Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sexta-feira, 31 de julho de 2020

A IMPORTÂNCIA DA BENÇÃO DOS PAIS NA VIDA DOS FILHOS

Quando eu era jovem não conseguia sair de casa sem a benção dos meus pais. Muitas vezes, minha mãe chateada não respondia ao nosso pedido de benção e nós disfarçávamos entrávamos e saíamos até nossa benção ser liberada. E mesmo adulta e velha sempre pedi a benção dos meus pais.

Nós tínhamos a sensação de que faltava alguma coisa que faria toda diferença no nosso dia, nas nossas vidas, e faltava, faltava  o "Deus te abençoe e te guarde" "Jesus te abençoe".

Hoje, passados os anos, tenho absoluta certeza da importância da bênção dos pais na vida dos filhos.

Esse pequeno gesto alegra e honra muito os pais. E ao dizerem "Deus te abençoe" "Jesus te abençoe", sentíamos que estávamos cobertos de proteção!

A benção é o bem que vem de Deus, é a graça derramada. Nós reconhecemos que nós mesmos, não temos bênçãos para dar aos nossos filhos, pois somos tão dependentes da Graça de Deus como eles. Quem tem bênçãos para dar é O Senhor. E ao responder ao pedido de bênção de um filho, respondemos com uma pequena oração Àquele que tem todas as bênçãos para derramar sobre nós.

Os pais, principalmente as mães têm uma missão sagrada na terra, pois deles dependem a geração e a educação dos filhos de Deus. Eles são os primeiros mensageiros de Deus na vida dos seus filhos, sobre os quais têm o poder de atrair as dádivas de Deus.

"Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar". (Dt 6:6,7).

"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele." (Pv 22:6)

Não importa qual seja a idade do filho, você deve e ensina-lo a pedir a benção, você deve sempre abençoa-lo e ele sempre deve entender a importância  da sua bênção.

É a Bíblia que nos alerta da necessidade dessa bênção. Toda a Bíblia está repleta de passagens indicando a importância que Deus dá aos pais na vida dos filhos. Os pais são os cooperadores de Deus na criação dos filhos e, dessa forma, são também um canal através do qual a bênção divina chega aos  filhos.

Nós, Mães Unidas em oração Internacional, oramos e abençoamos nossos filhos assim:

"O Senhor te abençoe e te guarde;
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti;
O Senhor sobre ti levante o rosto e te dê a paz." (Nm 6:24-26)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548


(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quinta-feira, 30 de julho de 2020

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE AGOSTO DE 2020

É maravilhoso fazer parte de Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil e conhecer o extraordinário Programa de Oração Mundial em PGOs - Pequenos Grupos de Oração, que Deus deu a uma mãe: Fern Nichols, em 1984, no Canadá, e que já está em mais de 150 países... 

Um Ministério que durante anos tem sido referência na vida de milhões de mães ao redor do mundo!

Louvamos a Deus por mais um mês de oração pela vida de nossos filhos e escolas...

Agradecemos a vocês Mães Unidas em Oração que enviam seus pedidos e, através deles podemos elaborar o Calendário Nacional de Oração que tem norteado cada mãe no seu momento "A Sós com Deus"!

No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF. O Calendário não substitui o encontro semanal de 1 hora dos PGOs - Grupos de Mães Unidas em Oração.

Se a mãe pertence ao Ministério Internacional e não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!

Se você sentiu o toque do Espírito Santo para participar, o primeiro passo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil é fazer sua inscrição como Mãe (biológica, adotante ou espiritual) colocando seu(s) filho(s) e a escola adotada em oração na Rede Mundial de Oração.

É só fazer a inscrição para receber todas as informações necessárias através do link:
http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Tão logo encontre outra mãe que também tenha sido tocada pelo Espírito Santo comece seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Foi assim que começou com Fern Nichols em 1984, no Canadá. Ela levou seu filho para escola e viu que ele estava mudando de comportamento. Começou a orar e pediu a Deus outra mãe que estivesse passando pela mesma situação. Assim começou Moms In Prayer International e, hoje, estamos em mais de 150 países! Mistério Insondável de Deus! 

Lembre-se que Mães Unidas em Oração é um Ministério de mãe com mãe..

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora!
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

O CUIDADO DE DEUS NAS PEQUENAS E NAS GRANDES COISAS



"Prezada irmã Jane Esther

Desejo compartilhar com as mães o testemunho de dois fatos que ocorreram comigo e meu filho.

1º Fato: Sempre que meu filho sai sem a companhia de alguém conhecido de confiança, peço a Deus que o guarde e que o traga de volta em segurança (creio que seja um pedido comum de toda mãe).

Em um domingo à tarde e meu filho veio me pedir para ir à igreja de um colega da escola, disse que era congresso dos adolescentes e que gostaria muito de ir, meio desconfiada, deixei que fosse.

Fui à igreja e no caminho de volta, junto com meu esposo, passamos em frente a uma boate, que fora criada exclusivamente para adolescentes... Naquele momento senti claramente uma voz que dizia: "Seu filho está lá dentro."

Quando cheguei em casa disse para meu marido que iria buscar meu filho, ele disse que eu estava louca, que fico ouvindo coisas. Não dei confiança ao que ele disse e fui para frente da boate e fiquei entre a multidão que estava do lado de fora (era uma cena impressionante, só havia adolescentes).

Quando os seguranças abriram as portas meu filho foi o primeiro a sair, fui até ele e falei para ele ir andando na minha frente. Ficou quieto ouvindo tudo o que eu falava, mas com cara de quem não estava nem aí. Ele não demonstrou estar preocupado com o que aconteceu.

Quando cheguei em casa meu esposo perguntou aonde que ele estava, eu respondi que ele estava aonde Deus tinha me dito que estava. Ele ficou quieto me olhando com olhos arregalados.


Meu filho foi para o quarto e, depois conversamos longamente a respeito da mentira....

2º Fato: Outro dia cheguei em casa do trabalho e meu filho não estava. Meu esposo disse que ele estava no aniversário de um amigo da escola.

Quando deu certa hora meu coração ficou extremamente angustiado, fiquei muito inquieta. Então liguei para o celular dele, ele não atendia, insisti por várias vezes, até que em um momento a chamada foi aceita, mas não foi ele que atendeu, pois o celular estava no bolso e conectado ao fone de ouvido. Foi de Deus, pois eu ouvia tudo o que se passava, mas ele não me ouvia. Então pude ouvir a conversa do grupo em que ele estava e ouvi claramente a hora em que ofereceram maconha ao meu filho, eu pelo telefone não podia fazer nada a não ser orar naquele momento. Meu coração estava tão aflito que não me lembro às palavras que usei na oração, a única coisa que sei é que Deus me ouviu e trouxe meu filho para casa.

Quando ele chegou eu o confrontei e ele falou tudo o que tinha acontecido, choramos e oramos juntos e então pude orientá-lo.


Às vezes dizemos que confiamos no Senhor e por isso entregamos os passos de nossos filhos a Ele, mas não temos a dimensão o quanto Deus pode fazer realmente.

Essa faixa etária tem uma facilidade muito grande de ser induzida. Se Deus não tivesse me mostrado essas situações para que eu pudesse repreendê-lo, meu filho poderia ter tomado outros rumos que seriam difíceis de retorno.

Louvo a Deus pelo seu cuidado nas pequenas e nas grandes coisas."

Mãe Unida em Oração de Jacarepaguá - Rio de Janeiro, RJ
(Este testemunho foi publicado com autorização expressa da mãe. Os nomes são omitidos para preservar o sigilo do filho.)



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org 
(WhastApp: 21 92120548) 

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

quarta-feira, 29 de julho de 2020

O SENHOR É MINHA ROCHA



“Eu te amo, ó SENHOR, força minha. O SENHOR é a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo em que me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte.” Salmos 18:1-2 

Este salmo pode ter sido escrito próximo ao fim da vida de Davi, quando havia paz . É
idêntico ao cântico de Davi em 2 Samuel 22. Davi louva a Deus por suas bençãos e feitos gloriosos ao longo dos anos. 

Este salmo nos mostra que a proteção de Deus a seu povo é sem limites e pode manifestar-se de muitas maneiras. Davi usou cinco alegorias bélicas para descrever a proteção de Deus (1) a de uma rocha, que não pode ser movido por quem queira nos ferir;(2) a de uma fortaleza, um lugar seguro onde o inimigo não pode entrar;(3) a de um escudo, que se coloca entre nós e o mal;(4) a da força da salvação, um símbolo de poder;(5) a de um alto refúgio, um lugar que nos oferece proteção e uma visão privilegiada, pois nos coloca acima dos nossos inimigos. Se você precisa de proteção busque a Deus, refugie-se em Deus e estarás seguro. 

Acredito que Davi, declarava seu amor a Deus, não somente pelo que Ele fez na vida dele, ungindo-o, livrando-o dos seus inimigos e lhe concedendo incontáveis, livramentos, vitórias e honra. Davi amava a Deus porquê ele experimentava o amor de Deus por ele. Como não amar o Deus que nos ama, nos guarda, protege e cuida de nós sem que mereçamos? E além de amar a Deus Davi se entregou totalmente aos seus desígnios e experimentou o cuidado de Deus e agradeceu a Deus nos deixando seu testem uno através dos seus lindos salmos de adoração e louvor a Deus. 

Que nós, Mães Unidas em Oração Internacional possamos aprender e ensinar aos nossos filhos a conhecer,amar,depender e a se refugiar em Deus 

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

terça-feira, 28 de julho de 2020

"A CRIANÇA QUE NÃO TIRA BOAS NOTAS NA ESCOLA, NÃO É INTELIGENTE OU NÃO GOSTA DE ESTUDAR"


SERÁ QUE ISTO É SEMPRE VERDADE?

É bem provável que alguns de nós já tenha ouvido alguma afirmação semelhante a esta. Na verdade, esta seria uma análise imediatista e muito pouco abrangente se pensarmos com mais profundidade em como se dá o processo de aprendizagem.

É importante lembrar que a inteligência não pode ser medida apenas levando-se em conta as notas das provas de uma criança.

Dessa forma, uma dificuldade de aprendizagem pode ser causada por várias situações. Vejamos três exemplos:

A criança é dotada de bons recursos intelectuais mas pertence a uma família que apresenta sérias dificuldades de relacionamento o que reflete em sua capacidade de concentração na escola;

A criança é dotada de bons recursos intelectuais mas é portadora de uma dificuldade visual que a impede de compreender com clareza textos escritos no quadro-negro;

A criança provém de uma família com bom relacionamento familiar, tem boa saúde física. Tem mau rendimento apenas em matemática o que está relacionado à habilidade de raciocínio lógico;

Os exemplos acima comprovam a importância de se investigar o que poderia estar havendo para que determinada criança apresente um mau rendimento escolar. A dificuldade reside no âmbito emocional ou intelectual? Ou poderia estar relacionada à saúde física?

O primeiro passo para auxiliar crianças com dificuldades vem através de uma boa interação entre família e escola. Uma vez que os pais e a equipe escolar, professores e coordenadores pedagógicos, estabeleçam um bom nível de diálogo, uma criança pode ser ajudada assim que manifeste qualquer sinal.

Muitas vezes a solução pode ser alcançada através de providências da própria escola como aulas de reforço, atividades práticas, trabalhos em equipe , etc.

Quando estas medidas não são suficientes e suspeita-se que o problema possar estar relacionado a aspectos de saúde física e/ou emocional, deve-se recorrer a profissionais habilitados para que seja feita uma análise apurada. 
Visitas regulares ao Pediatra são importantes para acompanhamento da saúde física da criança.

Descartadas quaisquer disfunções de ordem orgânica, a investigação deve prosseguir sob o ponto de vista emocional. O psicólogo, através de um Psicodiagnóstico, poderá detectar a necessidade de uma Psicoterapia.

Hoje sabemos que a inteligência é dinâmica, ou seja, pode ser desenvolvida e aperfeiçoada continuamente . Na maioria dos casos, dificuldades de aprendizagem podem ser perfeitamente superadas.

Simone Valerio
(Psicóloga - CRP O6/38268-5. Atualmente atua como docente de adolescentes e adultos na área de Gestão na Rede Senai SP. Membro do CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos).


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

segunda-feira, 27 de julho de 2020

A PAZ

  

Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.
(Isaías 26:3)
Nos dias atuais onde são tantos os motivos que tentam roubar a nossa paz , a violência crescente, a falta de educação no trânsito e na vida, a desigualdade social, o desemprego a desonestidade, a corrupção, olhando pelos olhos naturais só temos motivos para perder a esperança a fé e confiança. Mas a palavra de Deus nos diz: 

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. (Romanos 12:2)


Não tomarmos a forma desse mundo, ser cristão é andar na contra-mão do mundo, é não olhar para as circunstâncias, olhar somente para Jesus, o autor e consumador da nossa fé.

Renovar a nossa mente através do conhecimento das promessas de Deus para nossas vidas. Quando nossa mente é renovada pela palavra, deixamos de ter uma visão natural das coisas e passamos a ter uma visão espiritual e as circunstância perdem seu valor. Quando cremos nas promessas e conhecemos quem prometeu, descansamos porque nossa mente está firme no autor da promessa , sabemos que Ele é fiel à sua palavra e vai cumpri-la, e assim podemos descansar, ficar em paz e não haverá circunstância que possa retirar essa paz.

Falando parece fácil mas não é, Deus não disse que seria fácil mas que seria  e é possível através da fé, ...se creres verás a Glória de Deus..., ...seja conforme a vossa fé..., ...sem fé é impossível agradar a Deus  e tantas outras passagens que falam da fé.

Para se obter favor de Deus é preciso crer que Ele existe, e que Ele é tudo que a palavra diz que Ele é , (Onipotente, Onisciente, Onipresente) e que Ele tem poder para fazer ainda hoje tudo que Ele fez na bíblia e assim Ele través da sua fé = confiança = entrega conservará a sua paz independente de qualquer coisa, e poderemos experimentar  a boa agradável e perfeita vontade de Deus para nossas vidas.


Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.(Jeremias 29:11)

Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. (Josué 1:9)

Então não se desespere, apenas confie e aguarde no tempo certo sua vitória chegará.


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

domingo, 26 de julho de 2020

O MEDO AUMENTAVA, MAS A FÉ NÃO DIMINUÍA


Eu sou Danielle Leandro da Silva, faço parte do Ministério Mães Unidas em Oração Internacional que ora pelos filhos e suas escolas. Venho agradecer a todas as mães do grupo que oraram pela minha sobrinha Lara.

Lara nasceu no dia 12/6 com asfixia, tentaram reanimá-la, mas não conseguiram, tiveram então que entubá-la, imediatamente. Lara passou por um processo de resfriamento no período de 72h. Período de muita aflição para toda a família. Após esse período começaram a fazer o processo de aquecimento e aos poucos foram tirando os tubos e esperando que ela reagisse sozinha. Depois de alguns dias após a retirada de todos os tubos e a sedação, Lara não acordava, foi muita gente orando e jejuando, pedindo a Deus um milagre.

Por muitos dias o hino Talita Cume fez parte da minha vida. Eu só orava e chorava pedindo a Deus que a Lara acordasse. Nesse período fizeram uma tomografia na cabeça dela e acharam uma lesão cerebral na parte branca. Nenhum médico sabia dizer se essa lesão deixaria sequelas e quais sequelas seriam essas. Mas eles sabiam que a Lara iria precisar de mínimo 2 anos de acompanhamento com neuropediatra e com fisioterapeuta. O medo aumentava, mas a fé não diminuía.

Seguimos orando e depois de 3 dias sem sedação e sem nenhum aparelho a Lara acordou para honra e glória do senhor. A felicidade se espalhou pela casa, foi motivo de muita emoção e muita gratidão a Deus. Foram 13 dias de internação. Dias sufocantes! Enfim íamos poder respirar e ter a nossa pequena Lara em nossos braços, íamos poder comemorar a vida e agradecer a Cristo Jesus por todo cuidado, amor e misericórdia que ele teve conosco.

Cinco dias após a alta Lara precisava refazer a tomografia da cabeça para ver como estava aquela lesão, e mais uma vez Deus foi lindo de mais, a Lesão cerebral havia sumido!

OH! GLÓRIA!

A felicidade tomou conta da gente, mas logo em seguida acharam um sangramento. Esse sangramento será absorvido pelo próprio organismo (assim disse a médica), o que teria que ser feito era ver o que foi afetado no cérebro da Lara com tudo isso. O mais importante era que o sangramento não aumentaria mais e isso não pioraria a situação. Isso já foi um alívio e glorificamos muito a Deus por mais esse livramento.

Hoje Lara tem 41 dias de nascida, já passamos por vários médicos, entre pediatra, fisioterapeuta, neuropediatra, exames e mais exames. Todos os médicos, menos a neuropediatra, disseram o seguinte: -" Não temos como saber se a Lara terá sequelas, mas sabemos que houve morte de neurônios e isso pode implicar em perda de movimentos, fala, visão, entre outras coisas ...". A neuropediatra já foi direta, na primeira consulta ela já afirmou que Lara ficará com sequelas na mão e na visão.

Eu confesso que quando saímos de uma consulta temos uma sensação de incertezas, um medo que vive tentando nos abalar, mas quando oramos e clamamos ao nosso Deus, com os meus olhos fechado eu vejo uma criança prefeita, linda, feita pelo senhor. Eu creio em um Deus que faz a sua obra por completo. Eu creio em Deus que restaura e transforma, eu creio no Jesus que curou o leproso e fez o cego enxergar. Eu creio que em breve, no período certo, Lara irá sentar, andar, falar, enxergar e fazer tudo o que uma criança faz. Estamos fazendo a fisioterapia, ela já irá iniciar com a fono e continuará com todos os acompanhamentos. Mas eu creio que isso tudo é só para que todos possam ver que a Lara é o milagre vivo do senhor. Obrigada, mães por todo apoio, todas as orações. Vocês foram um suporte para minha vida nas horas mais angustiantes.

"O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida." (Jó 33:4)

Lara: "Aquela que é agradável, caseira e que gosta do seu lar"

(Danielle Leandro da Silva - Membro do PGO – Pequeno Grupo de Oração do Ministério Mães Unidas em Oração Internacional da Quarta Igreja Batista do Rio de Janeiro - Praça da Bandeira, Rio de Janeiro, RJ - Líderes são Patrícia Oliveira da Silva Barreto e Joyce Carla Rodrigues Manoel de Oliveira  Publicação autorizada.)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

sábado, 25 de julho de 2020

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA - PREOCUPAÇÃO MUNDIAL


O assunto da Gravidez na Adolescência, está trazendo grandes preocupações para as autoridades brasileiras e órgãos internacionais. 

As estatísticas sobre isso, são precárias em nosso país, mas as que já estão disponíveis são alarmantes:

No Brasil: 1 milhão de Adolescentes por ano dão à luz (são 20% dos nascidos vivos).

No Mundo: Segundo dados da Organização Mundial da Saúde:13 milhões de crianças por ano, nascem através de mães com idade entre os 15 e 19 anos.

No Estado de São Paulo: – em 1970 : 6,4% das adolescentes (15 a 19 anos) tinham um filho vivo. Em 1985 : este índice subiu para 13%.
(Fonte: “Gravidez na Adolescência”, Dra. Albertina Duarte, Ed. Artes e Contos, RJ – RJ, 1997)

Infelizmente, este problema já está ocorrendo também, dentro de muitas Igrejas Cristãs. Isto só não acontece de maneira mais acentuada, devido a movimentos do tipo “Vale a pena esperar”, que heroicamente lutam, motivando jovens de todo o país. Mas ainda é muito pouco, diante de tantos focos que surgem.

Percebemos que muitas igrejas estão “atordoadas”, diante da realidade da gravidez precoce, sem saber como reagir. O correto seria muito antes, terem tratado da PREVENÇÃO, com palestras comunicativas, sobre os padrões bíblicos para o sexo.

CAUSAS POSSÍVEIS

Por que tantos adolescentes têm se deixado seduzir, partindo para o sexo pré-conjugal? Podemos lembrar de algumas razões (entre várias):

MÍDIA QUE NÃO CONTA TODA A VERDADE: propagandas, enredos de novelas e filmes, utilizam a sensualidade, para venderem produtos ou mesmo uma ideia de “sucesso”. Mostram a ideia IRREAL de que a relação sexual somente traz consequências boas. OMITEM as más consequências, como as possibilidades de doenças venéreas, gravidez indesejada, fetos não saudáveis etc (ou vocês já viram alguma novela, onde o galã pegou uma doença venérea, após um “romance” com a mocinha?) .

DESINFORMAÇÃO BÍBLICA SOBRE SEXO:

a) Por parte dos pais: existem pais crentes que até estimulam o sexo na adolescência (parece loucura, mas acontece!), sob o pretexto de terem filhos “sexualmente bem definidos”. Isto, como se o fato de os filhos praticarem a abstinência bíblica até o casamento, fosse deixá-los “sem definição sexual”. Aos pais que alegam não saber os padrões bíblicos sobre este assunto, devemos avisar que já existem dezenas de bons livros cristãos, que podem ser encontrados nas livrarias evangélicas. Informar-se para ensinar corretamente, é dever de todos os pais.

b) Por parte dos filhos: se você tem dúvidas sobre qual é o padrão bíblico sobre o Sexo, é necessário ir atras da informação. Na escola não é assim ? Se você tem dúvidas sobre a matéria, você vai correndo procurar aprender com quem sabe. Busque com seus pais, com o pastor de sua igreja, com irmãos mais maduros na fé do que você, em livros cristãos sobre o tema etc.

c) Líderes: uma boa parte deles têm informação bíblica, mas confessa ter INABILIDADE na comunicação com Adolescentes, sobre este e outros assuntos. Há necessidade de um esforço especial da liderança, informando-se com comunicadores experientes desta faixa (até com Missões especializadas em juventude), sobre a melhor maneira de ensiná-los. Em último caso, tragam alguém para fazê-lo.

O CAMINHO PARA A GRAVIDEZ

A menina certamente é a maior prejudicada, quando existe a gravidez indesejada. Só que ela não percebe isso, até que aconteça consigo mesma! O romantismo acaba e a dura realidade começa a imperar.

Dra. Albertina Duarte, em seu livro “Gravidez na Adolescência”, cujo subtítulo é “Aí, como sofri por te amar”, mostra que a adolescente se envolve sexualmente, buscando encontrar amor. Só que esta atitude traz sofrimentos, que ela jamais pensaria encontrar.

Muitas vezes o caminho para a gravidez é semelhante a este:

A menina não se sente amada, seja por sua família, seja por seus amigos;

Começa a desenvolver uma auto imagem negativa;

Identifica-se e quer espelhar-se no sucesso obtido por personagens de novelas etc.;

Usa alguns “truques” aprendidos nas histórias (entre eles, a sensualidade), para atrair alguém que goste dela;

Após conseguir seu admirador, pensa que “para mantê-lo interessado”, deve aceitar intimidades físicas, cada vez maiores;

O garoto, percebendo que a menina permite os avanços, diz a “famosa frase”: “Prove que me ama e tenha relações sexuais comigo”;

Ela, achando que se negar irá perder o namorado, acaba cedendo;

Tempos depois, ela descobre que está grávida e vai contar ao seu parceiro: “Querido, vamos ter um filho. Estou grávida !”. Ele responde: “VAMOS, é muita gente – você é que está grávida! e eu não estou preparado para ser pai! Tenho que estudar, trabalhar, você é que se vire! Tchau!”.

A garota, mesmo SEM ESTAR preparada para ser mãe, tem que adiar seus sonhos de estudar, formar-se, para ter o seu filho, trabalhar para mantê-lo, passar pela difícil tarefa de contar para seus pais, para a igreja etc – e o garoto apaixonado? SUMIU!

As estatísticas mostram que, boa parte das adolescentes que passam por este processo, voltam a repeti-lo, ficando novamente grávidas, num espaço de dois anos após à 1ª gravidez.

Esta não precisa ser a sua história ou dos seus filhos! Abra os olhos e fuja dos caminhos errados ou alerte sobre o que dissemos, a quem você ama!

CONSEQUÊNCIAS NOS DIVERSOS NÍVEIS

PARA A ADOLESCENTE QUE ENGRAVIDOU:

A antecipação de uma etapa da vida, para a qual não estava preparada, ocasionará uma sequência de perdas, que devemos considerar : perdas psicológicas (dependendo do caso, há um verdadeiro abalo psicológico), perdas físicas (tanto por alterações do corpo, quanto pela possibilidades de doenças), perdas na vida escolar (a gravidez e as responsabilidades de ser mãe, muitas vezes prejudicam esta área), perdas na vida profissional (muitos sonhos terão de ser revistos), perdas no apoio familiar, abandono do namorado etc. Tendências Perigosas: – Aborto – Suicídio – Prostituição – Prostração.

NA FAMÍLIA:

Não deveria ser assim mas, infelizmente, em muitos casos é o que vemos, por parte das famílias : decepção geral, falta de apoio ao adolescente que caiu, discriminação (tanto da família para com quem caiu, como de outras famílias, para com os parentes do adolescente), expulsão de casa etc. Em alguns casos, fazem pressão para o Aborto (até por parte de famílias evangélicas). Em outros casos: obrigatoriedade do casamento, o que pode se tornar um erro até maior do que a gravidez indesejada.

NA IGREJA:

Entre “perdidas quanto a como agir” e “abatidas pela decepção”, várias comunidades têm ido de extremo a extremo, ou não dando nenhuma disciplina, ou disciplinando sem amor. Ferem muitos membros, tanto na omissão, quanto na ação exagerada. Há um trauma também na Igreja.

COMO AJUDAR QUEM PASSA POR ESTE PROBLEMA?

MENCIONAR SUA DECEPÇÃO, NÃO IRÁ AJUDAR A SITUAÇÃO:

Não é a melhor hora para SERMÕES sobre “como deveria ter agido”. Talvez no futuro (quando a “poeira” abaixar), surja a oportunidade de tocar neste assunto, com muito cuidado. Mesmo assim, peça sabedoria a Deus, principalmente questionando se você é a pessoa mais apropriada para falar. Acusações “histéricas” sobre falta de moralidade, só pioram a situação.

ACOLHA E DISPONHA-SE A AJUDAR, ALGUÉM QUE DEMONSTRA REAL ARREPENDIMENTO:

Nestes momentos, a pessoa que engravidou está humilhada, assustada com as consequências do seu ato, perante outras pessoas. Em muitos casos, já caiu de joelhos diante do Senhor, confessando seu erro em verdadeiro arrependimento, como a Palavra de Deus quer.

1Jo 1:9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele (Deus) é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”

At 3:19-20a: “Arrependei-vos pois e convertei-vos, para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que na presença do Senhor, venham tempos de refrigério …”
Ora, se o Senhor é fiel para perdoar e cancelar pecados, nós temos que ser fiéis para acolher e ajudar quem está arrependido, pois haverá um difícil caminho pela frente. Talvez antes de pensar em ajudar, você tenha que exercitar “PERDÃO”. Coloque sua decepção pelo que aconteceu, diante de Deus. A disposição de perdoar é nossa responsabilidade. A mudança de sentimentos é a parte de Deus. Agora olhe para a Cruz de Cristo:

Ef 4:32: “Antes sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros como também Deus, em Cristo vos perdoou” – Só entendemos o que é perdoar, quando nos colocamos debaixo da Cruz De Cristo.

FAMÍLIA: ABREVIAR O “TEMPO DO CHORO” E ASSOCIAR-SE COM DEUS NA “RESTAURAÇÃO”.

O “tempo do choro” pelo que ocorreu é normal, mas eternizar o choro, é danoso! Deus perdoa e acolhe ao arrependido: a família também deve fazê-lo. A demora do perdão familiar, implicará em mais traumas e dificuldades à plena restauração do adolescente (neste caso, será importante o auxílio de um Conselheiro Familiar, que pode ser o pastor da sua Igreja).

A família deve ajudar a jovem a rearticular sua vida como: pessoa, estudante e profissional. Dr. Ageu Lisboa, psicólogo cristão, diz a esse respeito:

“É preciso ‘juntar os cacos’, de forma a transformar esta ‘ressaca’ em oportunidade de crescimento. Mesmo no caos, encontram-se elementos para a vida. A tarefa agora, é dar sentido à existência, buscando desenvolver uma atitude construtiva (…)

Os pais, deverão converter os sentimentos de desapontamento, em acolhida, graça e tentarem ser prestativos de algum modo.(…) Chamar a filha ou filho envolvido e se colocarem à disposição, para tratar das providências imediatas necessárias, como assistência médica, psicológica e seguro médico.

A garota, carregará uma responsabilidade maior. Alterações corporais, enjoos, preparativos para a recepção do bebê. Chegará a hora em que (pelo tamanho), não será possível saltar do trampolim e outras atividades. Até o ritmo das aulas será diferente. Talvez haja interrupção das aulas, em momentos de mal estar ou outras complicações. Mas é importante saber que gravidez não é doença.(…) Nada de curtir fossa e culpa. É hora de trabalhar pelo estreitamento de contato com os pais e crescer. Apesar do atropelo do início, a vida que está sendo gerada é tecida por Deus e é cheia de dignidade e sagrada.

O rapaz-pai, caso não fuja e se apresente solidário, deve ser igualmente acolhido. Precisará trabalhar para se responsabilizar pelo sustento da nova família, colocando-se na direção da maturidade. Ambos devem ser ouvidos pelas pessoas mais próximas, sobre a conveniência de um casamento. Jamais constrangidos a realizá-lo, para ficar bem diante da sociedade. Casamento merece respeito e não é uma solução tampão. Um processo de aconselhamento e/ou psicoterapia, ajuda a colocar os sentimentos e as ideias mais claras. Mas a responsabilidade moral pela nova vida deve ser cobrada, bem como a jurídica e financeira.” (Revista Gente Teen, Edição no. 2).

A Igreja de Cristo é composta por pessoas que também se arrependeram e se afastaram de seus pecados, alguns deles chocantes, como os descritos pelo apóstolo Paulo, na passagem a seguir. Hoje estas mesmas pessoas, buscam andar em Santificação.

1Co 6 : 9-11: “Com certeza vocês sabem que os maus não herdarão o Reino de Deus. Não se enganem, não herdarão o Reino de Deus os imorais, os que adoram ídolos, os adúlteros, os homossexuais, os ladrões, os avarentos, os bêbados, os difamadores, os marginais. Alguns de vocês eram assim. Mas foram lavados do pecado, separados para pertencerem a Deus e aceitos por ele, por meio do Senhor Jesus Cristo e pelo Espírito do nosso Deus” (BLH).

Que o Senhor nos ajude a sermos um povo que anseia ser Santo, como é Santo o Deus a Quem servimos, não só em nosso procedimento pessoal, mas também para que usemos da Sua compaixão ao acolhermos os “filhos pródigos”, que arrependidos, voltam ao lar.

(Autores: Pr. Sergio e Psi. Magali Leoto - Escritores e palestrantes. Possuem um trabalho junto às famílias denominado "Fortalecendo a Família". Magali é Psicóloga Clinica e Coaching  -  membro do CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quinta-feira, 23 de julho de 2020

A CHAVE CERTA


Perdi a chave da porta da minha casa; procurei na bolsa, no carro, refiz o caminho que percorri, e nada. Não sabia mais onde procurar. Exausta, preocupada e sem saber o que fazer para entrar em casa, pensei: “Só me resta orar”! Olhei para o céu e pedi socorro: “Senhor, me ajude a encontrar essa chave!” Coloquei a mão no bolso e encontrei a chave. Por que eu não orei antes?

Todas as fechaduras necessitam das suas chaves próprias para que possam ser abertas, como por exemplo: A porta da nossa casa, a fechadura do carro, a fechadura da mala, da loja, do portão, etc.

Há, porém, um tipo de fechadura bem diferente dessas. Essa fechadura necessita de uma chave diferente também. É a fechadura do Maravilhoso Tesouro de Deus. Há apenas uma chave que pode abri-la. É a chave da oração!

Jesus disse: "Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei" (João 14:14).

A oração é a forma que temos para nos comunicarmos com Deus. Essa comunicação é tão importante como uma chave é para a sua fechadura. Através da oração, podemos abrir diferentes caminhos para a nossa vida, pois estaremos entregando nas mãos de Deus as nossas maiores necessidades. Devemos, portanto, falar com o nosso Deus diariamente e entregar a Ele a nossa vida, então, Ele abrirá a caixa de tesouros do Seu infinito amor para colocá-los à nossa disposição.

Você gostaria de falar com Deus diariamente? Ore sempre! A Bíblia nos aconselha: "Orai sem cessar" (1 Tessalonicenses 5:17). Esse é um privilégio que tem todo fiel seguidor do Senhor Jesus, pois Ele está sempre pronto a ouvir aqueles que O buscam.

(Por  Raquel Lage www,crescermais.org)
]
Nós, Mães Unidas em Oração Internacional, oramos para que nossos filhos nunca se esqueçam de Deus e tenham prazer em apresentar a Deus suas petições já com a ações de graças, cientes de que Deus fez, faz e fará infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, segundo o poder que opera em nós. (Ef 3:20)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

NÃO TENHO FORÇA DE VONTADE. E AGORA?



“Não há nada que não se consiga com a força de vontade, a bondade e, principalmente, com o amor.” – Cícero

Trabalhar nossa força de vontade é o caminho mais seguro rumo a uma vida melhor. Ainda que saibam disso, as pessoas parecem estar cada dia com menos vontade de agir. Não têm perseverança para fazerem o que sabem ser bom para elas, estão desanimadas demais para praticar exercícios físicos, abdicam de buscar um futuro mais promissor para si e para quem amam. A verdade é que a força de vontade está diretamente ligada ao autocontrole. Por isso, vamos abordar algumas técnicas para aumentar o seu. 


Trabalhar nossa força de vontade é o caminho mais seguro rumo a uma vida melhor.

Antes de tudo, um dado importante. A relação entre a força de vontade e a propensão a ser bem-sucedido já foi demonstrada pela ciência. Na década de 1960, o psicólogo Walter Mischel conduziu um experimento com meninos e meninas de 4 anos de idade que ficou conhecido como teste do marshmallow. Nele, as crianças eram tentadas a consumir apenas um doce no ato ou, se aguardassem o retorno do pesquisador – que se ausentava da sala por cerca de 15 minutos –, ganhar um segundo como recompensa. O estudo foi além. Analisando, anos mais tarde, como transcorrera a vida daqueles garotos e garotas, Mischel constatou que a dos indivíduos que, na infância, tiveram a capacidade de controlar a vontade de comer logo a guloseima foi melhor que a dos mais impulsivos. Observou, por exemplo, que eles se tornaram estudantes populares entre os colegas e professores e obtiveram notas melhores nos exames para ingresso em universidades americanas. Além disso, já adultos, conquistaram salários maiores e, no geral, ainda pareciam levar uma vida mais saudável, a julgar por seus índices corporais, mantidos sempre em níveis menores que os aferidos entre os outros sujeitos submetidos ao experimento dos anos 1960.

Mas o que é exatamente a força de vontade? Não se trata de algo inato e impossível de alterar. Consiste, sim, em uma reação complexa da mente e do corpo, que pode variar conforme nosso foco e ser impactada por noites maldormidas, estresse e alimentação inadequada. Em uma analogia simples, equivale à bateria de um celular que amanhece cheia, mas vai descarregando ao longo do dia e proporcionalmente ao uso do aparelho: quanto mais consultas a sites, quanto mais acessos às redes sociais, quanto mais vídeos reproduzidos na telinha, mais a carga reduz. Daí a necessidade de controlar o uso para evitar desperdício de energia; daí a importância de escolher com sabedoria o que fazer e o que não fazer, eliminando as ações irrelevantes – quase tudo – e concentrando-se no que é essencial.

Quando visualizamos a força de vontade como uma fonte de energia, fica claro como pode ser inútil nos dedicarmos simultaneamente a mais de um grande projeto contando apenas com nossa determinação. A decisão de passar em concurso não deve ser tomada junto, por exemplo, com a de enfrentar um rígido programa de emagrecimento. A fonte da força a nos mover seria a mesma, e as duas resoluções concorreriam entre si. O resultado? Acabaríamos não sendo bem-sucedidos em nenhum dos dois propósitos. O melhor, mesmo, é direcionar a força de vontade a uma meta de cada vez.

“Quando visualizamos a força de vontade como uma fonte de energia, fica claro como pode ser inútil nos dedicarmos simultaneamente a mais de um grande projeto contando apenas com nossa determinação”.

Agora vem a dúvida: como desenvolver e fortalecer nossa força de vontade?

Sugiro procurarmos orientação no livro “Os desafios à força de vontade”, de autoria da psicóloga Kelly McGonigal, professora da Universidade de Stanford, Califórnia, Estados Unidos.

A primeira recomendação é dividirmos os desafios em ações menores antes de encararmos metas mais complicadas. É o princípio, por exemplo, da dieta na qual somos incentivados a comemorar o primeiro quilo perdido antes de perseguir o objetivo de perder os próximos cinco, depois mais dez, e assim sucessivamente, sempre comemorando a cada etapa vencida. 

Outro conselho extraído da obra citada fala de selecionarmos uma meta, um objetivo, um desejo que seja nosso, não de outras pessoas, muito menos sugerido por terceiros em tese preocupados conosco. Pense em algo que pode contribuir muito para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, não em algo que um familiar julgue importante para você. Seu sonho, uma vez realizado, deve trazer a você alegria e plenitude. Se tiver de optar, gaste nessa busca a maior parte da energia disponível em sua pilha de força de vontade.

Mais: inspire-se no exemplo de pessoas que tenham alcançado aquilo que você tanto almeja e procure se cercar de quem se importa com você, apoia a sua decisão e esteja disposto a abrir mão de sua companhia pelo tempo necessário. Contar com pessoas assim a sua volta lhe dará tranquilidade ao mesmo tempo que mirar bons modelos de sucesso manterá você firme em seus propósitos.

“Pense em algo que pode contribuir muito para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, não em algo que um familiar julgue importante para você. Seu sonho, uma vez realizado, deve trazer a você alegria e plenitude”.

Pela manhã, nada de queimar energia com a leitura de e-mails promocionais, postagens em redes sociais e notícias inúteis, entre outras atividades triviais. Comece o dia metendo o pé na porta e concentrado na meta a ser alcançada. Só à medida que a força de vontade for enfraquecendo ao longo das horas, em virtude do cansaço, recorra a atividades secundárias. Um pouco de distração pode ser útil, na medida em que recarrega parte das energias, mas seja sábio ao dosar esses momentos.

Kelly McGonigal fala, ainda, de alguns hábitos que podem ser decisivos para aprimoramos nossa força de vontade. O controle da ansiedade é um deles. A prática de exercícios físicos é outro. Quando nos sentirmos estressados ou desconcentrados, uma caminhada rápida, de cerca de cinco minutos, é capaz de relaxar o corpo e de acalmar o espírito e a mente. Não menos importante, uma nutrição à base de vegetais e alimentos saudáveis em vez de processados garante mais energia ao cérebro e melhora todos os aspectos relacionados à obstinação que nos mantém no caminho.

A autora também adverte: não devemos pensar que o amanhã será melhor comparado ao hoje. Quem pensa diferente tende a cair mais facilmente nas tentações diárias. Toda hora é hora de testar a força de vontade e de administrá-la como se aquele fosse nosso último dia de vida.

Por fim, ela lembra que dormir menos de seis horas por noite faz o córtex pré-frontal perder o controle das regiões cerebrais responsáveis por nossas vontades. Portanto, se você almeja ter força de vontade e pretende se tornar a melhor versão de si mesmo, trate de dormir. O sono é o maior responsável pela renovação da nossa saúde e energia.

Em resumo, cuide para não deixar que sua força de vontade baixe a ponto de impedi-lo de fazer as escolhas certas. Não dê margem ao erro e – ainda mais elementar – jamais desista do que é importante para você.


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quarta-feira, 22 de julho de 2020

VENCENDO A ANSIEDADE


Você é ansiosa e tem vivido em ansiedade?

– Em Mateus 6:24-34 Jesus exorta seus discípulos a não viverem na ansiedade, a não se preocuparem, é como se Jesus estivesse dizendo em outras palavras: “Relaxe, No Stress, fique tranqüilo, deixa comigo”. Quando nos preocupamos (ansiedade) com as coisas da vida (Comida, bebida e vestuário) nos esquecemos das coisas de Deus.

– Quando focamos nossa vida e direcionamos nossas forças em buscar as realizações de nossos desejos carnais, não fazemos a vontade de Deus, pois deixamos a ansiedade tomar conta. Podemos dizer que a ansiedade atrapalha a vida cristã. Jesus procura combater a ansiedade de seus discípulos, que haviam deixado tudo para segui-lo, basta ver, as inúmeras vezes que aparece à expressão: “Não se preocupem” (5 vezes).

Vemos nestes versículos três estratégias claras para vencermos a ansiedade em nossas vidas.

I – Optando em servir somente a Deus (v.24)

– Ao lermos o v.24 percebemos que há um conflito em servir a Deus e o dinheiro, que no grego significa Mamom (deus cultuado por muitos povos vizinhos do povo de Israel no período do Antigo Testamento). Sabemos que uma das primeiras orientações que Deus falou ao seu povo através de Moisés em Êxodo 20:1-6 é o culto exclusivo a ele, o serviço dedicado somente a Deus. Fica claro que Deus não divide o trono com ninguém, nem do universo e nem do nosso coração.

– O cristão precisa estar atento ao seu contexto, vivemos em uma sociedade do culto ao dinheiro, basta ligarmos um aparelho de TV, acessarmos a Internet, lermos uma revista, olharmos para as propagandas espalhadas pela cidade: “Compre, tenha, é seu, troque seu carro por uma ainda melhor, vai pagar quanto, tudo em 1000 vezes sem juros, compre e ganhe”.

–Vivemos na era da ideologia do consumo. “Os meios massivos de comunicação se encarregam de difundir, tanto nos bairros ricos como nas favelas dos grandes centros urbanos, a imagem de felicidade, o homo consumens”.

– Imagine que como Satanás fez com Jesus em Mateus 4:8-9, oferecendo a Jesus todos os reinos da terra e seu esplendor pela sua adoração, hoje ele procura nos atingir oferecendo esse estilo de vida consumista, mas sendo necessário o serviço ao dinheiro (Mamom). Para Jesus não há como servir a dois senhores, por isso temos que professar publicamente a nossa fé declarando e crendo nas palavras de Jesus em Mateus 4:10: “Retire-se, Satanás! Pois está escrito: Adore o Senhor, o seu Deus, e só a ele preste culto”.

– Podemos afirmar que a vitória sobre a ansiedade acontece quando optamos em servir somente a Deus, de viver segundo a sua vontade, seus princípios e suas ordenanças para nossas vidas. Podemos afirmar que a ansiedade é fruto do amor ao dinheiro, do serviço ao dinheiro (1 Timóteo 6:10). Nota: “O dinheiro é um ótimo servo, mas um péssimo senhor”.

– Nunca se esqueça que servir a Deus é a melhor opção, basta nos lembrarmos do Salmo 40:4: “Como é feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança e não vai atrás dos orgulhosos (idolatras) dos que se afastam para seguir deuses falsos”, e de Marcos 12:29-30 onde Jesus nos ensina a amarmos a Deus acima de todas as coisas.

II – Crendo na paternidade de Deus (vv.25-32)

– Certa vez lendo uma reportagem sobre a pessoa de Jesus, e o autor daquele artigo afirmou que Jesus trouxe uma proposta de relacionamento com Deus inédita, algo que revolucionou a religiosidade humana. No Antigo Oriente, enfim, nos dias de Jesus as pessoas tinham a crença de um Deus distante e inacessível, até por isso, muitos afirmam que a religião é a busca do ser humano por Deus. Mas, qual foi à inovação de Jesus? Ele chamou Deus de Pai, e é no Sermão da Montanha que Jesus torna isso público.

– E com toda certeza uma das principais características da paternidade de Deus é cuidar dos seus filhos e filhas. Por isso, Jesus inicia o v.25 dizendo que não devemos nos preocupar com a nossa vida, com o que vamos comer, beber e vestir, porque temos um motivo relevante para deixarmos a ansiedade, Deus é o nosso Pai Celestial.

– No v.26 vemos que o Pai celestial alimenta as aves do céu, no v.28 vemos que o Pai Celestial veste os lírios dos campos de forma magistral e no v.32 vemos que o Pai celestial sabe de tudo o que eles precisam, por isso Jesus iniciou o v.25 dizendo: “Não andeis ansiosos pela vossa vida…”.

– Percebo que muitos cristãos vivem ansiosos em alcançar a proposta de vida do mundo, de ter, de possuir a qualquer custo, mesmo sacrificando a família, mesmo sacrificando a saúde física, mesmo sacrificando seu relacionamento com Deus. Interessante que as aves do céu, não semeiam, nem colhem e nem armazenam (v.26). Interessante que os lírios do campo não trabalham e nem tecem, mas se vestem melhor que o rei Salomão (vv.28-29). Não pensem que estamos pregando que ninguém precisa mais trabalhar, estudar ou correr atrás de seus objetivos, estamos pregando que devemos confiar na provisão e no sustento do Pai Celestial. Creia que nosso Pai Celestial nos abençoa com coisas boas (Mateus 7:11).

III – Esperando nas promessas de Deus (vv.33-34)

– Certa vez um pastor pregou um sermão sobre oração, em certo momento, ele disse que Deus responde nossas orações de três maneiras: Sim, Não e Espera. Esperar nunca é fácil, aguardar por algo sempre nos causa ansiedade, que é o que nós não queremos mais ter em nossas vidas.

– Esperar em Deus é sempre a melhor posição pois o nosso Deus renova as forças daqueles que nele esperam (Isaías 40:31) e ele é o Deus que trabalha para aqueles que nele esperam (Isaías 64:4). No Salmo 27:14 o salmista nos exorta da seguinte maneira: “Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor”.

– Mas, que promessa de Deus encontramos em Mateus 6:33-34? De que Deus estará suprindo todas as nossas necessidades. Se olharmos para a Palavra de Deus como um todo, vamos perceber que toda promessa requer um compromisso, requer um posicionamento do cristão, não é uma barganha, porém, os que terão a provisão de suas necessidades por Deus, são aqueles que buscam o reino de Deus em primeiro lugar, que para o Apóstolo Paulo não é comida e nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Romanos 14:17).

– Buscar a Deus em primeiro lugar é o remédio eficaz para combater a ansiedade. A pessoa que vive ansiosa não tem tempo em buscar o reino de Deus em primeiro lugar, a pessoa que é dominada por esse sentimento de insegurança, segundo a definição do dicionário Aurélio, jamais se derramará nos braços de Deus para o serviço cristão (completamente), para viver a vida cristã em sua plenitude. Não podemos esquecer que o grande diferencial da igreja, principalmente nos relatos do Novo Testamento, os cristãos sempre colocaram em primeiro lugar o Reino de Deus em suas vidas.

– Por isso Jesus diz no v.34 que não devemos nos preocupar (ansiedade) com o dia de amanhã, ele nos exorta a vivermos o dia de hoje, pois se esperamos na promessa de Deus, de que ele suprirá as nossas necessidades, não teremos espaço em nossa vida para ansiedade.

Assim, creio que se optarmos em servir somente a Deus, se crermos que ele é nosso Pai Celestial e se esperarmos em suas promessas, com toda certeza teremos a vitória sobre a ansiedade. Algo que ficou claro em nosso coração é que viver em ansiedade é pecado, pois demonstra nossa falta de dependência e confiança em Deus, no seu cuidado e provisão, por isso que possamos seguir as orientações do Apóstolo Pedro: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês” (1 Pedro 5:7).

(Extraído do site www.ejesus.com.br)

Nós Mães Unidas em Oração Internacional, oramos para que nossos filhos busquem o reino de Deus em primeiro lugar, crendo que Deus cuidará de todas as suas necessidades. Em nome de Jesus, Amém!      
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

terça-feira, 21 de julho de 2020

ENFRENTANDO OS GRANDES PROBLEMAS


“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança” – Lamentações de Jeremias 3:21

O ser humano tem uma capacidade fantástica para ultrapassar os pequenos problemas. Dia a dia eles aparecem, mas a experiência vai nos ajudando a administrá-los e vencê-los.
Muitas pessoas, no entanto, não sabem como se comportar, quando surgem os grandes e graves problemas! Morte na família ou de alguém muito querido; a demissão de um ótimo emprego, quando você esperava uma promoção; a notícia de que contraiu uma doença incurável e fatal; um casamento sólido, sendo destruído por uma traição; negócios que iam bem, em instantes tendo perdas milionárias; estes são apenas alguns exemplos de grandes problemas.

Ao vivenciar estes momentos, precisamos de calma e tranquilidade, mas é comum encontrarmos os que entram em pânico e ficam em “estado de choque”! O abalo é tão grande que ficam “paralisados” pelo medo do que pode acontecer, ou pela angústia de pensar: “por que isto aconteceu?”

Estas dificuldades podem levar a: sentimento de impotência diante do problema; crescimento da ansiedade; desesperança total (falta de esperança); tendência de culpar a Deus; rebeldia contra os valores de Deus (passa a mentir, agir desonestamente etc.); abismo chama abismo (Sl 42:7 – acontecem as consequências das más ações); depressão e mais desorientação.

Gostaria de contar como o profeta Jeremias enfrentou uma situação muito grave e de muito estresse, que o abalou profundamente. Suas atitudes diante de tanta tensão, poderão nos ensinar a enfrentar os NOSSOS graves problemas.

Os grandes problemas de Jeremias:

Ele viveu por volta de 630 a.C., tendo quase 50 anos de ministério como profeta, passando por 5 reis de Judá. Deus o levanta para “falar duro” contra o seu povo (Jr 1:16-19). Por dezenas de anos o Senhor mandou profetas, que diziam: “Parem de fazer o que é errado e de cultuar aos ídolos! Ou então, Deus mandará juízo contra vocês!”. Mas os judeus não mudaram de atitude! Portanto, através de Jeremias Ele diz: “O juízo virá! Vocês serão dominados e levados cativos por uma nação estrangeira, os babilônios”.

O profeta obedeceu a Deus e foi preso como “traidor”. Mais ainda: foi jogado em uma “cova”, uma espécie de poço desativado, cheio de lama até a cintura, onde os prisioneiros eram deixados e “esquecidos” para morrerem lentamente (Jr 38). Um empregado não judeu (etíope), intercede pelo profeta diante do rei. Depois de um tempo, Jeremias é solto e colocado em uma prisão comum.

Os inimigos vindos da Babilônia invadiram Jerusalém (586 a.C.) e deixaram um cruel rastro de destruição. Uma das piores derrotas do povo judeu em todos os tempos. Mas os babilônios foram avisados por Deus, de que deveriam poupar a vida de Jeremias e do etíope!
Quando o profeta sai da prisão e vê a devastação e destruição de Jerusalém, ele se abala e chora muito! Por isso ele escreve o livro chamado “Lamentações”. A cidade que é “símbolo de glória” para sua nação, agora está com mortos por todos os lados: homens, mulheres e crianças. Casas em chamas, gente agonizando, muito sangue, muito terror, saque de bens e os que sobraram vivos, eram preparados para tornarem-se escravos numa terra distante.

Diante de tantas imagens de desgraça, captadas por seus olhos ao sair da prisão, Jeremias absolutamente chocado diz: “Quero trazer à memória o que me pode dar ESPERANÇA!” (Lm 3:21).

Fico imaginando que ele deve ter fechado seus olhos, para conseguir momentaneamente se desligar daquela cruel realidade. E foi trazendo à memória, pouco a pouco, fatos bem conhecidos, que lhe trouxeram ESPERANÇA! E na passagem de Lm 3:22-25, Jeremias lembra de três fatos que lhe renovaram as forças, para que pudesse administrar sua vida, dali para frente:

1ª. LEMBRANÇA: “AS MISERICÓRDIAS DO SENHOR NÃO TÊM FIM!”

Lm 3:22-23a: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se a cada manhã”.

O que é “Misericórdia”? Poderíamos neste contexto, resumir dizendo que é – Deus deixar de dar o castigo que mereceríamos receber. Jeremias diz logo a seguir: “Suas misericórdias são a causa de não sermos consumidos”. É como se ele dissesse: “Poderia ter sido MUITO PIOR – mas o Senhor poupou uma parte do nosso povo, para preservá-lo!”.

Deus será sempre bonzinho e NÃO PUNIRÁ o culpado? Nada disso! O livro de Naum 1:3 diz: “O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder e JAMAIS inocenta o culpado”. A única possibilidade dEle inocentar o culpado, é quando este se arrepende do seu mau caminho. O objetivo de Deus é RECUPERAR a quem verdadeiramente se arrependeu:

Lm 3:31-33: “O Senhor não rejeitará para sempre; pois ainda que entristeça a alguém, usará de compaixão segundo a grandeza das suas misericórdias; porque não aflige nem entristece de bom grado os filhos dos homens”.

Pv 28:13: “O que encobre suas transgressões, jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia”.

1Jo 1:9: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça”.

Aqui temos a garantia de que seremos perdoados por Deus, se confessarmos e abandonarmos a prática do pecado. Mas existem pessoas que NÃO SE PERDOAM, pelo que fizeram! Neste caso, tais pessoas são mais cruéis consigo mesmas, do que o próprio Deus o seria!

2ª. LEMBRANÇA: “DEUS É FIEL!”

Lm 3:23b “Grande é a tua fidelidade!”

Quando o “problemão” chega, a tendência é dizer: “Será que Deus me abandonou?” – NÃO! Porque Deus é FIEL e fez uma aliança com o seu povo! A INFIDELIDADE (bem como a inconstância, insegurança, volubilidade) não é característica do Senhor – é marca dos seres humanos: nos casamentos, nos negócios, nas amizades etc.

Dt 7:9: “Saberás pois, que o Senhor teu Deus é Deus. O Deus FIEL, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações, aos que amam e cumprem os seus mandamentos.”

2Ts 3:3: “Todavia o Senhor é FIEL; Ele vos confirmará e guardará do maligno”.

2Tm 2:13: “Se somos infiéis, ELE permanece FIEL, pois não pode negar-se a si mesmo”.

Como é TRANQUILIZADOR, quando lembramos que somos do Senhor e Ele é nosso! Mesmo que por alguma razão “Soberana”, Deus não nos tire da situação que nos aflige, Ele garante que estará ao nosso lado, dando-nos sabedoria para enfrentá-la!

3ª. LEMBRANÇA: “DEUS É BOM PARA COM OS QUE CONFIAM NELE!”

Lm 3:24-25 “A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nele. Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca”.

O v.24 mostra que nossas almas precisam se alimentar de Deus! “Porção” é o suficiente para que se possa sobreviver. Quanto MAIS buscamos ao Senhor (através da oração, leitura da Bíblia, meditando e maturando o que dEle aprendemos), MAIS queremos conhecê-lO! Mas o contrário também é verdadeiro: quanto MENOS buscamos e nos “alimentamos” de Deus, mais “anêmicos” ficamos e MENOS queremos estar com Ele. Você conhece pessoas “anêmicas espiritualmente”?

Aos que O buscam e confiam nEle, Deus mostra que NÃO PERDERAM TEMPO:

Sl 55:22: “Confia teus cuidados ao Senhor e Ele te susterá: jamais permitirá que o justo seja abalado”.

Sl 84:11b: “(Deus) NÃO NEGARÁ bem algum aos que vivem corretamente”.
A comprovação maior de que Deus é bom, foi feita pelo próprio Jeremias quando estava no fundo daquela cova: ele clamou ao Senhor e Ele o atendeu!

Lm 3:55-59: “Clamei pelo teu nome, Senhor, das profundezas da cova. Tu ouviste o meu clamor: ‘Não feches os teus ouvidos aos meus gritos de socorro’. Tu te aproximaste quando a Ti clamei e disseste: ‘Não tenha medo’. Senhor, tu assumiste a minha causa e redimiste a minha vida. Tu tens visto, Senhor, o mal que me tem sido feito. Toma a teu cargo a minha causa!”.

Finalizando: quando temos grandes problemas, por vezes ficamos tão estressados, que não conseguimos aprender “saídas novas” ou pensar em “conceitos inovadores”. Numa hora de crise, dificilmente conseguiremos assimilar novos princípios bíblicos. Assim sendo, como aprendemos com Jeremias, devemos lembrar os conceitos que já sabemos e que podem nos renovar a esperança, como por exemplo:

A Misericórdia de Deus não tem fim;
Deus é Fiel e não nos abandonará;
O Senhor é bom para com os que confiam nEle!

(Autores: Pr. Sergio e Psi. Magali Leoto - Escritores e palestrantes. Possuem um trabalho junto às familias denominado "Fortalecendo a Familia". Magali é Psicóloga Clinica e Coaching  -  membro do CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx"