Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

CONFIA NO SENHOR



"Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.
Confiai no SENHOR perpetuamente; porque o SENHOR Deus é uma rocha eterna". (Isaías 26.3,4)


Uma das  maravilhosas promessas da Palavra de Deus! Ser conservado em paz significa não se desgastar interiormente diante dos problemas. Justamente nos dias em que tanto se fala sobre angustia, estresse, depressão e síndrome do pânico, encontrar um meio divino de se conservar em paz é algo por demais valioso.

Deus é um lugar de abrigo e refúgio para seus filhos. O texto sagrado o chama de uma "Rocha Eterna". Precisamos aprender a desfrutar de sua paz, mesmo em meio à tempestade. Note ainda que o versículo fala acerca de confiança e de uma mente firme, o que indica convicção. Esta promessa não significa deixar de ter problemas, e sim ter paz independentemente das circunstâncias à nossa volta.

Pior do que as circunstâncias difíceis do lado de fora é ter um coração perturbado do lado de dentro. Mesmo antes das circunstâncias se resolverem externamente, precisamos de nosso interior em paz. Do contrário, sequer conseguiremos lutar da forma devida:
"Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena." (Provérbios 24:10)

Quando você se encontra em meio a lutas e adversidades, seu verdadeiro problema não é o que acontece à sua volta, e sim a maneira como você é afetado no íntimo. A instrução bíblica nunca está voltada ao aspecto exterior, e sim em como reagir interiormente.

Observe o que Jesus ensinou acerca disto:
"Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.” (João 16:33)
Ao falar sobre as aflições que enfrentaríamos, Jesus deixou claro qual era sua vontade: que tivéssemos paz nele e bom ânimo.

Enquanto muitos crentes se desesperam para resolver seus problemas, perdem de vista que a única coisa que realmente ajuda na hora da adversidade é manter a paz e o bom ânimo. Nossa força não vem de fora, não vem das circunstâncias. Nossa força vem de dentro!

Veja o que Deus disse por boca do profeta Isaías:
"Porque assim diz o SENHOR Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranqüilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes." (Isaías 30:15)

Nossa força vem de um coração tranqüilo, que não se abate diante dos problemas.

Que nós, Mães Unidas em Oração Internacional, possamos manter nossas mentes firmes e tranquilas porque quando oramos entregando a vida de nossos filhos, confiamos que o Senhor é poderoso para fazer infinitamente mais do que pedimos pensamos ou imaginamos(Efésios 3:20)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html  Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

ESPERA NO SENHOR



 "Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águia." Isaías 40:31


Não adianta nos questionarmos o porquê de tudo o que está acontecendo, não adianta querer entender o sofrimento no momento que estamos passando por ele. Nessa hora o que temos que fazer é esperar no Senhor e crer que Ele está no controle da situação e que o resultado final sempre será uma grande vitória e devemos sempre estarmos fortalecidos na fé, pois estamos sustentados pelas mãos de um grande Deus.

Muitas vezes, em nosso momento "A Sós com Deus" pedimos da nossa maneira, mas nem sempre o nosso querer é o de Deus, pois Deus conhece o ontem, o hoje e o amanhã e sabe o que é melhor para a nossa vida. Por isso que devemos todos os dias pedir a Ele nas nossas orações que esteja sempre no controle de nossa vida e pedindo a Sua orientação, temos que aprender a pedir e falar que faça sempre de acordo com a Sua vontade, pois Deus sabe o melhor para nós, nenhum dos planos de Deus serão frustrados em nossa vida. Tenha certeza que sempre ao término de grandes lutas sempre sairemos mais fortalecidos e tendo testemunhos para ajudar o próximo com uma palavra de conforto e perseverança. 

 "Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito." Romanos 8:28

Nos momentos tristes lembre-se que às vezes é preciso passar por situações difíceis, pois somos como o ouro, primeiro temos que passar pelo fogo para depois brilhar. Grandiosos planos existem na vida daqueles que estão à esperar no Senhor e que tem a fé depositada em Seu amor e misericórdia, basta crer e seguir, mesmo que pareça impossível, devemos seguir, pois veremos a glória de Deus cumprir-se em nossa vida.

Que jamais venhamos a desistir de orar, crer e esperar nos Senhor, porque no tempo certo testemunharemos.

" Quão grande é o meu Deus, e cantarei quão grande é o meu Deus e todos hão de ver quão grande é o nosso Deus. 

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

ESPERANDO PELA MANHÃ


Existem momentos em nossa vida em que parece que tudo é "noite". É quando o dia mau bate na nossa porta (Salmo 49:5, Salmo 37:19). 

Noite, no sentido figurado, é designada como sendo aquele momento de sofrimento, de luto, de dor, de provação pelo qual todos nós passamos. E esses momentos podem se tornar tão prolongados que acabam transformando a paisagem da nossa vida.

Às vezes realmente parece que o sol não vai mais brilhar para nós e que não há solução para os nossos problemas ou cura para a nossa alma aflita. Quando vivemos momentos assim, as horas costumam a passar lentamente e alguns ficam sem saber a quem recorrer ou ao que recorrer para que sua dor possa sarar. 

Podemos achar que não há ninguém por nós, que possa enxugar as nossas lágrimas durante o momento "noite" da nossa vida. Mas Deus nunca nos abandona, Ele é um Deus fiel que escuta as nossas lágrimas e as recolhe para si ("Tu contas as minhas vagueações; põe as minhas lágrimas no teu odre. Não estão elas no teu livro?" Salmo 56:8) 

Existe um pastor que costuma dizer "o choro do cristão é oração líquida".

Nossas lágrimas são entendidas pelo Senhor, Ele as interpreta como palavras, que relatam o doloroso momento pelo qual estamos passando.

O Senhor é um Deus presente e Ele deseja confortar a alma aflita e como Pai nos embalar no Seu colo quando estamos tristes. Ele nos convida a ir até Ele para receber Sua consolação ("Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei." Mateus 11:28). 

Quando nos mantemos fiéis a Deus mesmo em momentos assim, Ele derrama a Sua paz sobre nós, dando-nos forças para continuar crendo firmemente na Suas promessas.

 Não podemos desfalecer em meio a aflição, temos que ser vigilantes e cautelosos durante o momento "noite" para que não venhamos a cair ou desanimar de permanecer esperando pelo dia que virá. 

Mesmo com lágrimas no rosto não podemos parar de lutar e continuar crendo que o sol irá brilhar. As adversidades vêm às vezes querendo derrubar tudo a nossa volta, e é nessas horas que podemos ser tentados a desistir dos nossos ideais, dos nossos sonhos, de coisas que são importantes para nós. 

Mas a palavra de Deus nos encoraja a continuar perseverando mesmo em meio a dor e a tristeza, "Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus feixes"(Salmo 126:5,6).

Devemos continuar semeando nossas sementes de fé e nunca deixar de crer que Deus é poderoso para mudar as nossas circunstâncias, "E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido" (Gálatas 6:9). 

Quando o semeador joga suas sementes na terra ele precisa ser paciente e perseverante para ver os resultados do seu trabalho árduo, porque ele não é instantâneo e sim gradual. Leva tempo até que as sementes estejam prontas para crescer e prontas para serem colhidas. Deus tem um tempo certo para cada semente de fé que plantamos, nunca é cedo ou tarde demais para fazermos a colheita quando esperamos pela hora de Deus. 

A palavra dEle diz que "há um tempo determinado para todas as coisas, um tempo para todo o propósito debaixo do céu; há um tempo de chorar e um tempo de rir, tempo de prantear e tempo de saltar de alegria" (Eclesiastes 3:4). 

Mesmo que seja difícil, devemos aceitar o tempo de Deus na nossa vida e deixar com que o Pai use as nossas lágrimas para remover as impurezas do nosso coração e nos tornar mais semelhante a Ele.

Aceite o tempo de choro, o momento noite da sua vida como uma oportunidade de crescimento e amadurecimento espiritual e emocional, lembre-se de que os pensamentos de Deus são maiores que os Seus e os caminhos dEle mais altos. 

Tudo na nossa vida acontece por causa dos propósitos insondáveis que o Pai tem para vida de cada um dos Seus filhos, nós fazemos parte de um plano maior e lindo que Ele tem estabelecido desde o princípio. 

Tenha fé, persevere em meio a dor e nunca esqueça que o choro pode durar por um pouco de tempo e a noite pode ser longa,mas em breve Deus fará nascer um novo dia para você.

(por Priscila Viegas)

Nós mães temos tanto zelo e tanto amor pelos nosso filhos, que estamos sempre temendo o pior há um medo implícito e inexplicável no coração de cada mãe, mas a oração nos leva ao um lugar de descanso, por isso não podemos desistir de orar porquê o Senhor é Deus poderoso para transformar noites escuras e sombrias em manhãs lindas e ensolaradas. 
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

domingo, 17 de novembro de 2019

UM EXEMPLO PARA MIM!


“Preciso dividir com vocês mães um episódio que ocorreu no meu plantão na noite anterior. Trabalho no setor de pré-parto e neonatal, no Hospital Municipal de Itapira, SP onde passam diversas futuras mamães.

Quando tocou a campainha e eu fui atender me deparei com uma jovem de 28 anos junto de sua mãe, ela sorrindo me disse: “ - Que bom que é você tia, eu amo você!”

Eu não fiquei surpresa com a atitude porque, alguns dias atrás, ela chegou no hospital e me chamou de tia. Eu sem entender muito bem, devo ter tido um ponto de interrogação em meu rosto. Ela se explicou: “- Lembra de mim? Eu frequentava a JUNIBI. Ia com a Deise. (JUNIBI era um encontro de juniores da Igreja Batista de Itapira).

Eu ajudava com as crianças dando estudos bíblicos. Eu fui puxando a memória e me lembrei daquele rostinho, agora uma menina mulher e com um barrigão lindo. Pois bem, agora está elava ali novamente com muitas dores e pressão arterial alterada, bastante alta por sinal.

La estava com um ultrassom que indicava que a criança com 38 semanas de gestação tinha um probleminha, no perímetro cerâmico (Perímetro cefálico). Estava menor do que o estimado para a idade gestacional, ou seja, microcefalia.

Vejo a menina nervosa, com dores, porém não aparentando entender muito bem o que está acontecendo. Já sua mãe que estava com ela e acompanhando tudo estava muito nervosa.

Ela entrou para a consulta com uma Bíblia nas mãos. Mostrava nervosismo todo o tempo e bastante calada. A menina foi examinada, sendo feito dois cardiotocos (A cardiotocografia é um exame que avalia o bem-estar fetal, e costuma ser realizado mais para o fim da gestação. Além de verificar se o bebê está bem, a cardiotoco também serve para detectar a presença ou não de trabalho de parto. O exame monitora a frequência cardíaca fetal durante um dado intervalo de tempo, normalmente por volta de 10 a 20 minutos).

Bem, a pressão dela continuava alta. O obstetra decidiu por um parto de cesariana. Ela foi preparada e o aviso foi dado aos demais profissionais que iriam ajudar. Em uma das vezes que entrei no quarto da paciente vi a mãe com as mãos postas sobre ela clamando a DEUS.

Quando liguei para o pediatra avisei que ocorreria um parto cesariana, 38 semanas, que tinha dois ultrassons. Que o primeiro estava normal, porém o segundo indicava microcefalia, ele já veio bastante apreensivo. A paciente foi encaminhada então para o centro cirúrgico e a mãe permaneceu todo período do parto de joelhos e em oração, clamando pela filha e a neta que iria nascer.

Mães para honra e glória do Senhor Jesus a criança nasceu bem, choro forte e acreditem, perímetro cefálico 35 cm, ou seja não tinha microcefalia. O pediatra examinou e disse: “- Essa criança não tem nada. É totalmente normal.

Fiquei agradecendo a DEUS e corri para dar a notícia para aquela mãe/avó que permanecia de joelhos orando ao Senhor, agora em lágrimas e agradecendo.

Mães nosso DEUS é tremendo Ele faz milagres o tempo todo, mas confesso que senti vergonha porque no meio de um plantão corrido, outras gestantes em trabalho de parto não tive tempo de orar junto daquela mãe, e quantas vezes na correria do dia a dia deixamos de orar de agradecer “o quão grande é o nosso DEUS.”

Entrei no centro cirúrgico e contei ao anestesista o que havia ocorrido, e ele disse essa mãe e avó são pessoas bem simples humildes, mas essa criança vai ser muito bem criada, porque terá base cristã, muitas crianças nascem em berço de ouro porém não são bem criadas porque não tem o principal: a fé e base cristã.

Mães resumindo tudo isso, quantas vezes aquela mãe/avó teria clamando á DEUS pela filha e neta que nasceria, segundo exames de imagem, especial. O SENHOR ouviu o clamor daquela avó, que é mãe duas vezes.

Aquela senhora em nenhum momento se preocupou com o que poderia pensar as pessoas que estavam ali, orou com as mãos postas sobre sua filha e neta. O tempo todo da Cesariana permaneceu em oração ao DEUS Todo Poderoso que serve! Não se importou com o local ou com as pessoas que estavam perto! Exemplo de fé para outras mães, futuras mães que ali estavam e, que foi um exemplo para mim que sou uma Mãe Unida em Oração!

DEUS diz: “- Eu posso! Eu faço! Basta crer, ter fé e entregar tudo em oração.

Para Honra e Glória do Senhor a menina nasceu perfeita, pesando mais de três quilos, e recebeu o nome de Lorena.

Nosso DEUS é tremendo.”

Rosana Raphael - Mãe Unida em Oração em Itapira, SP
(Testemunho publicado com a permissão de Rosana)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora.

Você já orou pelo seu filho hoje?


contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

sábado, 16 de novembro de 2019

UM SILÊNCIO PROFUNDO. DEUS AGINDO!


"Ontem, dia 23 de agosto, na parte da manhã, recebi um telefonema de uma mãe dizendo que estava desanimada e que não adiantava ficar orando porque nada acontecia.

Conversamos um pouco e ela disse que está sem perspectiva de emprego para o filho mais novo. A filha mais velha trabalha em uma grande empresa multinacional e ela tem que dar apoio a filha e ajudar com os netos por isso fica difícil participar de um PGO - Pequeno Grupo e Oração e muito menos ter um para liderar.

Perguntei a ela qual a idade do filho. Ela disse que ele tem 26 anos. A filha 30. O esposo dela trabalha como procurador do município. Ela disse que o filho ainda não tem um bom emprego e que atualmente isto é o mais importante para ela... 

Mesmo sendo criada na igreja e tendo noção da Palavra de Deus, disse que somente orar não resolve nada!

Sabe, naquele momento fiquei ouvindo e não sabia o que responder... Pedi a Deus sabedoria, pois quando você lida com mães amadurecidas na fé é uma coisa, mas quando você se depara com mães que ainda estão longe de saber o que é a vida, as dificuldades, o cadim, vale da sombra da morte... fica difícil!

Perguntei a ela qual o motivo da ligação. Ela disse que era para Deus dar um bom emprego para o filho dela, como Ele deu para a filha e para o marido e queria que eu pedisse isso a Deus, pois ela tinha pedido muito, mas não tinha sido atendida!

Durante a conversa, o outro telefone tocou uma vez, mas não pude atender.

Naquele momento, meu coração se enchei de profunda tristeza que fiquei inerte, sem condições de dialogar com ela.

Novamente o outro telefone tocou e pedi a ela um momento para atender. Ela disse que eu poderia atender e que ela aguardaria na linha. 

Quando atendi na outra linha, era uma mãe que tinha perdido seu filho mais velho de 31 anos, médico, vítima de um aneurisma, no dia anterior e que seria sepultado ontem.

Ela estava confortada e sabia que Deus está no comando de todas as coisas. Era uma dor tão grande, tão profunda e silenciosa que não tem como mensurar. 
Falou rápido comigo. Anotei os dados do sepultamento que seria na parte da tarde em Inhaúma, Rio de Janeiro, RJ. Não havia muito o que falar. Orei com ela e Deus ministrou em seu coração. Ela agradeceu muito. Nossa conversa demorou uns 3 minutos.

Voltei ao outro telefone e a mãe estava aguardando. Pedi desculpas e pedi o nome do filho para orar. Naquele momento falei com ela para orar pela mãe que tinha acabado de telefonar e que tinha perdido o filho que era médico e que tinha morrido por causa de um aneurisma. 

Do outro lado do telefone, um silêncio profundo. Escutei um choro. Ela não conseguia mais falar. Me pediu muitas desculpas e disse: "- Irmã Jane Esther, que Deus tenha misericórdia da minha vida, da minha pequinês, da minha miséria. Não sou digna de pedir nada a Deus. Apenas de agradecer por tudo que ele me tem dado. Como estava cega. Sou uma mulher medíocre. Como pude ser tão egoísta..."

Eu fiquei calada. Não tinha mais nada a dizer!

No final oramos e pedi a Deus para esquadrinhar o coração dela e fazer a vontade d'Ele na vida dela e de toda família."

Quando desliguei, fiquei parada e pensando no que Deus faz.
Não substime o Poder da Cruz!
Não substime o Poder do Calvário!
Não substime o Poder de Deus!
Ele comanda, controla e detém todas as coisas.

Jane Esther M. de S. de Paula Rosa - Coordenadora Nacional

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 




contato@maesunidasemoracao.org 

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M., S. de Paula Rosa)


IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

SOFRI MUITO, MAS NA DOR AMADURECI!


Prezada Jane Esther...

Estava passando por momentos difíceis quando conheci o Ministério. Mesmo tendo sido criada em lar evangélico, não era assídua na igreja.

Meu esposo trabalha em uma empresa multinacional e viaja muito. Temos três filhos. Henrique, com 22 anos que está cursando o terceiro período de Medicina, Fabrício, com 19 anos cursando Tecnologia da Informação e uma filha, Nathaly de 15 anos, cursando ensino médio.

Devido a nossa condição financeira, pude levar meus filhos para passear em outros países, e a dar tudo que precisavam.

Meus filhos nunca nos deram trabalho. Meu esposo, sempre que podia estava na igreja e meus filhos sempre foram integrados e participavam dos trabalhos com alegria! Eu não era assídua! 


Minha filha foi ficando muito rebelde. Meu esposo sofria por ver que eu fazia todas as vontades dela. Várias vezes discutimos por causa dela!

Meu esposo, inúmeras vezes, disse que eu iria sofrer devido a minha maneira de lidar com Nathaly. Em determinado tempo, comecei a perceber que meu esposo estava correto. 

Minha filha, com 12 anos estava começando com rebeldias! Às vezes que eu ia a igreja, ela não queria ir e eu a deixava em casa com a empregada. Mesmo não sendo assídua na  igreja, sempre pedia a Deus que me ajudasse na criação dos meus filhos...

Procurando na internet algumas passagens bíblicas que pudessem me ajudar, pois minha aflição era grande encontrei o Ministério Mães Unidas em Oração e fiquei encantada. Quantas mensagens, quantos ensinamentos... Adotei o Calendário Nacional de Oração e as ênfases diárias.

Bem, eu não compreendia a importância da oração. Lembro-me que certa ocasião entrei em contato com o Ministério através do telefone que estava no site. Jane Esther me atendeu. Conversamos muito sobre minha filha. Ela me orientou. Quantos ensinamentos... Ela falou que eu tinha que dar limite para minha filha. Que ela estava sem norte, sem referência, sem noção de valores, respeito, entre outras coisas. Ensinou-me a orar a Palavra de Deus sobre a vida de minha filha, disse que o Ministério não é barganha com Deus e, sim intimidade, comunhão com Ele. Enfim... Muitos conselhos.

Fiz minha inscrição e comecei orando individualmente. Jane Esther me disse que tinha que ter outra mãe para orar em concordância. Falei com minha irmã Marília, passei para ela todas as informações. Ela fez a inscrição no Ministério e começou a orar comigo. Eu sempre orava pelos meus dois filhos, mas Nathaly estava sempre em evidência. Aos poucos, fui faltando, sempre com uma desculpa. Uma semana era médico, na semana seguinte era reunião com amigas no Shopping, outra semana era viagem, cabeleireiro, outro dia era academia... Enfim...

Minha irmã continuou o encontro com outras mães da igreja, mas eu, que passei todas as informações para ela não participava de praticamente nada. Não era zelosa, e com o tempo fui deixando de lado a principal arma que tinha para proteger e cuidar de minha família, de meus filhos: a oração!

Cada vez mais minha filha se rebelava... Devido as minhas futilidades desta vida fui priorizando tudo, menos a direção de Deus sobre a vida ela. Recebia as mensagens do Ministério pelo whatsapp, pelo e-mail e apenas lia! Minha irmã me convidava para as reuniões e eu sempre tinha uma desculpa!

Bem... Durante três anos foi assim!

No início desse ano, minha filha conheceu um rapaz de nome Thomaz. Era da escola onde ela estudava. Ela com 15 anos e ele com 17. Ela ficou encantada com ele. Não pensava em mais nada, somente nele! Ia para escola e não estudava, ficava com ele o tempo todo... Era dia e noite no celular... Por mais que eu falava, mais ela desobedecia!

Meus filhos falavam comigo sobre o comportamento dele, e também falavam com ela, mas eu dizia para eles focarem nos estudos e deixarem a irmã comigo. Meu esposo, também falava, aconselhava, mas a situação estava ficando difícil!

No Carnaval o colega a convidou para ir para casa de praia da família dele. Durante dias, ela vinha pedindo para o pai e para eu deixar, mas eu não permiti que ela fosse para lá de jeito nenhum. Ela pediu ao pai, mas ele disse que de maneira nenhuma ela iria para um lugar que eles não conheciam ninguém!

No dia 28 de fevereiro, uma quinta-feira, ela estava tranquila. Meus filhos tinham viajado para casa de uma tia no interior para passar o Carnaval e só voltariam no domingo após o Carnaval e meu esposo, tinha viajado na quarta-feiar e ficaria fora do Brasil por 15 dias. Meus filhos queriam levar Nathaly, mas ela disse que preferia ficar comigo. Estávamos todos felizes!

Com relação a minha filha, eu pensei que ela tivesse desistido de ir para casa de praia do rapaz. 

Bem, estava muito calor e ela disse que iria pedir a empregada uma laranjada e se eu queria também. Já estava de noite e,a empregada tinha pedido para viajar no Carnaval e não viria na sexta feira. Retornaria só na outra quinta-feira.

A empregada preparou o suco e se despediu indo embora. Aguardei um pouco e minha filha, trouxe o suco de laranja. Achei o gosto meio estranho, mas achei que fosse a laranja, visto que minha filha tomou tudo e, ainda disse para eu deixar de ser chata e tomar a laranjada!

Bem...

Quanto acordei extremamente sonolenta percebi que estava no hospital e com um soro no meu braço! Não sabia o que tinha acontecido.

Aos poucos percebi que minha irmã estava perto. Perguntei que tinha acontecido e minha irmã Marília disse que tentou falar comigo durante a sexta feira-inteira, mas que não conseguiu. Também não conseguiu contato com Nathaly. Como meu esposo e filhos não conseguiam contato nem com Nathaly, nem comigo, eles telefonaram para minha irmã. Já era a tardinha de sexta-feira. Ela foi à minha casa para saber o que estava acontecendo e me encontrou dormindo. Eu não conseguia acordar, e falava coisas sem nexo. Ela chamou meu cunhado e me trouxeram para o hospital. Meu esposo estava viajando e meus filhos em outro estado!

No hospital o médico, após exames, disse para minha irmã que eu tinha ingerido uma dose muito forte de calmante. Cheguei com a pressão 6x4. Quase morta.

No sábado, pela manhã, menos sonolenta, mas ainda muito grogue, perguntei a Marília onde estava Nathaly. Minha irmã disse que não sabia. Que tinha telefonado e ela não atendia. Minha irmã pensou que ela estivesse viajado com os irmãos.

Naquele momento veio a minha memória alguns momentos da quinta-feira e percebi que minha filha havia me dado o suco de laranja com calmante para sair com o namorado e ir para casa de praia. Fiquei desesperada. Contei para minha irmã o que realmente tinha acontecido. Minha irmã pediu as Mães Unidas em Oração que orassem por Nathaly. Fiquei sem saber o que fazer tal a angustia que invadiu meu coração!

Pedi minha irmã para ligar para uma das colegas dela, que atendeu e disse que Nathaly estava com eles em Búzios, RJ. Minha irmã não disse nada a meu respeito. Também meu esposo telefonou e minha irmã atendeu e disse que estava tudo bem. Ele tinha viajado na quarta-feira para um Congresso na Alemanha e não queria que ele ficasse desestruturado com nenhuma notícia.

Eu melhorei e tive alta no sábado a noite! Fui para casa de minha irmã, visto que minha empregada estava de folga e eu não tinha condições de ficar sozinha!

Meu cunhado foi para o retiro da igreja com os três filhos. Minha irmã ficou comigo!

Em casa minha irmã e eu oramos e pedi a Deus que me ajudasse naquele momento terrível e guardasse minha filha, pois não poderia ir buscá-la! Não tinha condições físicas, nem psicológicas. Não podia acreditar no que minha filha tinha feito comigo.

No domingo, telefonei para minha filha e consegui falar com ela. Não deixei perceber que eu estava mal, apenas pedi que quando terminasse o Carnaval que voltasse para casa. Não reclamei, não disse nada, apenas, numa calma sobrenatural, disse essas palavras e desliguei. Não fiz mais contato, mesmo com o coração partido, pedi a Deus forças para prosseguir.

Meu esposo e filhos telefonaram para mim e eu disse que estava tudo bem e que eu estava na casa de minha irmã devido o Carnaval.

Naqueles dias, eu e minha irmã oramos em Concordância e pedimos a Deus que me desse sabedoria para saber como lidar com tudo o que estava acontecendo.

Na quarta-feira, retornei para casa. Fiquei sozinha, orando a Deus para que me ajudasse. Pedi perdão, pois tudo que Jane Esther me disse eu não fiz. E agora, estava diante de uma filha que quase me matou, apenas por não aceitar um não como resposta.

Minha filho só retornou no domingo após o Carnaval, e, foi para o quarto como se nada tivesse feito. Sem nenhum sentimento, sem nenhuma saudade, sem nenhuma manifestação de carinho.

Falei com ela que precisaríamos conversar. Ela disse que estava muito cansada da viagem e que no dia seguinte ela poderia me ouvir!

Meus filhos chegaram de viagem e na segunda cedo foram para a faculdade!

Eu estava anestesiada. Eu não sentia nada, apenas tristeza e pena de minha filha. Sim, eu estava com pena de minha filha. Fui eu quem criou aquela pessoa que estava ali. Como fazer agora. Meu esposo sempre preocupado em nos dar o melhor viajava muito pela empresa!

De repente meus olhos foram abertos!

No dia seguinte, eu e minha filha falamos pouco. Perguntei como foi a viagem para Búzios e ela disse que foi demais. Então pedi para ela trazer o “namorado” em casa para eu conhecer.

Não falei nada sobre o que ela fez para ninguém. Ainda não era o momento certo! Deus estava trabalhando em mim! Não adiantava mais brigar, questionar, discutir.

Meus filhos perceberam alguma coisa estranha, mais como tinham muitas tarefas, não se envolviam muito.

No sábado o namorado veio e, eu disse para ele que poderiam namorar...

Eles riram de mim!

Bem... Meu esposo retornou, e eu compartilhei com ele tudo o que tinha acontecido. Ele ficou perplexo. Ele não brigou comigo, apenas ficou calado e pensativo. Ele tentou conversar com minha filha e ela simplesmente disse para pai: “- Acorda pai, o mundo mudou!” Meu esposo ficou chocado com ela e disse que eu era a responsável por tudo o que estava acontecendo com minha filha. Disse que cansou de falar comigo, mas eu não aceitava! Cansou de dizer que eu tinha que levara a menina para a igreja, mas eu não me mexia! Enfim, um caos!

Um mês após eu permitir o namoro, a situação entre eles começou a ficar difícil. Eles brigavam muito e terminaram o namoro.

Observei que minha filha estava triste, pálida, não queria comer. Marquei um médico e foi quando ele disse que minha filha estava grávida de 8 semanas e com a pressão alta. Eu e meu esposo entramos em contato como Thomaz que foi em nossa casa.

Enquanto minha filha descia a escada, do segundo andar para atendê-lo eles começaram a discutir, pois Nathaly disse que estava grávida. Mesmo assim Thomaz disse que não queria nada com ela.

Ela escorregou, caiu da escada e batei a cabeça na quina do mármore. Levamos para o hospital. Traumatismo craniano! Ela perdeu o bebê. Momentos de extrema dor, angústia, sofrimento... Devido ao traumatismo ela ficou 10 dias em coma induzido! Ficou internada 42 dias! Quase morreu e nos matou de susto!

Como clamei a Deus e pedi as Mães Unidas em Oração para me ajudarem em oração! Minha irmã do meu lado sempre me apoiando! Um ser iluminado! Como eu estava errada! Seus irmãos tomaram conhecimento de tudo o que acontecera. Quiseram tirar satisfação com o ex-namorado, mas não valia mais a pena!

Quase dois meses depois, minha filha ainda debilitada me chamou e pediu perdão pelo que ela fez. Ela disse que não imaginava que o calmante me faria tão mal. Ela disse que eu estava certa. Que Thomaz não prestava.

Depois de tanta dor, meses de sofrimento, de clamor, de angustia... Minha filha mudou o ruma da vida dela e hoje é outra pessoa. Sofri muito, mas na dor amadureci!

Mas, as marcas ficarão para sempre!


Hoje estou firme na igreja e no meu PGO que agora funciona em minha casa!

Mãe, você é a autoridade! Não abra mão dela!

Gabriela M. L. Miranda – Mãe Unida em Oração – Rio de Janeiro, SP 
(Testemunho publicado com permissão da mãe)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora

Você já orou pelo seu filho hoje?


contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 


(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

domingo, 10 de novembro de 2019

ONDE ESTÁ MINHA FILHA?



Sou Mãe Unida em Oração, há 3 anos e lidero 3 grupos de Oração em minha casa. Meus filhos estão na Rede Mundial de Oração.....

Espero que meu testemunho sirva de alerta para muitas mães...

"Era um dia muito lindo. Meus filhos estavam na escola. Eu preparava o almoço para quando eles chegassem.


Estava tranquila... Ou melhor, pensava, que estava tudo bem.


Quando meus filhos chegaram em casa, perguntei: "- onde está Priscila?


Eles disseram que ela já tinha vindo para casa. A escola é bem perto de casa. Meus filhos vão e voltam caminhando juntos...(Eles tem 9 , 11 e 13 anos)


Fique muito apreensiva e fui para a escola. Lá me disseram que meu esposo tinha ido buscá-la... (Priscila tem 11 anos)


Telefonei para meu marido. Ele me disse que não tinha ido buscar minha filha. Entrei em desespero. Procurei a direção da escola, que não sabia me informar.


"- Meu Deus, onde está minha filha?


Cerca de 1 horas, mais tarde, já com a polícia acionada, meu cunhado, telefona dizendo que tinha encontrado minha filha na praça de alimentação do Shopping. Eu fiquei sem saber o que dizer e fui ao encontro dele, já com meu marido.


Não conseguia nem andar direito. Quando chegamos lá, perguntei ao meu cunhado o que tinha acontecido. Ele nos disse que tinha ido ao shopping para almoçar com um cliente quando viu minha filha conversando com um desconhecido. Ele disse que se aproximou, e pediu a Priscila que apresentasse o amigo...


Priscila disse que tinha marcando um encontro com ele pela internet, ali no shopping e que eram amigos virtuais cerca de 4 meses... O homem quis fugir, mas, meu cunhado é muito forte....


Bem....Meu cunhado segurou o homem, os guardas do shopping vieram, a polícia foi chamada, enfim..."

"Agindo eu, quem impedirá! Aleluia!
Glórias ao nome do Senhor!
Minha filha fui salva pelo poder da oração!

Nardine Veiga Prado Moreira
(Líder de Mães Unidas em Oração, São Paulo, SP


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx"

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

O PODER DA ORAÇÃO DE UMA MÃE!


"Minha filha Rita de Cássia, chegava em casa do trabalho, por volta das 8h da noite, em São Gonçalo, RJ, quando de repente uma moto parou em sua frente e um indivíduo, apontou-lhe um revólver e anunciou um assalto. Ele queria o celular dela.

Minha filha pediu calma, e notou o nervosismo do rapaz, ao sentir o cano do revólver tremer em seu abdômen. Ela ouve a voz do outro ladrão que dizia: atira e vamos embora.


Nesse momento, minha filha pensou em mim, e nas palavras que sempre falo para ela: 
" - Filha todos os dias eu entrego você nas mãos de Deus!.

Muito nervosa minha filha chorou e entregou ao bandido o seu celular. Ele foi embora e a deixou ali, assustada, aflita, porém com vida e salva.

É nesses momentos de muita aflição e desespero, que podemos ver o agir de Deus na vida de nossos filhos e com certeza ação movida através de nossas orações de mãe...

Eu poderia ter perdido minha filha, num simples gesto daquele rapaz puxar o gatilho, mas o NOSSO DEUS PODEROSO, o Todo Poderoso estava agindo naquele momento. Eu sou grata a ELE por tudo que fez e por tudo que faz.

Deixo aqui o meu testemunho para motivar e dar êxito a toda ação gerada pela oração, Deus nos ouve e honra nossa fidelidade a ELE.

Hoje minha filha foi salva, ainda não é liberta, mas tem a consciência de que sem Deus, nós nada somos.

Agradeço a todas vocês, mães, pelas orações e continuemos a orar uma pelas outras e por nossos filhos! Amém!


Fátima Floriano Peixoto - Líder de Grupo de Mães Unidas em Oração em Saquarema, RJ
(O testemunho foi publicado com permissão)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

APENAS UM PEN DRIVE



"Queridas irmãs,

Sou muito grata ao nosso Deus por fazer parte deste tão importante Ministério de Oração que é Mães Unidas em Oração. Participo dele há quatro anos, quando estava grávida de minha terceira filha.

Tenho participado com carinho do meu grupo. Tenho recebido e assumido com responsabilidade os pedidos de orações enviados por e-mail. Também já fiz vários e quero dizer que o Senhor já respondeu muitos deles, mas quero destacar o que Deus fez na vida de minha filha Mariana.

No dia 12 de outubro, por ser feriado, pela manhã, meu esposo aproveitou para gravar vários documentos importantes do escritório em seu pen drive. O objeto era tão pequeno que chamou a minha atenção. Falei com meu esposo que somente Deus para dar ao homem tamanha capacidade e inteligência para fazer algo tão impressionante.

Minha filha caçula (Mariana) de 4 anos estava perto dele. De repente, numa fração de segundos, ela colocou o pen drive na boca e, engoliu. Meu esposo levou um susto imenso e começou a tremer de desespero. Não conseguia nem explicar o que tinha acontecido.

Com muito custo compreendi e imediatamente fomos para o hospital. Chegando lá foi feita uma radiografia que mostrou o pen drive no estômago de minha filha. Ficamos apreensivos. O médico disse que teríamos que aguardar as próximas horas e nos liberou.

Fomos para casa Durante aquela tarde eu telefonei para as minhas irmãs Mães Unidas em Oração e pedi que orassem. Na manhã seguinte minha filha evacuou, mas o objeto não saiu. Ficamos preocupados. Voltamos ao hospital e foi feita outra radiografia. O pen drive estava no intestino grosso. O médico pediu para darmos a nossa filha alimentos com fibras. Assim fizemos durante todo o dia.

No dia seguinte, nada aconteceu. Telefonamos para o médico e ele disse para aguardarmos mais um pouco. No dia seguinte, nada aconteceu. Continuamos orando e pedindo a Deus que entrasse com providências. Foi feita outra radiografia e o objeto já estava no intestino delgado. Havia uma grande preocupação por causa do pulmão. No dia seguinte, o pen drive saiu. Foi um susto. Agradeço a todas que oraram por minha filha Mariana.

Matilde Ferreira Goulart
(Mãe Unida em oração no Rio de Janeiro, RJ - Testemunho publicado com permissão da mãe)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos 
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org 

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

NÃO PODIA NUNCA IMAGINAR UMA COISA DESSA ...




"Prezada irmã Jane Esther, minha filha estava indo muito bem na igreja, nos adolescentes, no Ensino Médio. Com 16 anos era e continua sendo um exemplo para nós...

Somos cristãos. Estamos sempre na igreja com meu esposo, ela e meus outros dois filhos. Um de 10 anos e o outro de 17 anos. Não conhecia este Ministério que ora pelos filhos e escola, até que.....

No final do ano passado, no mês de novembro, minha filha foi violentada na escola pelo professor... 
Momentos de muita dor, muita tristeza, muita angústia... Minha filha, está grávida de 5 meses....Grávida de uma menina!

O que seria de mim se não fosse o meu Deus e vocês, Mães Unidas em Oração. 
Escrevo estas linhas com muitas lágrimas em meus olhos... Minha filha está traumatizada... Temos dado a ela todo carinho, amor... Ela está tendo toda ajuda necessária, mas sei que Deus só Deus entrando com providências transformará toda a dor de minha filha em libertação.... Só Ele pode fazer isso.

Não podia nunca imaginar uma coisa dessa..."

(K..P. Magalhães)
Mãe Unida em Oração - Belo Horizonte, MG (Parte do testemunho usado com permissão da mãe)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos 
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.orG
wHATSaPP: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 


IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”

SONHO, FRUSTRAÇÃO E MILAGRE!



"Meu filho William, 19 anos de idade, tinha como sonho ser jogador de futebol e, neste ano, estava se dedicando ao máximo participando de treinos, fazendo aulas de inglês e tudo que era necessário para passar em uma seletiva que aconteceria em Toronto, Canadá, em maio de 2016.

Seu esforço visava uma bolsa de estudos nos Estados Unidos para cursar a faculdade e com um futuro promissor para o futebol profissional. Porém todos esses planos foram abruptamente interrompidos no dia 29/01/2016 quando, por uma fatalidade, mais ou menos cinco horas da manhã, ele foi atingido por um projetil de fogo, tendo como trajetória o pulso direito, perna direita e perna esquerda.

Após o ocorrido foi socorrido rapidamente e levado ao hospital. Era 5:30 quando acordamos com a notícia que ele havia sido baleado e estava no hospital. O meu desespero era tão grande que não cabia dentro do meu peito, e eu dizia: “- Deus, dá mais uma chance para o meu filho, não me tire ele Senhor!!! Me surpreenda, por favor!!!

Doía muito saber que ele estava ali naquela situação, eu não tinha forças para orar, só chorava o tempo todo. Foi quando eu entrei para ver ele e Deus, de uma forma surpreendente, me fortaleceu para que eu não chorasse perto dele. Então ele me pediu perdão e disse: "- Mãe, meu sonho, meu projeto acabou, eu não sinto meus pés, eu estou com medo!!!" E eu disse: " - O seu sonho pode ter acabado, mas os sonhos de Deus começam hoje na sua vida!"

Eu me ajoelhei clamando vida sobre todo o corpo dele. Os enfermeiros entravam e saiam da sala emocionados, então fui até o médico que estava prestando os primeiros socorros e ele me disse que William precisaria passar por uma cirurgia para reconstrução da artéria femoral. Foi aí que eu juntei as mãos daquele médico e orei abençoando suas mãos e pedi olhando dentro de seus olhos: "- Doutor, não sei se tem filhos, mas cuida do meu filho como se fosse seu, salva a vida dele, em nome de Jesus!!!" e, saí porta afora, foi quando meu chão abriu....

Mandei um áudio para grupo das mulheres da minha igreja pedindo oração, e em pouco tempo muitas pessoas vieram até o hospital nos apoiar. E este áudio se multiplicou entre os irmãos e foi um mover maravilhoso na nossa vida através de tudo o que Deus operava.

Foi então que recebi a visita de Sabrina de Mattos Maurente, Coordenadora do Ministério Internacional Mães Unidas em Oração em Balneário Camboriú, SC que me convidou para lançar o nome do meu filho Willian Gabriel Nogueira Traversin na Rede Mundial de Oração do Ministério Internacional Mães Unidas em Oração...

Naquele momento começamos a declarar que o nosso Deus não faz milagre pela metade... Todo corpo clínico do hospital se impactava com tamanha fé.

Após a cirurgia que durou sete horas, existia a chance de amputação de membros devido à falta de vascularização adequada e de muita espera do incidente até a cirurgia, totalizando 3:30 sem circulação.

Esta falta de vascularização formou um edema do joelho para baixo, foi então que fizeram as fasciotomias, cortes grandes para o músculo saltar e sangue descer os pés. As duas cirurgias recuperaram 30% do fluxo sanguíneo da perna. Os outros 70% começaram a receber irrigação por ramificações laterais criadas pelo próprio organismo dele, o que seria algo raríssimo devido à idade. Então eu entendi mais uma vez o milagre sendo concluído.

Após as cirurgias, WilIiam precisou de outro tratamento chamado Câmera Hiberbárica, onde realizou 20 sessões com a ajuda financeira de irmãos da igreja, pois se trata de um custo altíssimo.

Hoje, 80 dias do ocorrido, William segue com os curativos, fisioterapias e treinamento físico pós trauma para uma excelente recuperação. O caso do William confundiu a medicina várias vezes; ele foi o único sobrevivente que deu entrada nas condições que ele chegou naquele hospital. Louvo a Deus pelo milagre, pelas promessas, por ter usado as Mães Unidas em Oração, minha igreja, anjos para trazer meu filho de volta. Louvo a Deus porque Ele é fiel mesmo quando não merecemos. Obrigada Meu Deus Fiel!!!!!"

Ivone Maria Nogueira Traversin - Mãe Unida em Oração em Balneário Camboriu, SC
(Testemunho e fotos foram divulgados com a permissão da mãe)



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

UM NOVO COMEÇO!

 

Quero testemunhar a benção recebida na vida do meu filho Reuel.

Depois do acidente em 12/2016, onde pedimos que as Mães Unidas em Oração intercedesse meu filho, ele ficou com graves sequelas, e não conseguiu mais encontrar trabalho, pois seu currículo é acompanhado por um laudo médico, restringindo várias atividades.

Antes do acidente, ele tinha dois empregos, sempre foi muito trabalhador, e essa dificuldade o entristecia muito, então começamos a orar nesse sentido.

Levei meu pedido aos PGOs - Pequenos Grupos de Oração aqui em Itapira< SP e começamos clamar.

Alguns dias depois ele teve uma ideia, pensou em trabalhar com hortaliças.

Foi maravilhoso a forma como Deus cuidou de todos os detalhes.

Um colega do meu esposo comentou sobre um sítio que a pessoa não usava.

Conseguimos arrendar o sítio, e a semana passada ele já começou colher. No primeiro dia de vendas foram quase 200 unidades e as encomendas continuam.

Para honra e glória do Senhor.

Siloé Souza Alves Adôrno 

Coordenadora de Mães Unidas em Oração no Município de  Itapira, e do Estado de São Paulo, SP - Testemunho divulgado com a autorização da mãe)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

domingo, 3 de novembro de 2019

EU SOU O DEUS QUE CURA


Sou casada, mãe de 3 filhos. Meu primogênito com 18 anos, minha filha do meio com 15 e a menor com 2 e meio.

Meu primeiro filho foi muito esperado e muito amado por mim. Sonhei com ele muito antes de engravidar. Foi uma alegria sem limites...

Dois anos depois engravidei novamente e foi uma surpresa porque não estava esperando por outro filho naquele momento. Pensei em abortar porque eu não estava preparada para mais uma gravidez. O filho dos meus sonhos eu já tinha. Enfim foi um baque total para mim naquela época.

Nasceu minha filha. Eu não conseguia aceitar de forma alguma. Ela cresceu, mas eu sempre tive um bloqueio com relação ela. Nunca dizia que a amava. Em nenhum momento demonstrava qualquer tipo de afeição. Sempre a rejeitei. Não aceitava o carinho dela.

Até que conheci, através de Adeide Pâmela, Coordenadora de PGOs - Pequenos Grupos de Oração na cidade de Montes Claros, MG e comecei a fazer parte do Ministério Mães Unidas em Oração. No grupo pude me abrir e compartilhar com as mães dizendo da minha imensa dificuldade com minha filha. Contei que há 14 anos não conseguia me aproximar dela... Do meu sofrimento com relação a isso. As mães do meu PGO me orientaram em vários aspectos, inclusive a orar com ela e dizer que eu a amava... Como foi difícil aquele dia... Consegui orar com ela, mas não consegui dizer que a amava.

Dias depois da oração, e com muita dificuldade pedia a Deus para me ajudar... Minha fila me acorda às 2 da manhã e pede para eu orar com ela porque ela estava com muito medo. Orei com ela e deitei ao seu lado ate ela pegar no sono... No outro dia tudo continuava difícil... Ela estava pior... Da escola a diretora me liga dizendo: - Sua filha esta passando muito mal... Saí desesperada do meu serviço e fui ver o que estava acontecendo...

Levei minha filha ao psicólogo e lá descobri que minha filha, que tanto rejeitei estava doente... Estava com uma depressão no estagio maior, mais avançado e já pensando em morrer. Ela disse que não queria me dar trabalho... Naquele momento meu coração doeu em ver minha filha naquela tristeza profunda... Minha filha estava sentindo meu desamor de forma cortante e cruel... Ela já entendia todas as coisas... Estava na adolescência... Estava em um momento extremo de sofrimento...

Eu comecei a perceber o que eu estava fazendo.... As Mães Unidas em Oração estavam clamando a Deus por esta situação...

Minha filha foi tendo uma crise atrás da outra, cada qual mais forte... Mais e mais tristeza... Em um dos dias, Pâmela nossa Líder do PGO telefonou para minha filha. Eu estava no trabalho, mas muito angustiada. Pâmela percebeu que minha filha chorando muito... Pâmela foi até minha casa, pegou minha filha, levou para casa dela, orou com ela e, após minha filha ficar melhor, ela telefonou para mim dizendo tudo o que estava acontecendo... Essa luta continuou e, então eu decidi não dar antidepressivos... Eu sabia que Deus poderia libertar minha filha de tanta dor... Eu sabia que Deus ia curar minha filha...

No dia do nosso PGO o atributo estudado foi: Eu sou o Senhor que cura.

Eu cheguei em casa muito cansada e conversei com ela... Fui dormir um pouco achando que estava tudo bem... Acordei com choros, gritos e fui ao quarto dela. Ela estava suando frio e tremendo ao mesmo tempo... Nessa hora, eu clamei ao Senhor e, pedi as Mães Unidas em Oração do meu PGO que cada uma em sua casa, clamassem, em concordância a Deus, pela cura, libertação de minha filha de tanto sofrimento... Já era de madrugada!!!!

Ah! Minha filha foi curada para honra e gloria do Senhor... Ali cessou o sofrimento, a depressão caiu por terra. O Senhor havia curado a minha filha... Através dessa depressão pude me aproximar de minha filha e, finalmente dizer o quanto eu a amava, o quanto eu a amava... O quanto eu a amava... Uma filha que eu um dia rejeitei, Deus me deu a oportunidade de ver o quanto essa filha era e é importante em minha vida, assim como os outros dois filhos... Hoje somos amigas, hoje falo com muito prazer que eu a amo... Ela é uma filha maravilhosa, obediente a mim e a Deus... Canta na igreja e toca vários instrumentos... Hoje consigo enxergar a grandeza de Deus na minha vida e na vida dela... Através do Ministério pude resgatar algo que eu perdi anos atrás...

Deus e perfeito... Agradeço em todo tempo por que Deus me deu os melhores filhos... Esse é apenas um resumo da minha historia.

Todo filho precisa de uma mãe que ora. Você já orou por seu filho hoje?

Neila Siney
(Mães Unidas em Oração em Montes Claros, MG – Testemunho usado com permissão da mãe)

_____________________________________

Qual é a sua dor? Qual é a sua ferida? Disseram que não existe cura? Os médicos te desenganaram?

Mãe Deus se revela ao ser humano de diversas maneiras. Ele se revela como Jeová-Ra-ah: o Senhor é o meu pastor; Jeová-Jireh: o Senhor proverá; Jeová-Nissi: o Senhor é a nossa bandeira, nosso Vencedor ou nosso General de batalha e Jeová-Rafah: eu sou o Senhor, seu Médico, ou "Eu sou o Senhor que te sara, que te cura".

Mãe, Deus quer estabelecer a mesma aliança com você. Ele quer tratar todas as suas feridas, contrariar diagnósticos que declaram que para você não tem mais jeito, seja física ou espiritualmente. Saiba que Deus pode, e quer mudar a sua história... 



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos
Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa) 

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

A ESPERA DO MILAGRE... O SONHO REALIZADO!

“Minha sobrinha Carla Beatriz da cunha vai passar por uma cirurgia no coração no Hospital Dante Pavanezi. Peço orações por ela.”

Este foi o pedido que fiz, há cerca de 2 meses atrás, para a irmã, através do e-mail de Mães Unidas em Oração, quando minha sobrinha iria fazer uma delicada cirurgia no coração. Foram momentos de profunda angústia, expectativa. Durante este período, todos os passos de Carla foram monitorados por Deus. A narrativa é longa, mas tentarei relatar a grande bênção que recebemos.

Carla Beatriz, com 18 anos, nasceu com Tetralogia de Falow e com apenas 1 ano de vida, fez a primeira cirurgia. Agora, segundo orientação dos médicos teria que fazer a outra.

Ficamos aguardando a confirmação da cirurgia da Carla Beatriz, e quando saiu ela chorou muito. Sua mãe também chorou, mas sabia que era necessário passar por isso, para que ela pudesse viver. Sua avó, essa nem se fala. Só chorava! Eu esperava em Deus. Entrei em contato com o “Ministério Internacional Mães Unidas em Oração” e relatei o que iria acontecer. Agradeço a Deus a sua paciência, irmã Jane Esther em me ouvir, em ter me dado forças através da oração.

No dia 25 de janeiro, foi internada. Como disse para a irmã, a cirurgia era muito delicada. No dia da cirurgia, eu tinha certeza que, de mim mesmo, não teria forças para ficar ao lado de minha mãe, que é avó da Carla Beatriz, Então, de manhãzinha, ao fazer minha caminhada com Deus, uns 7 km, eu dizia a Ele: - Senhor, sei que És o Deus do impossível. Sei que as mãos dos médicos serão dirigidas, guiadas por Ti. Perdoa a minha ansiedade! Preciso fortalecer minha mãe. Eu creio no poder da oração. Mas, e minha mãe?

Ao chegar em casa, li a meditação do dia 2 de fevereiro do Devocional “Pão Diário” que dizia que devemos confiar. O texto era Josué 1.9. “Não te apavores, nem desanimes, pois o Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares”. Descansei no Senhor, e em Suas promessas. Fiquei o dia todo esperando pelo boletim médico, ao lado de minha mãe.

Foram momentos intermináveis e de total dependência de Deus. Quando Suzely, mãe da Carla Beatriz nos ligou dizendo que o médico, ao sair do centro cirúrgico, estava sorrindo, e disse: - “Apesar de ter sido uma cirurgia delicada, tudo deu certo. Ela respondeu bem a todos os procedimentos. Ela passa bem!”

Quando alegria pudemos sentir sentimos. Quanto contentamento. Deus estava no controle!

Depois de alguns dias no hospital, Carla Beatriz já está em casa em convalescênça.

Seu desejo agora é cursar a Faculdade de Serviço Social, em Araçatuba, SP


Glória a Deus! Agradeço as orações e o apoio de “Mães Unidas em Oração” que estavam presentes em meu coração, a cada Boletim Médico. EU CREIO NO PODER DA ORAÇÃO!”




Danival Cunha Rondolfo 
Coordenadora de Mães Unidas em Oração em Mirandópolis, SP
(Este testemunho foi publicado com autorização da Irmã Danival, tia de Carla Beatriz)
Este testemunho foi publicado em 11 de maio de 2011.

O SONHO REALIZADO!

Formatura  de Carla Beatriz Cunha em 
Serviço Social no final do Ano de 2016!
A Deus toda honra e toda glória!




 

Danival Cunha Rondolfo 
Coordenadora de Mães Unidas em Oração em Mirandópolis, SP
(Este testemunho foi publicado com autorização da Irmã Danival, tia de Carla Beatriz)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo Filho precisa de Uma Mãe Que Ora! 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.