdadeiro sentido do Natal, a saber, o nascimento de Cristo.

A Bíblia Sagrada diz que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus (Rm 8:28). Portanto, se tudo contribui para o bem, o que nós devemos fazer é enxergar de que modo cada acontecimento pode contribuir para o Reino de Deus. O próprio Jesus deu a seguinte resposta aos seus discípulos quando lhe perguntaram se deveriam proibir um homem de expulsar demônios em nome dele, pois não era seu seguidor: "Quem não é contra nós, será por nós" ( Mc 9:40). Portanto meus irmãos, essas duas passagens nos ensinam que, devemos aproveitar todas as oportunidades para levarmos as boas novas às pessoas.


Alguns cristãos preferem passar o Natal nas igrejas congregados com outros irmãos na fé, pois acham que o desejo de Jesus é que elas estejam reunidas dentro da igreja, pois só assim, não se misturariam com o restante das pessoas que não creem em Jesus. Todavia, o desejo do Mestre é justamente o contrário, ele nos manda sair da igreja e ir ao mundo pregar o seu evangelho a toda criatura ( Mc 16:15). Já pensou se Jesus em vez de sair para pregar as boas novas, ficasse dentro do templo reunido com seus discípulos, o que seria de mim e de você? O que seria do mundo?

Ao contrário do que muitos pensam, Cristo fazia questão de sentar à mesa com os pecadores. Certo dia, ele estava jantado na casa de Levi (Mateus) arrodeado de pecadores e publicanos, e os fariseus perguntaram aos discípulos: por que ele come e bebe com publicanos e pecadores? A resposta de Jesus foi: “eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores ao arrependimento, pois são eles que precisam de médicos, e não os sãos” ( Mc 2: 15-17). Em outra passagem bíblica, vemos Jesus entrando na cidade de Jericó e, quando ele ia passando avistou um publicano chamado Zaqueu, que estava em cima de uma figueira brava esperando para ver quem era Jesus, mas Jesus o viu primeiro e disse: “Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa”. No final da história, Jesus pronunciou as seguintes palavras: "Porque o filho do homem veio buscar e salvar o que havia se perdido" (lc 19: 9-10).

Jesus usava sua santidade e sua luz para mostrar aos pecadores que o caminho que eles estavam trilhando era um caminho de trevas e de morte, e que ele, Jesus, tinha um caminho de vida e de luz para eles. É isso que Jesus quer que nós façamos, que nós sejamos a luz desse mundo e que mostremos às pessoas que existe um novo e vivo caminho, a saber, Jesus de Nazaré.

Portanto irmãos, o Natal é uma oportunidade que temos de levar a palavra de Deus àqueles que não sabem o verdadeiro sentido desta data tão importante para nós. Além do que, Deus pode preparar esse momento para ter um encontro de salvação com alguém da nossa família. Não deixe passar essa oportunidade de falar do amor de Deus para as pessoas. De dizer que Ele deu o seu filho unigênito para que todos nós tivéssemos vida e, vida com abundância (Jo 10:10).

O verdadeiro Natal acontece quando abrimos a porta do nosso coração e deixamos Jesus entrar e fazer morada, pois Ele disse: "Eis que estou à porta e, bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Ap 3:20). Por isso, Natal é tempo de Jesus nascer dentro das pessoas, e isso não implica em sabermos o dia exato do nascimento de Jesus.

Pergunte ao cego Bartimeu onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu em Jericó. Quando eu clamei por Ele. E ele veio até mim, abraçou-me e disse filho tua fé te salvou (Lc 10:46-52).

Pergunte à mulher do fluxo de sangue onde e quando Jesus nasceu. E ela responderá: Jesus nasceu no caminho da casa de Jairo. Quando eu cheguei por detrás dele e toquei na orla de seu manto. E ele veio até mim e disse, vá em paz filha, a tua fé te salvou ( Lc 8:43-48).

Pergunte à mulher de Samaria onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu junto à fonte de Jacó, quando eu fui pegar água e Ele me ofereceu a água da vida, naquele momento soube que era o filho de Deus ( Jo 4:1-28).

Pergunte a Paulo de Tarso onde e quando Jesus nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu na estrada de Damasco, quando fui envolvido por uma intensa luz que me deixou cego e me perguntou: Saulo, Saulo, por que me persegues? Naquele momento soube que era o filho de Deus ( At 9:1-9).
Por fim, pergunte à Maria, mãe de Jesus, onde e quando ele nasceu. E ele responderá: Jesus nasceu em Belém, sob as estrelas, cercado de anjos e pastores que gritavam: "Glória a Deus nas alturas e paz na Terra aos homens a quem Deus quer bem” (Lc 2:7-14).

Portanto, Jesus pode nascer a qualquer momento na vida daquelas pessoas que não o conhecem ainda. E, para você, quando Jesus nasceu? Pense um pouco! Caso descubra que Jesus ainda não nasceu dentro de você. Abra o seu coração e o aceite como seu Salvador, pois ele nasce todos os dias no coração de quem o aceita.

Portanto, o verdadeiro Natal é Jesus, o Cristo de Deus!

Por fim, convido você a responder as perguntas abaixo. Talvez você se surpreenda com as respostas.

a) Quem é que veste um manto vermelho?
b) Quem é que tem barba e cabelos brancos como a lã?
c) Quem é que vem do norte?
d) Quem é que vem como um ladrão de noite?
e) Quem é que é onipresente?
f) Quem é que se assenta num trono?
g) Quem é que convida as crianças a irem até ele?
h) Quem é o príncipe que traz a paz?

Conseguiu responder? Se você respondeu Papai Noel em algum dos itens ou para todos, errou. A resposta correta para todos os itens é: JESUS, o Cristo de Deus.

Alguma dúvida? Segue o gabarito com as passagens bíblicas para os irmãos conferirem: a) Ap 19:13; b) Ap 1:14; c) Ez 1:4-5; d) Mt 24:43-44; e) Sl 139: 7-10; f) Ap 5:6; g) Mc 10:14; h) Is 9:6.

Será que alguém respondeu Papai Noel? Espero que não!

Já que vocês estão bem crescidinhos quero dizer um segredo: o personagem Papai Noel, apesar de parecer inofensivo, traz consigo disfarçada e sorrateiramente, na figura do "bom" velhinho, uma tentativa de nos desviar do verdadeiro sentido do Natal, a saber o nascimento do filho de Deus. Tanto é assim, que nos meios de comunicação não ouvimos sequer pronunciarem o nome de Jesus, pois todo o mérito é dado a Papai Noel. Todavia, agora você já sabe o verdadeiro sentido do Natal. Fale para seus familiares e filhos sobre essa Boa Nova.

Feliz Natal para você e para a sua família. Que a luz de Cristo nos ilumine.
(Adaptado do texto de Sergio Lira)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

CELEBREMOS O NASCIMENTO DE CRISTO!

“O anjo, porém, lhes disse: não temais, porquanto vos trago novas de grande alegria que o será para todo o povo: é que vos nasceu hoje na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo o Senhor”. (Lucas 2.10-11)

Enfim chegamos ao último e mais festivo mês do ano, dezembro. Nesse mês recheado de festas e celebrações, também cabe um espaço para o balanço de nossas vidas, o que fizemos? O que deixamos de fazer? O que poderíamos ter feito melhor? Ou seja, somos confrontados com a prática das nossas atitudes!

Mas, além disso, o que queremos entender e praticar é o significado real do Natal de Jesus Cristo. Não sabemos e ninguém sabe humanamente falando o dia, mês e ano exato do nascimento de Jesus Cristo, é fato, no entanto que Ele nasceu! Ele veio até nós, deixou a sua glória celestial, tornou-se como um de nós, assumiu uma natureza humana, se humilhou. (Filipenses 2. 6-8).

Quais as razões dessa sua humilhação e vinda até nós? Há muitas razões, mas acredito que uma das razões principais é pelo direito de criação. Ele nos criou, a sua imagem e semelhança, no entanto, essa imagem e semelhança foi manchada pelo pecado, e sabemos pela sua palavra que somos “a menina dos seus olhos” e isso se expressa em vários textos bíblicos e já claramente declarado em João 3.16.

A outra grande razão para a sua vinda é que Ele veio para ser o Senhor da humanidade, desviada e submissa ao reino das trevas (o mundo jaz no maligno) e perdida. A declaração do mensageiro do Senhor é muito clara: “É que nos nasceu hoje….o Salvador, que é Cristo o Senhor”.

O servo integralmente submisso a Ele sempre cumprirá sua missão de proclamar com alegria, ousadia e gratidão as boas novas da salvação eterna! Considerando que não poderia haver morte e ressurreição sem que houvesse nascimento é de extrema importância também celebrarmos sempre a sua vinda entre nós! Portanto, exaltemos ao Senhor com alegria e gratidão e na certeza de que Ele vive para sempre em nossos corações. Louvado seja o Senhor porque o natal de Jesus Cristo é real!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

SERÁ QUE ABANDONEI MEU FILHO?



Viemos de um tempo em que abandonar filhos era deixá-los na maternidade, na porta dos outros, na praça e até na lata de lixo. Mas ao refletirmos sobre o relacionamento entre pais e filhos atualmente verificamos muitas outras formas de abandono.

Antigamente uma das maneiras dos pais disciplinarem seus filhos era os mandando para o quarto a fim de que pensassem em seus atos, permanecem ali "conectados" com as regras num aprendizado quase que forçado do que é certo, errado, quem manda, quem obedece, quem pede desculpas e quem perdoa. Quando o quarto representava nessas ocasiões uma prisão.

Hoje deixá-los no quarto é abrir a porta para a liberdade, é deixá-los conectados com o mundo, com outras regras, com as não regras via TV, telefone, Internet porque os quartos de hoje costumam oferecer muito mais do que a sala. Oferecem a possibilidade de uma outra sala (virtual), quase que uma outra família, onde o bate-papo se faz sem cobranças, sem censuras, sem limitações, com aceitação.

A era da informatização, facilitada pelo mundo moderno, faz com que o abandono tome forma, corpo e força. E é impressionante como isso reflete lá na frente, quando vemos mães com dificuldade em despedir seus filhos para a profissão, para o casamento, enfim, para a vida; querendo resgatar um tempo perdido, um abraço que não foi dado, um cuidado não dispensado.

Enquanto os pais estão "desconectados" diante da TV ligada, sem se ligarem na enorme distância existente entre o mundo deles e de seus filhos, eles (seus filhos) estão encontrando aconchego, conselhos, cumplicidade, fazendo compras, se atualizando, rindo, chorando, brigando, fazendo as pazes, amando, enfim, tendo suas necessidades supridas através do simples toque do teclado. Então, para que o toque, o cheiro, o abraço?

Essa distância ofusca a hierarquia familiar, pois os pais abandonam o lugar de pai, de mãe, de quem educa, de quem repreende, de quem ama. E culpados, quer seja pelo trabalho, estudos, outros compromissos ou até mesmo pela dificuldade de assumir seus papéis de pais, tornam-se cada vez mais permissivos; abrem mão de seus lugares e com isso sugerem aos filhos o abandono do seu lugar de filhos também. Que sem proteção, sem saber o que fazer, o caminho a seguir fazem besteiras, quebram a cara, sofrem, ficam despedaçados, morrem!

Muitos pais não querem ver, mas dentro de casa seus filhos estão agindo como mortos-vivos, sem viço, vigor, alegria. (É só olhar em seus olhos quando chegam em casa ao amanhecer depois de passarem a noite fora. Sabe-se lá onde ou com quem). Refugiam-se no quarto. No lar doce lar! Ou será amargo? Só os pais não vêem. Não querem ver que perderam seus filhos. Perderam ou deixaram ir? Deixaram ir ou abandonaram?

"Estou perdido sem pai nem mãe (...) Estou pedindo só um pouquinho de proteção ao maior abandonado (...)" - trecho de uma música cantada por muitos.

Está na hora dos pais viverem a conversão. A conversão de seus corações aos filhos. "E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição" (Malaquias 4. 6). Está na hora de encontrar a conversa prazerosa, o jeito de se comunicar nesta era tão louca, tão rápida, tão moderna, sabendo fazer um link entre a sua história e a história de seus filhos, lembrando-se de que telegrama agora é e-mail, que VHS é DVD, que datilografar é digitar, que não é naum, e você é vc, mas que pai é pai, mãe é mãe, e filho é filho em todo tempo, pois nesse tipo de relacionamento não existe "ex" – seu filho nunca deixará de ser seu filho.

Este é o tempo de ficar no portão, como o pai do filho pródigo, abrir os braços, e dizer ao seu filho que está feliz com o retorno dele; se alegrar com a presença dele; amá-lo além das palavras, com atos e em verdade. (Ler João 3.18).

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

sábado, 17 de dezembro de 2016

COMO NÃO CRIAR UM DELINQUENTE

Os pais, e especialmente nós as mães, no papel de primeiras e mais importantes educadoras, devemos cumprir a palavra de Deus e ensinar nossos filhos enquanto crianças o caminho que devem andar para que quando velhos não se desviem dele (Pv 22:6)

1. Não dê à criança tudo quanto ela queira.

Desde pequena a criança deve aprender a ouvir um não. Aprendendo agora a dizer um não ao lícito, mais tarde ela saberá dizer também não ao ilícito.

2. Aponte os erros que seu filho comete. 


Quando ele se embrenha nas sendas do mal, mostre o caminho do bem.
Nos momentos de perplexidade, esclareça sua dúvida. Ensine e ajude seu filho a escolher entre o certo e o errado, entre o bem e o mal. Ajude-o a seguir o caminho do bem abraçando sempre a verdade.

3. Dê a seu filho também uma educação espiritual.

Seu filho não é apenas corpo e sensibilidade, mas possui também uma essência espiritual; uma essência que precisa conhecer e amar ao seu criador

Se ele perder a confiança no supremo, se perder o sentido da vida, se desconhecer o destino imortal do homem, se não esperar mais nada para depois da morte, só lhe resta um caminho a seguir: gozar a vida no momento presente e, para isto, irá servir-se de todos os meios, bons e maus, proibidos ou permitidos.

Um homem que não nutre esta essência é uma caricatura humana.

Um homem que não enxerga o eterno é um homem morto antes do tempo.

4. Não confunda as Coisas...

Quando seu filho deixar espalhados pelo chão roupas, sapatos, livros, brinquedos, faça-o apanhá-los. Mas faça como amor, bondade e carinho e não de maneira agressiva ou irritada. Com gritos nunca se educa uma criança. Educa-se com energia, amor, carinho, bondade e compreensão.

5. Não brigue nem discuta na presença do filho.

Quando os pais discordarem ou se desentenderem, procurem evitar a discussão diante dos filhos. Falem e discutam a sós. Brigas e discussões na presença dos filhos, além do mau exemplo que os pais dão, provocam na alma da criança conflitos de ordem emocional irreversíveis e muitas vezes de graves consequências.

A harmonia e união entre os pais revertem em benefício para os próprios filhos.

6. Não dê a seu filho quanto dinheiro ele pedir.

Quem não se contenta com pouco, nem o muito o satisfará jamais.

O dinheiro fácil na mão do seu filho abre caminho para muitos erros, pois a riqueza mal empregada abre as portas do mal.

Seu filho deve aprender quanto custa ganhar dinheiro.

Se desde pequeno ele não sabe quanto custa o dinheiro, ele só deseja uma coisa na vida: ganhar muito dinheiro com o mínimo de esforço e gozar o máximo a vida.

Dinheiro fácil nas mãos do seu filho leva-o a confiar mais no poder da moeda do que em sua força de vontade, em sua dignidade moral e capacidade intelectual.

Faça com que seu filho mereça o dinheiro que recebe.

7. Não satisfaça todos os desejos e caprichos do seu filho em matéria de comida, bebida e conforto.

Ele deve aprender a fazer sacrifício, a renunciar um gosto pessoal, a dizer um não a um capricho e deixar de ser voluntarioso.

O comodismo enterra todas as aspirações humanas e é o maior obstáculo do progresso.

Formar a vontade do filho não é fazer todas as suas vontades.

Forme a vontade dele para que rejeite sempre o mal e queira sempre só o bem.

8. Quando seu filho entrar em conflito com professores, polícia, vizinhos e colegas, não tome seu partido sem antes examinar bem o fato e ver de que lado está a razão.

Um erro é tomar sempre o partido do filho apenas por ser filho, sem procurar saber a origem do conflito e ver com quem está a razão.

É preciso ver, analisar, julgar e dar razão para quem a merece.

Não é somente o filho do vizinho que pode errar; o seu também está sujeito ao erro.

Ninguém é perfeito; seu filho também está dentro desta regra.

Seja justo e dê razão a quem tem de fato.

9. Olhos Abertos significa atenção...

Quando ele entrar numa contenda mais séria, não o desculpe com estas palavras: "Ele sempre foi impossível; ele é assim mesmo."

Isto fará com que seu filho permaneça no erro e abrirá caminho para faltas mais graves, pois ele sabe que pode contar sempre com a cumplicidade indulgente dos pais. A indulgência excessiva é sempre cúmplice do crime.

Seja indulgente, mas sempre dentro da ordem, da energia bondosa e da disciplina.

10. Não faça comparações das virtudes e dotes do seu filho em relação aos outros.

Fazendo isto, você estará implantando nele o vírus da intolerância, a discriminação pessoal e social, e o menosprezo pelos demais.

Um elogio deve ser feito de maneira discreta, a sós, e com muito cuidado.

Os pais, costumam rotular os filhos de acordo com sua própria conveniência, e isto abre espaço para que vejam nos filhos, qualidades que muitas vezes não possuem, causando frustrações nos mesmos com o tempo.

11. Qualquer tipo de vício é prejudicial para os adultos e muito mais às crianças.

Se tiver algum vício, lute para livrar-se dele, e o faça diante do seu filho, sempre demonstrando a ele os malefícios do mesmo e sua luta pela liberdade.

Seu fiho não merece compartilhar de um capricho danoso como o seu.

Se você tem amor de fato por ele, livre-se do vício, só, e apenas desse modo, poderá lhe cobrar mais tarde com eficiência, caso ele se caia numa dessas armadilhas.

Para o filho, o exemplo de probidade dado pelos pais é mais importante do que todas as opiniões que ele vai encontrar pelo resto da sua vida, na rua.

(Extraído do Educador Brasileiro - Frei Anselmo)

Feito tudo isso, ore todos os dias da vida de seu filho coloque-o sob a proteção de Deus e prepare-se para colher os bons frutos de tudo que você semeou.

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO E JEJUM - 9 de janeiro de 2017


Vamos nos unir as Moms In Prayer / Mães Unidas em Oração ao redor do mundo em um dia de jejum e oração pelos filhos e escolas no dia 9 de janeiro de 2017

Nossa Folha de Oração, que foi enviada para todas as Coordenadoras mundiais em inglês, também está traduzida em 18 idiomas.

Se você ainda não recebeu a sua Folha de Oração, entre em contato conosco pelo e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe, se você gostaria de participar e ainda não fez a sua inscrição no Ministério, estamos esperando você...

Faça já a sua inscrição no Ministério Internacional Mães Unidas em Oração pelo link:
http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

QUERO SER MÉDICO COMO DR. LUCAS!

Moro em São Paulo. Conheci o Ministério de Mães Unidas em Oração através de uma irmã da Igreja Batista da Liberdade, SP há sete anos. 
Sou professora do Ensino Médio e meu esposo é Escrivão. Tenho quatro filhos. Meus filhos desde pequenos eram alunos da EBD.

Ele foi crescendo, concluiu o Ensino Fundamental e depois, com 16 anos, o Ensino Médio. Sempre dizia que gostaria de fazer medicina para ajudar ao próximo. 
Com 17 anos prestou vestibular para duas Universidades Particulares e passou, mas não tínhamos a menor condições de pagar. Eu e meu esposo conversamos com ele e dissemos que Deus iria abençoá-lo e que ele iria conseguir passar para uma Universidade Estadual. Durante aquele ano ele estudou sem parar.

No ano seguinte, ele tentou o vestibular para medicina da Universidade do Estado, mas não passou. Ficou triste e disse que só faria vestibular para medicina, pois ele queria ser como seu referencial, Dr. Lucas, o Médico Amado.

No ano seguinte, ele tentou, novamente, mas não conseguiu. Estava ficando desanimado, mas dissemos que no próximo ano ele iria passar. Foi aí que ele disse que prestaria vestibular para uma Universidade Federal. Durante todos estes anos, em nossas reuniões de Mães Unidas em Oração orávamos para que Deus fizesse o melhor na vida dele e que abrisse a porta certa para ele cursar medicina, visto que ele tinha convicção de que era esta a profissão que Deus colocara no coração dele, desde nove anos.

Meu filho só ia para igreja e ficava estudando e revendo toda a matéria. Na noite anterior ao vestibular eu entreguei meu filho nas mãos do Senhor e uma forma profunda e clamei a Ele pela vida de meu filho. Que Deus desse a ele, agora com 20 anos a possibilidade de passa, pois ele estava preparado, humanamente para fazer o vestibular. Senti um profundo refrigério em minh’alma. Sabia que meu filho iria passar. No dia seguinte, um domingo pela manhã, meu filho foi para a Universidade Federal de São Paulo para fazer o vestibular e nós fomos para a igreja. Nossos corações estavam ligados ao dele, através do Espírito Santo de Deus. Mas com total tranquilidade. O Culto terminou e voltamos para casa. Logo depois meu filho chegou e disse, que a prova estava muito difícil e que iria esperar o resultado.

Meu filho foi aprovado! Aleluia! Aleluia!

Fizemos um culto de gratidão a Deus pela maravilhosa bênção alcançada.

Hoje está cursando o terceiro período de Medicina.

Obrigada Senhor, pelo Ministério de Mães Unidas em Oração!”

Berta Bueno Magalhães
(Mãe Unida em Oração – São Paulo, SP

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

MISTÉRIO INSONDÁVEL DE DEUS

O Ministério "Moms In Prayer International", no Brasil "Mães Unidas em Oração" é um dos mistérios Insoldáveis de Deus, por alguns motivos:

1. Deus levantou uma mãe, Fern Nichols, serva obediente e temente a Jesus Cristo, que em 1984, iniciou o Ministério Internacional Moms In Touch/Moms In Prayer no Canadá,.

2. Não é um movimento, projeto ou reunião de mulheres.

3. Não faz parte de nenhuma instituição, organização, igreja ou denominação.

4. É evangélico, inter e supra denominacional.

5. Não está vinculado a nenhum grupo político de qualquer natureza.

6. É um Ministério Internacional de Oração! Uma missão! Um sacerdócio! Um compromisso com Deus da mãe de orar pelo seu filho biológico, adotante ou espiritual). Se o filho não estiver mais estudando, continua sendo filho, pois "Mãe cristã comprometida com Deus só deixa de orar pelo filho quando ela morre."(Jane Esther de Paula Rosa)

7. É Deus quem toca no coração da mãe para participar. Toda mãe preenche sua Ficha de matrícula e compromisso colocando o nome de cada Filho e suas respectivas Escolas. Ela está assumindo perante Deus o compromisso de Orar por pelos filhos cujos nomes ela colocou em sua Ficha. Por isso que nem toda mãe faz parte do Ministério. Os nomes vão para a Rede Mundial de Oração.

8. Em 32 anos estamos em 146 países. Em outubro de 2014 foi comemorado os 30 anos com uma grande Celebração no Hotel Sheraton,em Dallas, Texas, onde líderes de 143 países estiveram presentes. Foi a maior celebração de Mães Unidas em Oração em favor dos filhos e escolas de toda historia.

9. No Brasil, o Ministério, chegou em 1994, na cidade de Sorocaba e Rio de Janeiro através de Elica Braga Almeira que traduziu nosso Livreto, junto com o Pr. Ebenezer Carlos dos Santos, que na época pastoreava a Igreja Batista Memorial na Tijuca, Rio de Janeiro, RJ; Pr. Isidoro Lessa de Paula, que era Ministro de Música Sacra da Primeira Igreja Batista de Niterói, RJ, casado com a americana Barbara Jones de Paula. Toda história está em nosso site: www.maesunidasemoracao.org

Os grupos foram surgindo e, tempos depois, em 2003 a Prof.a Heloiza Helena Ribeiro de Amorim Pimentel assumiu a coordenação do Ministério. Em 2009, a Prof.a Heloiza Helena transferiu, junto com liderança Mundial, cuja sede está na Califórnia a liderança para Prof.a Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa.

10. É um Ministério onde a mãe assume perante Deus o compromisso de orar pelos filhos e Escolas. A base do Ministério é a Escola. E lá na Escola que tudo acontece (Educação Infantil até a Universidade). A base de uma nação é a educação!

11. A mãe começa como Mãe Intercessora Individual, até encontrar suas companheiras de oração (a líder e mais 2 a 3 mães por grupo) e formar seu PGO – Pequeno Grupo de Oração. Reúnem-se uma vez por semana no local que escolherem para orar em pequenos grupos, utilizando os Quatro Passos Para Oração e, todos os dias oram individualmente de 3 a 7 minutos.

12. O Livro: Todo Filho Precisa de Uma Mãe Que Ora, escrito por Fern Nichols, fundadora de Moms In Touch, atualmente Moms In Prayer / Mães Unidas em Oração no Brasil, é um best seller. No momento, encontra-se disponível em vários sites, com preços variados. Comprar a reimpressão de 2015 com logomarca do Ministério Mães Unidas em Oração.

13. O Livreto: Mães Unidas em Oração, com as orientações para realização das reuniões em Grupos, seguindo, biblicamente, Os Quatro Passos Para Oração está traduzido em 60 idiomas, inclusive para o Braille. Este livreto é para todas as mães que já estão cadastradas no Ministério. Em breve sairá uma nova edição revista e atualizada.

14. O mais recente Livro de Fern Nichols, "Orações poderosas para mães", foi lançado pela Editora Thomas Nelson e no momento, encontra-se disponível em vários sites, com preços variados.

Somente Deus para fazer isso! Glórias ao nome d'Ele!


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

ORAÇÃO POR MEU FILHO



O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.(1João 5:4)

Ó Pai vitorioso, oro para que meu filho viva na vitória desta verdade: todos que nascem de Deus conquistam o mundo. Essa foi a vitória que conquistou o mundo, até mesmo sua fé. Liberta meu filho das mentiras de Satanás, que tenta, constantemente, convencê-lo a desconfiar do seu Deus, a desanimar quando suas orações não têm resposta e a desistir de seguir a Cristo. Ó Senhor, põe na cabeça dele a determinação de não fugir das batalhas que enfrenta, mas de lutar de todo coração a boa luta da fé. Quando estiver inclinado a se desviar ajuda-o a inspirar-se em Cristo e na sua esmagadora vitória na cruz. Pelo poder de teu Espírito Santo, dá-lhe a satisfação de uma vida vitoriosa em Cristo. Não permitas que ele experimente a perda trágica de uma vida insubmissa e ineficaz para teu reino. Em nome de Jesus, amém.


(Do livro: Orações Poderosas Para Mães - Fern Nichols)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

FAMÍLIA: UMA BENÇÃO DIVINA




Família Uma Benção Divina

Família uma missão de vida
Vivida a cada dia,
Na dor e na alegria

Constante a cada instante
Se o sorriso não é marcante
E o sentimento inconstante

A decisão garante
Vamos caminhar avante

Pois Deus enaltece
A simplicidade de permanecer
Assim a graça prevalece
E a dor desaparece.

Família promessa divina
Celebrada na aliança
Selada em graça
Habitada pela verdade
Na verdade, o amor prevalece.
O Respeito engrandece

A diferença diminui
A carnalidade se esvanece
A acusação desaparece

Juntos pelo voto
Juntos no consolo
Juntos no gozo,

Família com fervor
Família em amor
Família em esplendor

Nascem os filhos da promessa
A coroação da família que professa
Diante do pecado confessa

Família revela uma missão divina
O Deus que ama O Senhor que cuida

Quando permanecemos unidos
Juntos pelo compromisso
E o amor vivido
Engrandece o Deus do amor
Enaltece Jesus nosso Redentor!
Revela o Deus Salvador!!

Autor Desconhecido

Nós, Mães Unidas em Oração, amamos nossa família, separando um tempo do nosso dia para orar por nossos filhos e por nossas vidas para que sejamos mulheres virtuosas, sábias que transformam uma casa em lar.

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org


(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

CONFORME AS TUAS FORÇAS




TUDO QUANTO TE VIER À MÃO PARA FAZER, FAZE-O CONFORME AS TUAS FORÇAS, PORQUE NO ALÉM, PARA ONDE TU VAIS, NÃO HÁ OBRA, NEM PROJETOS, NEM CONHECIMENTO, NEM SABEDORIA ALGUMA." Eclesiastes 9:10

Vivemos um tempo de ativismo, onde é preciso produzir, produzir.... em muita quantidade mas na ânsia de fazer e fazer e fazer, as vezes esquecemos de fazer o melhor que podemos.
Salomão nos instruiu: para tudo que tivermos que fazer para fazermos com toda as nossas forças, físicas, mentais e intelectuais, ou seja da melhor e mais completa forma; de corpo, alma e entendimento para que façamos tudo perfeito. "Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus" (Mateus 5.48)

Somos a imagem e semelhança de um Deus perfeito, e em Cristo Jesus, fomos feitos filhos do Deus perfeito que criou todas as coisas com excelência e amor, e é isso que Deus espera de nós, que haja amor, dedicação, zelo, capricho, não somente no nosso trabalho secular, mas nas nossas vidas, nas pequenas grandes coisas, como lavar, passar, cozinhar, arrumar, cuidar dos nossos maridos, filhos e ministério.

Façamos o melhor, não o melhor do que o outro, mas o melhor que pudermos fazer assim adoraremos, louvaremos e glorificaremos ao nosso Pai que está nós céus.

Filhos fazem não o que dizemos, e sim o que fazemos, por isso sejamos exemplos para os nossos filhos. Que ele possam reconhecer em nós e em tudo que fazemos as verdades e instruções contidas na palavra de Deus.


 Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.


Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org

contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

APENAS UMA BALA!

Prezadas irmãs,

Sou Mãe Unida em Oração.  Conheci o Ministério há pouco tempo através do Programa REENCONTRO na TV Brasil, no Momento Mães Unidas em Oração. Enviei um e-mail, e, recebi todas as informações. Fiz minha Ficha de Matrícula e também a Ficha de Cadastro de meus filhos e suas escolas. Tenho orado incessantemente pela escola de meus três filhos. Ainda estou aprendendo a colocar meus filhos no Altar do Senhor. Não tinha este compromisso. Orava, mas não com compromisso.... Agora, não deixo de orar por eles.....

Semana retrasada, minha filha mais nova de 11 anos, na hora do recreio foi comprar doces pela grade da escola com ambulantes que ficam na calçada. Dentre eles estava um rapaz que ofereceu balas. As demais colegas não compraram balas e, sim, outros doces. Minha filha comprou. Ela colocou a bala na boca e logo em seguida, após engolir um pouco do doce da bala, sentiu uma tonteira e caiu. A bala caiu de sua boca. As colegas chamaram a professora que, em seguida, levou minha filha para o hospital. Lá, após fazerem um exame de sangue, ficou comprovado que a bala estava com drogas. Minha filha está bem, graças a Deus, mas foi um momento muito preocupante. Escrevo estas linhas para que as Mães do Brasil fiquem atentas...


Sandra Regina Cerqueira


(Mães Unida em Oração – São Luis, MA)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org
(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

DEZ ELOGIOS QUE SEU FILHO PRECISA OUVIR

Nossos filhos precisam ouvir palavras de afirmação de nós a cada dia. Às vezes, é fácil esquecer que nossos filhos têm as mesmas necessidades profundas e emocionais que nós. Mas quando paramos nossas tarefas para elogiá-los de maneira sincera, isso aumenta a sua autoestima e a qualidade de nosso relacionamento com eles. Se você está querendo ter uma conexão mais profunda com seus filhos, pense em como você pode adaptar um desses 10 elogios especialmente para eles.

1. Adoro ver você jogar/fazer isso
Você cai na armadilha de apenas parabenizar seu filho quando ele é bem-sucedido em alguma coisa? Em vez disso, tente elogiar os seus esforços, seja no campo de futebol, na sala de aula ou ajudando em casa. Ensine a seu filho que é o esforço, mas nem sempre o resultado, que importa. Esse é o caminho mais rápido para construir uma autoestima saudável.

2. Estou tão feliz por você ter escolhido passar um tempo comigo hoje
Se não fizermos esforços para nos aproximar de nossos filhos, eles vão correr na direção oposta. Quando a criança escolhe passar um tempo com o querido e velho pai, elogie seu uso do tempo. Faça com que ela saiba que você aprecia o seu esforço para se aproximar.


3. Você fez um ótimo trabalho fazendo isso sozinho.
Às vezes, as tentativas de independência de nossos filhos não dão muito certo, mas isso não significa que devemos repreendê-los. Toda vez que seu filho tentar ser independente, reconheça e recompense seus esforços.

4. Eu gosto de seus amigos
Conforme nossos filhos ficam mais velhos, vamos perdendo influência na questão amigos. Quando seu filho trouxer para casa amigos que você aprova, diga isso a ele. Apesar das evidências mostrarem o contrário, ele quer sua aprovação. Ele vai ouvir sua opinião sobre seus amigos quando for apresentada de uma forma positiva.

5. Você está muito bonito hoje
Um dos melhores presentes que podemos dar aos nossos filhos é uma maneira saudável de ver a aparência. Quando você elogia uma característica que a criança não pode mudar, como a cor dos olhos ou a composição corporal, isso envia a mensagem de que a beleza é algo que você tem ou não. Em vez disso, elogie o penteado apropriado, a escolha de roupas apropriadas e um sorriso vencedor; todas as coisas que seu filho pode controlar.

6. Obrigada pela sua atitude hoje
Mais cedo ou mais tarde, temos que fazer coisas que não queremos fazer. Deixe para o seu filho a mensagem de que a atitude conta, mesmo quando você se encontra em uma situação ruim.

7. Que legal que você aprendeu isso
A infância e a adolescência têm vários marcos. Não os deixe passar despercebidos. Quando seu filho dominar um conceito matemático difícil ou trouxer para casa uma licença provisória para dirigir, faça o seu entusiasmo corresponder a alegria de seu filho. Compartilhe seus triunfos.

8. Você me inspira
Às vezes, as crianças sentem como se estivessem abaixo de seus pais. Embora os pais mereçam muito respeito, os filhos precisam saber que eles abençoam a sua vida, tanto quanto você abençoa a deles. Diga-lhes o quanto você aprecia sua criatividade e energia e como o exemplo deles influencia você positivamente.

9. Você é um ótimo irmão ou uma ótima irmã
Relacionamentos entre irmãos podem causar alguns dramas, então elogie seus filhos quando eles se esforçarem para fazer as pazes. Quando seu filho não continua com uma discussão, ele merece reconhecimento, tanto para o seu próprio bem quanto para inspirar as outras crianças na casa.

10. Sou tão grata(o) por você ser parte da nossa família
Dias ruins vêm e vão. Os filhos crescem e mudam, mas seu filho precisa sentir-se seguro em seu lugar na família. Conforme ele vai para a escola, ganha independência, e eventualmente sai de casa, ele precisa saber que ele sempre terá um lugar especial em seu coração e na unidade familiar.


(Fonte: Familia.net)

Mães, orem e tomem atitudes diárias que venham fortalecer o seu relacionamento com seus filhos. Não permita que eles se isolem... aproxime-se, aproveite essas dicas.


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org
(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

FILHOS PEQUENOS E REBELDES...O QUE FAZER?

Entre os 2 e os 3 anos, a criança experimenta uma crise de oposição. Nesta idade, a criança descobre-se como pessoa diferente dos adultos, com possibilidades de independência, e tenta AUTO AFIRMAR-SE opondo-se a tudo. É a idade do "diga você, que eu me oponho", da obstinação, das brigas e da oposição sistemática.
Esta idade se caracteriza, portanto, pelo negativismo e a obstinação. Produz um fortalecimento do Eu infantil que leva a criança a tentar afiançar sua personalidade frente aos adulto, suas leis e suas ordens.

Uma criança nesta idade desfruta "experimentando" a autoridade de seus pais e comprovando se seus desejos podem mais que os de mamãe e papai.

A criança há de passar por esta etapa de oposição. Até necessita dela para crescer. Convém deixar passar a tormenta sem dar-lhe muita importância, mas acompanhar passo a passo....

Outras crianças desobedecem para CHAMAR A ATENÇÃO. Quando uma criança, pelo motivo que for, se sente pouco atendida ou pouco querida é possível que se mostre desobediente para assim reclamar a atenção de seus pais ou professores.

Por exemplo, quando os pais estão muito ocupados, quando dedicam pouco tempo aos filhos, a desobediência é, muitas vezes, a única arma que a criança dispõe para que seus pais lhe prestem atenção. Frequentemente descobrem que a única forma para que Mamãe ou Papai lhes preste atenção é brigando ou portando-se mal.

Por exemplo, se você trabalha muito e passa pouco tempo em casa é provável que seu filho reaja ante sua ausência mostrando-se difícil. É sua forma de atrair sua atenção, de dizer-lhe "aqui estou, dê-me importância". Se você se mostra amável e compreensivo então ele logo recuperará sua conduta habitual.

Também, se os pais têm viajado muito e deixam seus filhos aos cuidados de outras pessoas, é provável que tenham observado que, quando voltam, as crianças inconscientemente se "vingam" mostrando-se desobedientes e inclusive às vezes portando-se mal.

A criança que sente CIÚMES ou INVEJA de seus irmãos pode reagir do mesmo modo mediante conduta negativa se descobre que, com estas, pode converter-se no centro de atenção. 

Além disso, quando uma criança NÃO SE SENTE SUFICIENTEMENTE ACEITA pode reagir mediante comportamentos indiscriminados.

Também devemos ter em conta que as crianças incomodam quando ESTÃO ABORRECIDAS. Se não lhes oferecemos estímulos suficientes elas reagirão mediante condutas inadequadas.

Não é tarefa fácil lidar com crianças desobedientes. Por isso, é comum que os pais percam o controle e a paciência na tentativa de melhorar o mau comportamento dos filhos.

Você deve tomar cuidado também com as ameaças não cumpridas, pois geram ansiedade e falta de confiança, sendo que a criança volta a repetir o mal comportamento já que não tem nenhuma conseqüência ruim em sua atitude.

Já o excesso de permissividade pode ocasionar problemas futuros na vida da criança, pois não conseguirá adquirir consciência dos limites frente à vida, sem parâmetros do “certo e errado”, podendo sofrer diante da realidade mais tarde.

Uma boa alternativa para punir a criança no momento que teve algum comportamento impróprio, seja tirar algo que ela goste muito temporariamente explicando de forma clara, sincera e firme o motivo da sua atitude.

Provavelmente ela irá protestar, mas se houver uma relação de confiança entre você e seu filho, esta acabará compreendendo a sua atitude e, já vai saber o que ocorrerá caso repita o comportamento.

Os limites são imprescindíveis.... Limites são barreiras, regras da casa. Elas são estipuladas pelos pais ao longo do seu crescimento. Sim, pelos pais. Tem que haver acordo. Não é um dizer uma coisa e o outro, dizer outra coisa...

Sem limites e regras será desenvolvido um comportamento rebelde. É igualmente importante equilibrar essas regras fazendo elogios quando os filhos mostram um comportamento positivo. Devem aprender desde cedo sobre cidadania e boa educação, respeitando as outras pessoas, o meio ambiente, aprender a ter responsabilidade com suas tarefas.

Tudo isso faz parte do processo de um crescimento mais sadio da criança, ajudando-o a transformar-se em um adulto mais consciente da realidade e pronto de forma a compreender que é preciso respeitar os deveres e direitos das outras pessoas.

A criança precisa aprender esses valores desde cedo, pois vai tomando consciência do mundo em que vive e percebendo que seus bons comportamentos e boas atitudes refletem boas respostas do mundo que a cerca.


Bom, é lógico que nem tudo corre perfeitamente e como estão num processo de aprendizagem vão cometer muitos erros, mas o importante é que consigam reconhecer erros e acertos neste longo caminho.
Nossa sociedade hoje é repleta de jovens que cometem infrações e crimes indiscriminadamente, pois não tiveram a noção de limites. Acham que podem fazer tudo sem nenhum tipo de punição, prejudicando a si e a outros.

Na orientação quanto a disciplina de nossas crianças não deve haver nem o radicalismo que exige da criança o comportamento perfeito e nem a falta dos valores básicos para a formação da personalidade e isto inclui o respeito como valor primordial.

A educação de nossos filhos deve ser embasada numa relação criança-adulto de compreensão, carinho, amor atenção e sinceridade. São critérios que auxiliam na formação da personalidade e do caráter de forma.

Mas o mais importante de tudo isso, é a oração. Pedir sabedoria, discernimento a Deus, todos os dias...



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 


www.maesunidasemoracao.org

contato@maesunidasemoracao.org
(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

É TEMPO DE ORAÇÃO

Estamos vivendo tempos difíceis, em nossa nação, na economia, na política, nas igrejas, nas famílias.
Uma das expressões mais usadas hoje em dia, e que por isto mesmo já se tornou um refrão em todas as nossas conversações é:

EU NÃO TENHO TEMPO!

Algumas mães dizem que não tem tempo para orar...
Sim, realmente todas nós estamos ocupadas.
A vida hoje, com suas exigências requer muito de nós.


É um nunca acabar de dar-se...
De fazer...
De realizar...
e empreender...

HÁ TANTA COISA PARA FAZER... , mas não há tempo.

Há angústias reprimidas...
Remorsos...
Sentimentos de culpas pelo que deveria ser feito, mas...

NÃO HOUVE TEMPO!

Ah!... quanta palavra de amor e de apreciação que deveria ter sido dita.
Mas... NÃO HOUVE TEMPO.

A carta que esperava uma resposta...

Mas... NÃO HOUVE TEMPO.

A conversa com o que precisava de compreensão...

Mas... NÃO HOUVE TEMPO.

A visita ao doente, preso e necessitado...

Mas... NÃO HOUVE TEMPO!

Parar para ouvir o desabafo de um coração triste e sofredor...

Mas... NÃO HOUVE TEMPO.

O olhar que identifica e reconhece que você não é apenas mais um na multidão...

NÃO TENHO TEMPO!

Como numa incoerência o sábio de Deus diz:

HÁ TEMPO PARA TUDO!...

Aí está o segredo: - Tudo tem o seu tempo determinado.
E há tempo para tudo debaixo do céu.
Há tempo para fazer tudo!
Só não há tempo para não se fazer nada.
Só não há tempo para ... CRUZAR OS BRAÇOS.


Precisamos gastar o nosso tempo com o que é essencial, com o que faz a diferença, porque aqui somos apenas peregrinas, mais cedo ou mais tarde voltaremos para casa, e é importante que tenhamos vivido a vida abundante que Deus preparou para nós.

Amando a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, orando umas pelas outras , sorrindo com os que sorriem, chorando com os que choram....

Milhares e milhares de mães separam um hora para buscar a presença do Pai por seus filhos e escolas.

É você? É tempo de oração!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 


www.maesunidasemoracao.org
contato@maesunidasemoracao.org
(Editora do Blog: Cláudia Regina Farias)