Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sábado, 31 de agosto de 2019

NÃO SABEMOS A HORA EM QUE O INIMIGO VAI AGIR...



"Irmã Jane Esther,

Tenho o privilégio de participar deste Ministério que tem sido uma bênção inaudita em minha vida...

Procurarei ser breve, visto que meu testemunho é muito longo.

Meus filhos foram criados na igreja. Tenho cinco filhos: três meninos (10, 15 e 17 anos) e duas meninas (7 e 13 anos). Uma escadinha. Todos são responsáveis. Consagrados na igreja, participam das atividades normais da igreja para suas idades. Procuro passar para eles os valores espirituais e também os valores morais tão deixados de lado em nossa sociedade.

No final do ano passado, passamos por um trauma muito grande. Meu filho de 15 anos foi encontrado desmaiado, dentro do banheiro da escola onde ele estudava. Uma escola acima de qualquer problema. Todos os meus filhos estudam nela.

Recebemos um telefonema dizendo que ele tinha sido levado para o hospital. Ficamos desesperados, pois, nunca tivemos nenhum tipo de problema com eles na escola e também nenhum problema de saúde, a não ser, os normais: catapora, garganta inflamada, etc...

Bem, eu e meu esposo fomos correndo para o hospital e, quando lá chegamos formos informados que nosso filho estava no CTI e que era para aguardar o médico, pois ele viria nos atender e falar o que estava acontecendo...

Nossa aflição foi terrível. Meus demais filhos estavam em casa, junto com minha mãe. Durante o momento que esperava, liguei para algumas Mães Unidas em Oração e pedi que orassem pelo meu filho. Disse que ainda não sabia o que estava acontecendo, mais que eu cria no poder da Oração e que tudo iria ficar bem... Elas começaram a orar...

Ficamos aguardando, 42 minutos. Meu Deus... Que desespero! Irmã Jane Esther, por mais que eu clamasse a Deus, sentia minhas pernas tremerem e meu coração disparar...

Quando o médico veio nos atender, já estávamos esgotados de tanta aflição, mas confiantes de Deus estava no CTI, com meu filho.

O médico disse que nosso filho estava com problemas respiratórios, e o coração muito acelerado, mas que estaria esperando o exame de sangue para ter um diagnóstico preciso.

Um pouco mais de tempo e veio o resultado do exame de sangue onde ficou constatado que o nosso filho tinha sofrido uma overdose. Eu disse para o médico que era impossível, pois, meu filho nunca havia usado nenhum tipo de droga...

Bem, ficamos no hospital até tarde. Dois colegas dele de outra série da escola estavam conosco e disseram que não sabiam o que tinha acontecido, pois na hora estavam em aula...

O médico nos aconselhou a irmos para casa visto que nada mais poderíamos fazer a não ser aguardar as próximas horas. Nosso filho não usava drogas. O que tinha acontecido?

No dia seguinte fomos cedo para o hospital. O quadro do meu filho não tinha nenhum sinal de melhora. Ele continuava em coma... Continuávamos clamando a Deus. Minhas irmãs Mães Unidas em Oração estavam todas em oração. Algumas pessoas de minha Igreja Congregacional em São Paulo estavam orando...

Durante o coma de meu filho procuramos saber o que aconteceu e fomos informados que meu filho estava junto como alguns “colegas” tomando refrigerante e conversando na hora do intervalo... Por alguns minutos deixou o copo com o refrigerante na mesa do refeitório da escola e foi buscar um salgadinho. Ele voltou e continuou comendo o salgado e na hora que tomou o restante do refrigerante, começou a passar mal e com ânsia de vômito. Segundo os colegas ele foi para o banheiro, onde passou muito mal e vindo a desmaiar...

Bem, só saberíamos com certeza o que teria acontecido no momento em que ele acordasse...

Prezada irmã, foram seis longos dias, onde meu filho ficou no CTI. Graças a Deus ele voltou.

Ficou muito assustado com tudo. Foi então que a narrativa acima estava confirmada. Ele disse apenas que dois dos rapazes não era do grupo dele de colegas...

Os dois foram denunciados... Eles disseram para a polícia que apenas queriam fazer uma brincadeira com o “certinho” da turma.

Com são menores de idade, foram encaminhados para uma repartição de menores...

Bem, meu filho está bem. Não teve nenhuma sequela. Apenas ficou um pouco lerdo e triste, quando teve alta do hospital.

Todos os meus filhos ficaram com muito medo e também os demais colegas da escola.

Muito obrigada Mães Unidas em Oração. Vocês são extraordinárias...

Temos a FÉ que vê o invisível. A FÉ Crê no incrível e a FÉ recebe o impossível... Deus é fiel!

Espero que este testemunho sirva de alerta para as demais mães, pois os dias são maus. Precisamos pedir a proteção para os nossos filhos, pois não sabemos a hora em que o inimigo vai agir...

Myrthes Albuquerque da Costa Franco – São Paulo, SP
(Não foram citados os nomes dos filhos a pedido da Mãe)




Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE SETEMBRO DE 2019

É maravilhoso fazer parte de Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil e conhecer o extraordinário Programa de Oração Mundial em PGOs - Pequenos Grupos de Oração, que Deus deu a uma mãe: Fern Nichols, em 1984, no Canadá, e que já está em mais de 150 países... 

Um Ministério que durante anos tem sido referência na vida de milhões de mães ao redor do mundo!

Louvamos a Deus por mais um mês de oração pela vida de nossos filhos e escolas...

Agradecemos a vocês Mães Unidas em Oração que enviam seus pedidos e, através deles podemos elaborar o Calendário Nacional de Oração que tem norteado cada mãe no seu momento "A Sós com Deus"!
No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF. O Calendário não substitui o encontro semanal de 1 hora dos PGOs - Grupos de Mães Unidas em Oração.

Se a mãe pertence ao Ministério Internacional e não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!

Lembre-se que Mães Unidas em Oração é um Ministério de mãe com mãe..


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

NEM TUDO QUE RELUZ É OURO



“Prezada irmã Jane Esther,

Antes de escrever este testemunho, fiquei pensando se realmente deveria fazê-lo, mas, uma noite, depois de ficar sem dormir, pensando em minha família e em tudo que aconteceu, Deus falou ao meu coração, e, então resolvi escrever para a irmã, abrindo o meu coração e autorizando esta publicação, sendo que não gostaria que o que está grifado em vermelho, fosse publicado. Conto com a sua compreensão.


Uma das maiores alegrias que recebi do Senhor Jesus Cristo, foi o privilégio de conhecer através da Revista Visão Missionária (recebi de presente de minha tia que pertence a igreja Batista) o Ministério de Oração de Mães Unidas em Oração. Foi através do testemunho daquela mãe, cujo filho estava envolvido com drogas e que foi alcançado por Jesus, que meu coração transbordou. Na mesma semana entrei em contato com a irmã, para receber as informações necessárias, pois não conseguia mais, somente orar pelos meus filhos.... Eu queria mais... Para mim não tinha bênção maior do que colocar meus filhos no altar, junto com minhas companheiras de oração, uma vez por semana e sermos testemunhas da atuação de Deus na vida deles... Quantas bênçãos. Irmã Jane Esther... Coordeno 3 Grupos de Mães Unidas em Oração. Estou escrevendo e chorando de tanta alegria. Essa emoção não tem preço.

Somos uma família muita ativa na igreja, meus filhos (4 filhos: 2 meninos (9 e 12 anos); 2 meninas (13 e 16 anos) estão bem adaptados, ativos em suas respectivas faixas etárias. Meu marido, um servo de Deus profundamente comprometido com Deus, a família e o ministério.

Nos últimos 3 anos, por ocasião das férias das crianças e do verão, sempre recebemos o convite de uma família da nossa igreja, para passarmos um final de semana em sua casa de praia, o que com prazer aceitamos. É uma família muito querida é integrada na igreja. Nossos filhos são muito amigos e, freqüentemente, estamos juntos.

No 4º ano, como de praxe, fomos. Estávamos felizes com a possibilidade de descansarmos um pouco, visto que, o ano fora muito desgastante.

Pedi a minhas companheiras de Grupo de Mães Unidas em Oração que, durante a semana, orassem por meus filhos nessa viagem e, também, pela estadia na casa de praia. Mesmo indo todos os anos, sempre ficava preocupada com a piscina, com o mar, etc....

Minha filha mais velha relutou muito para ir, mas, no fim, acabou cedendo. Saímos na sexta-feira, sabendo que ficaríamos uma semana. Desde que chegamos, senti minha filha muito grudada conosco, arredia, fechada, mas...

Ela sempre entrava no mar com os irmãos. Quando íamos para piscina ficava perto de mim.

Sabe, irmã Jane Esther, minha filha é uma menina muito bonita. Chama muito a atenção. Temos muito amor por ela, pois além de ser muito meiga, delicada, estudiosa, centrada, é temente a Deus e comprometida com a obra do Senhor. Os dias passaram rápidos e muito gostosos.

No sábado, pela manhã, bem cedo, fui ao banheiro e a porta estava trancada. A luz estava acessa. Esperei um pouco e voltei para o quatro. Passada uma meia hora, voltei e novamente a porta estava trancada e a luz acessa. Perguntei baixinho se tinha alguém passando mal e, ouvi a voz de minha filha. Ela estava chorando... Pedi que abrisse a porta e depois de muito relutar, ela abriu.... Estava trêmula e pálida... Eu a levei para o quarto... Foi então que me deparei com uma situação extremamente revoltante. Minha filha me fez prometer que o que ela iria me falar, eu não poderia dizer para meu esposo, até voltar para casa. Eu prometi!

Foi então que ela começou a relatar algo que eu não queria saber, nem ouvir...Ela me disse que a pessoa que nos fez o convite para irmos a casa de praia, vinha cercando ela na igreja algumas vezes e jogando indiretas, mas como ela não queria causar problemas e sabia da amizade do pai com ele, preferiu ficar calada.Por isso que ela relutou em vir para passar a semana.

Mas que, na noite anterior, o homem entrou no quarto dela, onde dormia as meninas, colocou a mão em sua boca para ela não gritar e tentou ... mas, ela deu uma joelhada, deu vários pontapés nele e saiu correndo para o banheiro onde permaneceu até de manhã. Ela disse que ele nunca tinha feito aquilo antes. Ela estava apavorada...

Naquele mesmo dia, conversei com meu esposo, sobre a possibilidade de voltarmos após o almoço. Ele não criou obstáculos e voltamos.

Naquela mesma semana conversei com meu esposo sobre o que tinha acontecido. Ele ficou tremendamente abatido e triste, por desconhecer o caráter de alguém que convivia com ele há tanto tempo.

Resolvermos ir ao Pastor para nos aconselhar e pedir orientação sobre como agir. Ele disse que não compartilhássemos isso com ninguém. Era para orarmos e entregarmos tudo nas mãos de Deus.

Durante todas as reuniões semanais de nosso Grupo de Mães Unidas em Oração, eu sempre colocava, em silêncio, minha filha no altar para que Deus resolvesse aquela situação da melhor maneira possível para que não houvesse um escândalo, pois seria terrível para todos e para o evangelho.

A família dele não sabe de nada até hoje, nem nossos filhos. Depois de vinte sete dias, Ele sofreu um acidente de carro e veio a falecer. A igreja sofreu muito, afinal é compreensível, pois não sabia de nada. Esse assunto foi enterrado com ele.

Minha filha está bem. O trauma passou. Ela continua integrada na igreja.

Prezada irmã Jane Esther, o motivo desse testemunho é para alertar nossas irmãs para que tenham cuidado com seus filhos. O inimigo pode estar dormindo dentro da nossa casa.”

Mãe Unida em Oração – Curitiba, PR
(Este testemunho foi publicado com autorização expressa da mãe. Os nomes são omitidos para preservar o sigilo dos filhos)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 





contato@maesunidasemoracao.org 

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M., S. de Paula Rosa)



IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

domingo, 25 de agosto de 2019

UM JUGO DESIGUAL


"Sou mãe de 2 filhas casadas felizes e abençoadas, mas nem sempre foi assim...

Suzana, minha filha mais velha se envolveu em um relacionamento com um rapaz de uma família que não temia a Deus (Jugo desigual)..


Essa pessoa a fazia sofrer muito, e com ela toda a família é claro, mas ela não ouvia ninguém. Seu coração estava preso a ele, ele se aproveitava desse amor e a enganava com outras..

Fazia pouco caso dela, desmanchava e voltava quando queria. Pintava o sete com ela.

Minha filha já não tinha mas alegria estava sempre angustiada, afastando-se da família, dos que amavam, na Igreja..

Ela era professora de Departamento infantil e por causa da influencia dele, já não se empenhava como antes. Não ia mais com a mesma frequência para não contraria-lo..


Os que os conhecia tentava abrir-lhe os olhos, mas não adiantava, ela estava presa a ele. Amor, paixão teimosia... Não sei o que a prendia àquele relacionamento que durou 6 anos...

Falar em casamento nem pensar, (o que eu achava ótimo). Não queria que minha filha casasse com aquele rapaz que só iria fazê-la sofrer...

Um belo dia resolveram ficar noivos, o que durou pouco pois com alguns meses de noivado ele desmanchou...

Ela sofreu muito... Pensei que minha filha iria morrer de tanta tristeza...

Voltando o relacionamento uns meses depois nada mudou, as brigas, traições tudo a mesma coisa. Eu ,estava perdendo minha filha para aquele homem que não a amava, pelo contrario, queria destruí-la.

Foi então que resolvi dar um basta, sabia que so falar não adiantaria, mas sim, intensificar minhas orações....

Pedia a todos que orassem por ela...

Neste tempo comecei a me reuni sempre que possível com uma Mãe Unida em Oração (Leandra) da minha igreja e a pedir que me ajudasse em oração para que Deus entrasse com providências neste relacionamento..

Deus agiu poderosamente nas nossas vidas, e abriu os olhos da minha filha mostrando a ela que aquele rapaz não fazia parte dos planos de Deus para ela...

Deus colocou um homem de Deus, seminarista (Renato) na vida da minha filha...

Eles se casaram e são muito felizes..

São bênçãos na Igreja é nas nossas vidas.

Quero dizer para você que é mãe que não desista do seu filho seja qual for a situação...

Não tente resolver com suas forças...

Por muito tempo achei que eu conseguiria...

Entendi que Deus queria que eu entregasse essa causa para que Ele cuidasse. Ele é fiel!"

(Suzethi Eduardo de Azeredo Lopes - Coordenadora de Mães Unidas em oração em Niterói, RJ)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

EU SEI EM QUEM TENHO CRIDO!


"Amada Jane Esther...

Tenho quatro filhos: Guilherme,12 anos; Arthur 15; Rodrigo 17 e Matheus 19. Meu filho Rodrigo era um menino dócil, educado, assíduo nos trabalhos da igreja. Fazia parte da equipe de esportes, de louvor. Enfim, um filho que toda mãe gostaria de ter.

Meu esposo foi promovido na empresa e precisamos mudar de cidade. Tivemos que mudar nossas vidas...

Meu filho Rodrigo, com 17 anos sentiu muito a mudança, principalmente no que se refere a igreja e os colegas. Ele fui cursar o último ano do Ensino Médio em um colégio, totalmente diferente do anterior. Lá, ele fez amizades com colegas errados e começou a mudança drástica em sua... Foi a destruição de meu filho.

Em pouco tempo começou a usar drogas. Primeiro, veio a maconha e depois se tornou usuário de cocaína e depois o crack. Era uma luta. Largou escola, igreja... Tinha vezes que ficava a semana toda sumido... Um calvário!



Internamos ele algumas vezes, fizemos de tudo para ele se recuperar, mas não adiantava...

Um dia, ouvi uma irmã falar com fé sobre o Poder da Oração. Do Deus que liberta, que cura, que transforma. Era o Programa REENCONTRO. Quem falava era a irmã Jane Esther.

Fiz minha inscrição online e recebi todas as informações. Pedi a Deus outra mãe e comecei meu grupo de oração, cuja finalidade principal era meu filho...

Durante 1 ano e 15 dias, clamei a Deus pelas vida de meu filho, para que ele fosse resgatado.. Eu também orava pelos outros três filhos, mas o meu filho Rodrigo precisava urgentemente de libertação.

Mesmo passando por um dos piores momentos da minha vida, não deixava que nada interferisse no meu momento de oração a Sós com Deus, todos os dias e também no encontro com as demais mães do meu Pequeno Grupo de Oração que foi crescendo e acabamos tendo que dividir em dois... Com o tempo fui vendo que outras mães também precisavam de libertação de seus filhos.

Eu clamava Senhor que libertasse meu filho... Chorava diante do Senhor. Seguia os Quatro Passos Para Oração, diariamente. Eu sabia que meu filho sairia das drogas.

Um dia meu filho, muito magro, abatido, olhar perdido, chegou para mim e disse: "Mãe, não quero mais esta vida. Por favor, me ajude...."

Foi a primeira vez que ele pediu ajuda de maneira sincera. Ele tomou a decisão de deixar aquela vida e Deus entrou com providências...

Meu filho foi liberto! Meu filho voltou para nós! Sim, meu filho está livre das garras da destruição! Amém!

Mãe, nem pense em abandonar seu filho! Ele precisa de você!"

Teresa C. M. Sant'Ana

Mãe Unida em Oração, São Paulo, SP
(Testemunho usado com permissão da mãe)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html
Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”

terça-feira, 13 de agosto de 2019

EU NÃO EXISTO PARA VOCÊ!


Sou diretora da área clínica de um hospital. Minha vida sempre foi muito intensa. Meu tempo é escasso.

Tenho uma empregada que mora comigo desde que minha filha mais velha nasceu. Ela é imprescindível na minha vida. Faz parte da mesma igreja que eu. Ela tem seu grupo de Mães Unidas em Oração. Muitas vezes me convidou para participar, mas eu dizia que não tinha tempo...

Meu esposo é engenheiro de uma grande empresa e viaja muito. Raramente está em casa. Quando é possível, frequento a igreja.

Certo dia, cheguei em casa para jantar. Estava com meu filho menor aguardando para jantarmos, mas minha filha não aparecia. Fui ao quarto dela e quando cheguei presenciei uma cena que jamais irei me esquecer. Minha filha que estava prestes a completar 15 anos. Estava desmaiada. Seus pulsos cortados e esvaindo em sangue. Entrei em desespero. Comecei a gritar. Meu filho mais novo, e minha empregada, vieram imediatamente. Que agonia!

Estava em pânico. Maria dos Anjos, minha empregada, telefonou imediatamente para o hospital onde eu trabalhava e pediu socorro. Logo eles enviaram uma ambulância. Minha filha estava correndo risco de morrer. Quanto desespero... Quanta angústia...

Bem... Depois que passou todo risco e minha filha acordou, perguntei a ela por que ela fez aquilo. Ela me disse: “- Você não dá a mínima para mim! Eu não quero seus presentes! Eu quero você! Eu não existo para você! Ela falava isso e chorava, desesperadamente...

Naquele momento, fiquei perplexa. Muitas coisas aconteceram para minha filha chegar aquele estado. O que eu estava fazendo com minha família? Eu estava dando prioridades as coisas matérias e deixando meus filhos de lado. Quantas perguntas eu me fiz. Quanto remorso! Quanto sentimento de culpa!

Saí do quarto dela e fui para minha sala, e ali, sentada em minha cadeira, com a cabeça na mesa, chorando, pedi a Deus que me perdoasse e me ajudasse a resgatar o amor dela por mim...

Foram dias e dias de muito sofrimento de muita angustia. Eu mudei minha vida. Priorizei meus filhos.

Vi o quanto Maria dos Anjos orava por ela e como seu grupo telefonava para saber como ela estava. Meus filhos eram filho espirituais de Maria dos Anjos....

Naquele momento Deus tocou em meu coração e eu senti o desejo de participar do Grupo de Mães Unidas em Oração e de colocar toda vida de meus filhos, principalmente de minha filha no altar do Senhor. Queria que ela me perdoasse. Eu precisava de ajuda...

Depois de 1 ano e 6 meses orando, Deus restaurou e resgatou o amor de minha filha por mim.

Deus seja louvado!

(Maria Helena B. F. – Mãe Unida e Oração, São Paulo, SP)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?


www.momsinprrayer.org

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548


(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

domingo, 11 de agosto de 2019

NÃO VOU MAIS USAR DROGAS... NÃO QUERO MORRER!


“Em 2002 o meu filho mais velho se envolveu com as drogas através dos colegas, da escola. Foram longos 6 anos e meio chorando e intercedendo. Deus me deu a a vitoria, pois, ele voltou para igreja e hoje é levita ...

Em 2009 meu filho caçula saiu da presença do Senhor e também se envolve com as drogas. Mesma coisa... Através dos colegas na escola!

Para mim foi muito difícil, pois já havia passado por essa situação e dessa vez foi um desespero total. Pensei que ele poderia ter aprendido com a experiência do irmão mais velho, mas não foi isso que aconteceu...

Até o final de 2014 não tinha forças e nem ânimo para batalhar... Várias vezes quis expulsá-lo de casa, pois não aguentava mais essa situação, porém Deus ministrava em meu coração para não tomar tal atitude..
.
Fui a um encontro de mulheres que estavam orando, mas quando pedi para que elas me ajudassem em oração foi uma decepção... Não era o que eu procurava...

No inicio de 2015, ao entrar em uma livraria vi um livro chamado: Todo Filho Precisa de Uma Mãe que Ora! Comecei a ler... Não parava de ler... Em menos de uma semana tinha “devorado” o Livro...

Como o livro me deu ânimo para interceder! Que bênção! Quantas experiências maravilhosas!

Procurei conhecer o Ministério que no Livro estava escrito Moms In Touch International. Comecei a pesquisar na internet e ao entrar no site da Editora Hagnos, que imprimiu o Livro vi o nome do Ministério Moms In Prayer International e, dali encontrei o site do Brasil e recebi todas as informações.

Com algumas mães da minha igreja, ainda no mês de janeiro começamos a orar e formei o meu primeiro grupo de Mães Unidas em Oração...

Bem... Vou ser bem resumida...Houve um acampamento de carnaval e uma das mães sugeriu que eu pudesse levar meu filho... Foi difícil, pois ele não queria aceitar... Entreguei nas mãos de Deus... Fiz a inscrição dele e pedi que as Mães Unidas em Oração, orassem comigo... Entreguei a Deus a situação sabendo que Deus iria fazer o melhor!

Meu filho começou a me chantagear... Chorei demais, mas não aceitei as chantagens dele, apenas confiei em Deus.

No dia do acampamento fomos ‘’eu’’ e ‘’ele’’, e lá no acampamento para honra e gloria de Deus, de uma maneira miraculosa, meu filho foi tocado pelo Espírito Santo de Deus e liberto das drogas. Ele disse: "Não vou mais usar drogas...Não quero morrer!" Foi uma transformação total... Algo indescritível! Miraculoso. Agora meu filho esta indo para casa do Senhor. Sei que satanás não esta feliz. Mas peço sempre aos anjos do Senhor que acamparem ao redor dele...

Deus é maravilhoso!

Contei minha historia, pois sei que serve como animo para muitas mães que estão passando pela mesma dificuldade...”

EU CREIO NO PODER DA ORAÇÃO FEITA EM NOME DE JESUS!



Ângela Thomaz da Costa

(Líder de grupo de Mães Unida em Oração, São Paulo, SP)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

quinta-feira, 8 de agosto de 2019

ORANDO PELAS CRIANÇAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS!


Vamos orar pelas crianças portadoras de necessidades especiais (excepcionais); vítimas de maus tratos ou rejeição; vítimas de violência física ou sexual; enfermidades; abandono; sem escola; pelas crianças de nossa comunidade de fé e pelas que ainda não foram alcançadas pela ação transformadora do Evangelho de Cristo; por aquelas que estão nas ruas, no tráfico, na prostituição, na infração e nas casas de abrigo para menores infratores; pelas crianças atendidas pelas obras sociais (creches, escolas, projetos, etc); pelas crianças em situação de risco; portadoras de doenças terminais e em situação de pobreza, miséria e fome.

Algumas sugestões:


1. Oferecer aparelhos adequados para ajudar as crianças a se movimentarem, permite uma independência maior e, talvez, acesso ao trabalho.

2. Ensinar atividades para a vida diária diminui a dependência das crianças com deficiências, e os pais têm mais tempo para outras atividades.

3. Ensinar a linguagem dos sinais permite que as crianças que não escutam se integrem às outras pessoas e se tornem membros da comunidade mais confiantes e produtivos.

4. Os cuidados com a saúde (por exemplo, vacinas, nutrição) e as necessidades educacionais são as mesmas para todas as pessoas, mas as evidências sugerem que há desigualdade:

•As crianças com necessidades especiais têm uma maior probabilidade de morrerem jovens por serem pobres ou negligenciadas.

•As crianças com necessidades especiais têm maior probabilidade de serem mal-nutridas.

•Em alguns países, 80% das crianças com necessidades especiais podem morrer com menos de cinco anos.

•Menos de 2% das crianças com necessidades especiais sérias recebem educação nos países em desenvolvimento.

•As mulheres com necessidades especiais têm 2 a 3 vezes mais probabilidade de serem vítimas de abuso físico ou sexual.

5. As necessidades especiais estão vinculadas à pobreza, razão pela qual é necessário ter planos e estratégias para ajudar estas pessoas especiais.

6. A meta de quem trabalha com portadores de necessidades especiais deve ser trabalhar com as suas capacidades e não com as suas deficiências.

OS BEM-AVENTURADOS NA VISÃO DE UMA CRIANÇA ESPECIAL - ORE PARA SER UMA PESSOA BEM-AVENTURADA:

1. Bem aventurados os que compreendem o meu estranho caminhar e as minhas mãos atrofiadas.

2. Bem aventurados os que sabem que os meus ouvidos têm que se esforçar para compreender o que dizem.

3. Bem aventurados os que compreendem que, ainda que os meus olhos brilhem, minha mente é lenta.

4. Bem aventurados os que olham e não vêem a comida que eu deixo cair fora do prato.

5. Bem aventurados os que, com um sorriso nos lábios, me estimulam a tentar mais uma vez.


(Pr. Gilberto Celeti - Executivo da APEC)



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora

Você já orou pelo seu filho hoje?



contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 


(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

COMO SER UMA MÃE MELHOR ATRAVÉS DA BÍBLIA


A Bíblia tem ensinamentos valiosos que podem ajudar as mães a cumprir melhor suas obrigações relacionadas à maternidade. Mães Unidas em Oração Internacional ora a Palavra de Deus sobre a vida de seus filhos. As promessas de Deus são únicas, exclusivas e intransferíveis. Veja:


1 – Como devemos enxergar nossos filhos
“Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão.” (Salmo 127:30)

2 – Para mães jovens e pouco experientes
“Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa”. (Tito 2:4,5)

3 – Compaixão pelos filhos
“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre?” (Isaías 49:15)

4 – Dar-lhes uma boa educação: 
"Instrui a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”. (Provérbios 22:6)

5 – Ensinar-lhes o Evangelho
“Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando–te e levantando–te.” (Deuteronômio 6:5-7)

6 – Corrigi-los
“E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela.”(Hebreus 12:11). “A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe.”(Provérbios 29:15)

7 – Dar regras e mantê-las
“Não retires a disciplina da criança.” (Provérbios 23:13)

8 – Ser uma mãe bondosa, pura, tranquila e moderada
“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros”. (Efésios 4:29-32) “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gálatas 5:22)

9 – Não fazer brincadeiras de mau gosto nem provocações
“Vós, pais, não irriteis a vossos filhos, para que não percam o ânimo.”(Colossenses 3:21) “E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.” (Efésios 6:4)

10 – Cumprir suas responsabilidades sem temor
“Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.” (2 Timóteo 1:7)

Além das admoestações deixadas pelos profetas do Senhor, podemos ler histórias inspiradoras nas escrituras de mães maravilhosas como Sara, Raquel, Joquebede, Ana, Maria – mãe de Jesus – e outras mulheres e mães que exerceram sua fé inabalável no Senhor, sacrificaram-se pela maternidade, mostraram seu amor abnegado pelos filhos, foram retas e desenvolveram uma poderosa força espiritual.

Que possamos, como Mães Unidas em Oração Internacional, moldar nossas vidas segundo esses ensinamentos e exemplos de sucesso.


Extraído do site: família.com.br.  Adaptado

"Nada, ABSOLUTAMENTE nada resiste ao Poder da Oração feito em nome de Jesus!" (Jane Esther de Paul Rosa)



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

Site Internacional: momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

FATORES QUE LEVAM OS FILHOS A SEREM REBELDES E POSSÍVEIS SOLUÇÕES



Segundo o velho ditado, "Tal pai, tal filho". Mas há outro ditado não menos verdadeiro: "Toda regra tem exceções".

Geralmente, de lares sólidos, lares equilibrados, de pais bem formados e educados, saem filhos bons, bem formados e educados; mas, infelizmente, esta regra acaba caindo por terra em alguns casos, quando os filhos se apresentam com personalidade rebelde.

Nos relatos históricos, desde a época bíblica, vemos reis maus que tiveram filhos que governavam com justiça e sabedoria; e igualmente houve reis justos que tiveram filhos que governavam com abusos e prepotência. Como isso é possível?

Como explicar os filhos rebeldes?

De modo geral, podemos destacar algumas possíveis causas deste fenômeno:

1. Um fator é que os pais de família, ainda que sejam boas pessoas, corretas e do bem, podem ser (sem má intenção, logicamente), péssimos educadores ou formadores. É muito difícil transmitir valores, virtudes e códigos de conduta, e às vezes, só o bom exemplo não é suficiente.

2. Os filhos que manifestam comportamentos difíceis são facilmente reconhecíveis desde que nascem. Quando bebês costumam acordar muitas vezes durante a noite, chorando muito, fazendo chantagens.  Começam a perceber o comportamento da mãe e como podem conseguir o que querem. Também costuma ocorrer de não terem meio-termo: vão de um extremo ao outro. Suas alegrias são transbordantes, mas, de repente, ficam bravos e são incapazes de controlar sua ira e sua raiva.

3. Cada filho ocupa um lugar diferente na realidade familiar e mantém relações diferentes com cada membro. Não é a mesma coisa ser o primeiro, segundo ou terceiro filho, porque as circunstâncias de uma família mudam constantemente.

4. A rebeldia também pode começar na infância, quando os pais e avós cometem o erro de "comemorar" certas atitudes, palavras e gestos equivocados, levando a criança a pensar que o que está fazendo é o certo. 

5. Em outros casos, mesmo com a melhor intenção do mundo, os pais acabam manifestando, ainda que inconscientemente, preferência por algum dos filhos, o que pode gerar a rebeldia, unida a ciúme, inconformismo ou agressividade. Lamentavelmente, tem famílias que esta manifestação é explícita!

6. Às vezes, ainda que não haja preferências por parte dos pais, um dos filhos acaba mal-interpretando certas situações como se fossem contra ele, o que gera más reações, levando ao mesmo círculo vicioso.

7. Outra das possíveis explicações está em que os pais não sabem lidar com os primeiros caprichos infantis dos filhos, e acabam querendo agradá-los sempre e em tudo. A criança, se não for corrigida e não assimilar bem a educação recebida  vai crescer mimada, intragável,  insubordinadas, intolerantes, sem educação, acima do bem e do mal...

8. Há pais que só prestam atenção no que os filhos fazem de errado. Passam o dia todo dando broncas, jogando na cara deles o que fizeram de ruim. Isso pode gerar baixa autoestima e raiva nas crianças.

9. Outro dos fatores está inclusive nos próprios irmãos ou nas crianças do bairro ou escola, que ficam apontando os defeitos da criança; esta vai se fechando em um comportamento negativo, especialmente se for muito sensível. Todo cuidado dos pais ainda é pouco.

10. Em outros casos, na maioria das vezes, o rebelde é o filho do meio, que não tem as responsabilidades do mais velho (a quem os pais costumam usar como exemplo ou colocar como responsável pelos outros irmãos) nem toda a atenção do filho mais novo (que costuma ser mais mimado que os outros). O filho do meio, neste caso, pode crescer com ressentimentos.

11. Muitos pais consideram que a melhor forma de educar os filhos é impondo regras muito rígidas, quase ao estilo militar, mas isso é errado. Os pais rígidos demais acabam criando filhos retraídos e amedrontados, ou desrespeitosos e rebeldes.

12. Em outros muitos casos, os filhos difíceis são reflexos de certas anomalias familiares, ou seja, são como a ponta do iceberg, pois tornam visíveis os problemas latentes e reprimidos na família. O filho rebelde acaba sendo o bode expiatório e distração do verdadeiro problema familiar.

13. O contexto social em que vivemos não ajuda a educar os filhos. Esta sociedade violenta, competitiva, hostil, queiramos ou não, influencia muito negativamente as crianças, a umas mais que a outras, dependendo das circunstâncias.

O que fazer?

Seja como for, quanto antes for buscada a solução, melhor – começando pela identificação da(s) causa(s). Quanto antes for feita a intervenção, menor será o sofrimento da família e, sobretudo do filho.

Uma ajuda profissional pode contribuir para identificar o problema. Se este estiver na família, é preciso modificar a dinâmica familiar. Esta mudança é difícil quando os membros da família se consideram isentos de qualquer responsabilidade, negando ter algo a ser revisto. É muito mais fácil quando os pais, e inclusive os irmãos, se envolvem.
Independentemente da causa e da suposta rebeldia, sempre deve haver comunicação entre os pais, para esclarecer as coisas o quanto antes com o filho – daí a importância da observação.

Se a causa da rebeldia realmente não está nos pais, juntos e privadamente, precisam falar com o filho sobre o que acontece, sobre seu comportamento, para que ele possa ver todas as qualidades que tem para superar seus problemas.

É necessário fazer tudo isso com carinho, mostrando que estas correções são feitas por amor, e depositar um voto de confiança no filho.

Os pais NUNCA devem classificar seu filho como "o filho rebelde", "a ovelha negra", porque fazer isso pode trazer consequências ainda mais negativas.

Isso desespera e isola ainda mais o filho difícil, pois ele procurará ajuda e apoio fora do núcleo familiar, e provavelmente nas pessoas incorretas. Os pais nunca podem descuidar dos seus filhos, confiando sua educação a terceiros.

O que acontece se o problema não for solucionado?

Estes filhos podem ter problemas de comportamento e também dificuldades para lidar com suas emoções, e a tendência será mostrarem-se extremamente críticos consigo mesmos.

Em outros casos, os filhos desenvolvem transtornos depressivos, dependência química, até degenerar em transtornos de personalidade.

Por outro lado, costuma achar que não merecem ser amados, já que as mensagens que receberam da sua família ao longo dos anos é que só trazem problemas, só causam dano, suas reações são sempre inadequadas, estão sempre exagerando etc.

Para a psicologia positiva, ao falar do comportamento das pessoas, costuma-se utilizar três palavras que tendem a ser confundidas: personalidade, caráter e temperamento. Mas são termos muito diferentes.

O temperamento se baseia na herança genética. O caráter é construído ao longo da vida, a partir da sua experiência e da cultura em que se encontra. O temperamento e o caráter são os elementos que formam a personalidade do indivíduo.

Assim, o DNA e o contexto de vida têm um papel primordial na personalidade de cada um. 
Não podemos negar os genes de uma pessoa, mas tampouco seu ambiente externo.

No entanto, felizmente, existe o livre arbítrio, que, baseando-se na razão, permitirá que cada um de nós tenha capacidade de escolher seu caminho.

A pessoa não pode escolher seu destino, pois sempre haverá eventos fortuitos que podem mudar o rumo da vida, mas sempre terá capacidade de levantar-se, seja qual for a situação, e prosseguir até o final.

Pais que são bons, apesar de eventuais erros educacionais, não têm culpa de que seu filho adulto seja uma pessoa difícil.

Culpar os pais pela personalidade difícil do filho, quando foram bons, normais e bem formados, é um erro. Há muitos fatores que entram em jogo na formação da personalidade. Um filho não é preguiçoso na escola necessariamente por culpa dos pais, por exemplo.

Por outro lado, ninguém pode ser 100% bom ou 100% mau. Se alguém erra, pode se arrepender, porque há algo bom nele, e aqui as emoções e maneira de pensar podem influenciar consideravelmente.

No caso em que os pais não conseguem fazer nada diretamente para combater o problema da rebeldia dos filhos, sempre será possível lutar interiormente por combater neles mesmos a tendência negativa – que pode dar-se em diversos graus – que os preocupa dos filhos, e oferecer a Deus sua luta como oração.

É sempre importante orar  por esse filho e confiar a Deus a solução. É obvio que Deus vai agir. Deus é bondoso e misericordioso. Ele atende ao pedido de uma mãe, quando sinceramente busca a ajuda DELE, mas não como barganha e, sim, por meio da convicção, da fé de que Ele vai agir no tempo próprio.

(https://pt.aleteia.org/2015/03/04/ - Texto adaptado por Jane Esther)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora

Você já orou pelo seu filho hoje?



contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)


IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

DIFERENTES TIPOS DE ORAÇÃO


Existem vários tipos de oração na Bíblia. Orar é falar com Deus. Assim como temos muitas conversas diferentes com nossos amigos, também fazemos muitas orações diferentes, dependendo do contexto.
1 - Oração de Ações de Graça > é dizer obrigado a Deus. É a oração de gratidão pelas bênçãos recebidas diariamente. É a expressão máxima de reconhecer que dependemos unicamente do Pai. Todos os dias devemos agradecer a Deus por tudo aquilo que Ele tem feito em nossa vida. 

2 - Oração de Louvor > é juntarmos todas as expressões possíveis de louvor a Deus e expressar em palavras, glorificando ao Seu Nome. É louvar a Deus pelo que Ele faz. 

3 - Oração de Adoração > é exaltarmos unicamente a Deus por tudo aquilo que Ele é.

4 - Oração de Arrependimento > é a oração de auto- análise do próprio coração diante de Deus. Não podemos esquecer que somos pecadores e necessitamos de perdão. Não podemos ser vagos nesse tipo de oração, mas confessar todos os nossos pecados cometidos durante o dia, com detalhes. O Espírito Santo vai ajudar a lembrar de todos os atos ruins e que iriam atrapalhar a comunhão com o Pai. (Sl 51)

5 - Oração de Intercessão > é a oração em favor de outras pessoas, colocando-se no lugar delas e pleiteando a causa como se fosse sua. Pedimos que a vontade de Deus seja feita na vida de outros. É importante fazer uma lista das pessoas pela quais iremos orar para anotar a data da resposta. (Lc 22:31-32)

6 - Oração de petições > é um pedido feito a Deus visando satisfazer as nossas necessidades pessoais, sempre baseada nas promessas divinas. É a oração preferida de toda criança na fé, mas também a preferida daqueles que não crescem na fé e no conhecimento de Deus. Quanto mais conhecemos a Palavra de Deus, mais vamos ter respostas de nossas orações. (Mt 7:7; Lc 11:9, Jo 16:24)


Dependemos de Deus para tudo. Por isso, quando precisamos de alguma coisa, devemos pedir a Deus (Filipenses 4:6). Podemos pedir:

  • Sustento – para que Deus forneça aquilo que precisamos na hora certa; mesmo nas horas mais difíceis, Deus ajuda a nos sustentar. (Mt 6:11)

  • Sabedoria – para entender o que é certo e errado e como agir. (Tg 1:5)

  • Orientação – para saber que caminho seguir; Deus pode responder a essa oração de muitas formas.

  • Sonhos – para que Ele nos ajude a alcançá-los. (Pv 16:3)
Podemos fazer muitos outros pedidos a Deus além desses. Em tudo devemos primeiro pedir que seja feita a vontade de Deus. (Mt 6:10)

7 - Oração de Consagração > é a oração feita quando não sabemos a vontade de Deus. Quando estamos esperando a resposta de nossa oração precisamos ter uma atitude de submissão à vontade de Deus. Vamos nos consagrar e esperar para conhecer e seguir a vontade divina. (Rm 12:1).

8 - Oração de Entrega > é a oração feita quando alguma coisa chega em nossa porta que nos trás preocupação, inquietação. Você ora e transfere tudo ao Senhor. Entrega nas mãos do Pai e descansa no Senhor. (Sl 37:5)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".