Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sexta-feira, 3 de abril de 2020

A INFLUÊNCIA DE MÃE



Muitas vezes desprezamos a influência que as mães têm na transformação do mundo. Mas pessoas famosas se deram conta disto. Por exemplo, Napoleão, imperador da França que disse: "Deixem que a França tenha boas mães e então haverá bons filhos". 

Nos dias de hoje e sempre, é necessário que as mães tenham caráter cristão e eduquem seus filhos no caminho do Senhor (Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele – Provérbios 22:6). E quando as mães se dão conta disto, da influência que tem na formação do caráter de seus filhos, elas podem fazer toda a diferença.

Nenhuma outra força na vida do filho é tão poderosa em influência como a mãe. Através dos séculos, a mãe tem tido presença marcante na história. O próprio imperador Napoleão disse: "O destino de uma nação está sempre nas mãos da mãe". Nós sabemos que está nas mãos de Deus, mas as mães têm uma influência muito grande no fato de seus filhos seguirem ou não ao Senhor. Muitos homens famosos foram influenciados por suas mães. 

A mãe de John Wesley era uma mulher que buscava todos os dias ao Senhor, embora fosse mãe de 12 filhos. A mãe de Nero, que incendiou Roma e pôs a culpa nos cristãos era gananciosa, sensual, assassina. A mãe pode influenciar seu filho tanto para o bem como para o mal. Ah! Como necessitamos de mães cristãs nos dias de hoje. E quero tomar a palavra de Deus como exemplo disto.

Em 1 Samuel 1:1-22 narra-se o caso marcante de uma mulher que honrou a Deus. Ana de Efraim viveu num tempo em que a nação de Israel estava num estado lastimável. A condição espiritual daqueles dias se assemelha muito com a sociedade corrupta de hoje. Eli, que era o sacerdote, estava tão distanciado de Deus que não conseguia perceber a comunhão de Ana com o Senhor.

Ana não veio de uma cidade grande
A Bíblia nos diz que Ana tinha vindo de uma pequena cidade chamada Ramataim de Zofim... Tudo que sabemos desta cidade é apenas o seu nome, na verdade a cidade nunca mais é mencionada na Bíblia. No entanto, nesta obscura e pequena vila, Deus tinha uma mãe, que desejava servi-lo, portanto Ele teria um profeta.

A oração de Ana 
A esposa de Elcana, era uma mulher que padecia porque não tinha filhos. A ela tinha sido negado o que era considerado a maior glória para uma hebreia: o privilégio de ser mãe. Durante vários anos Ana orara por um filho. Ela ansiava poder levar um bebê consigo na peregrinação anual que fazia a Siló para adorar ao Senhor. Chegada a época da peregrinação, estando ainda sem bebê, seu desapontamento parecia ser maior do que ela podia suportar.

A Bíblia nos mostra que ela estava profundamente amargurada
Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou muito (1 Samuel 1:10). Então o fardo que ela não podia repartir com amigo algum terrestre, lançou-o sobre Deus. Aqui uma mensagem que não é somente para as mães: Jesus sempre nos convida a deixarmos nosso fardo com Ele: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei". (Mateus 11:28). Ana rogou que lhe tirasse a vergonha, e lhe concedesse o precioso dom de um filho para o criar e educar para Ele. Ela fez um propósito com o Senhor de que, se seu pedido fosse satisfeito, dedicaria o filho a Deus desde o seu nascimento. Quando Deus atendeu seu pedido, parece que estava dizendo: "Encontrei uma mãe consagrada, portanto terei um servo dedicado".

Ana orou ao Senhor, e o Senhor ouviu sua oração
Ela recebeu a dádiva pela qual havia rogado tão fervorosamente. Olhando para o filho, chamou-o Samuel - "pedido a Deus". Ela era uma mulher simples, não tinha estudo, não tinha uma faculdade. Suas vestes também eram muito modestas. Mas apesar de tudo isso, Deus ouviu sua oração.

A resposta de Ana
Ana era uma mãe piedosa. Desde o primeiro desapontar da inteligência do filho ela lhe ensinara a amar e reverenciar a Deus e a considerar-se como sendo do Senhor. Por meio de todas as coisas conhecidas que o cercavam, procurou ela elevar seus pensamentos ao Criador.

Depois de separada de seu filho, a solicitude da fiel mãe não cessou
Cada dia ele era objeto de suas orações. Cada ano ela lhe fazia, com suas próprias mãos uma túnica para o serviço. Ao subir com o esposo para adorar em Siló, dava ao menino esta lembrança de seu amor. Cada fibra da pequena veste era tecida com uma oração para que ele fosse puro, nobre e verdadeiro. Não pedia para o filho grandezas mundanas mas rogava fervorosamente que ele pudesse alcançar aquela grandeza a que o Céu dá valor. Ansiava que ele honrasse a Deus e fosse uma bênção para seus semelhantes. Que recompensa teve Ana e que estímulo para a fidelidade é o seu exemplo! Há oportunidade de inestimável valor, interesses infinitamente preciosos, confiados a toda mãe. A humilde rotina dos deveres domésticos que as mulheres as vezes consideram uma fastidiosa tarefa, deve ser encarada como obra grandiosa e nobre. É privilégio de a mãe abençoar o mundo pela sua influência, e fazendo isto trará alegria a seu próprio coração. Ela pode fazer retas veredas para os pés de seus filhos, através de claridade e sombra, em direção às alturas gloriosas do céu. 

Como a mãe forma o caráter do fi
lho?
Só tem um meio da mãe influenciar positivamente seu filho que é seguindo aquilo que Jesus deixou em sua Palavra. O mundo está repleto de influências negativas. A moda e os costumes exercem forte poder sobre os jovens. Se a mãe falta em seu dever de instruir, guiar e restringir, os filhos naturalmente aceitarão o mal e se desviarão do bem. Toda mãe deve ir muitas vezes ao seu Salvador com a oração: "me dá sabedoria"; como fizera Ana. Se ela atender à instrução que Deus dá em Sua Palavra, ser-lhe-á concedida sabedoria conforme necessitar.

Seja uma mãe de oração
Sua vida de oração é o fundamento de um lar cristão.  Ana era uma mãe que orava. Ela orava por um filho e Deus a ouviu. Ela prometeu a Deus que se Ele a abençoasse com uma criança ela o criaria e o educaria para servi-lo. Ela o guiaria no caminho do Senhor.

O maior sermão que nossos filhos podem ouvir é a nossa vida
Somos exemplos. Somos conhecidos pelos frutos (Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Mateus 7:20). Qual é a sua atitude diante de seus filhos? Ela é mesquinha ou generosa? Ela é negativa ou positiva, crítica ou estimuladora, cristã ou incrédula?

Ana possuía uma atitude de louvor!
Ela ensinou seu filho a amar e honrar a Deus. Uma amiga visitante encontrou uma jovem mãe sentada com seu bebê no colo, tendo a Bíblia aberta em sua mão. Ela perguntou: "Você está lendo a Bíblia para o seu bebê?" "Sim", respondeu a mãe. A visitante replicou: "Certamente você não pensa que ele vai entendê-la, não é?" "Não", disse a mãe, "ele não vai entendê-la agora, mas desejo que a sua primeira recordação seja a de estar vendo e ouvindo a Palavra de Deus."

A submissão de Ana
Ana havia feito um voto ao Senhor. Logo que o pequeno teve idade suficiente para separar-se de sua mãe, ela cumpriu seu voto. Amava seu filho com toda a devoção de um coração de mãe. Era seu único filho, uma dádiva especial do céu, mas recebera-o como um tesouro consagrado a Deus, e não queria privar o doador daquilo que Lhe pertencia. Ele deveria tornar-se um servo do Senhor. Mais uma vez Ana viajou com o esposo para Siló. Chegando na casa do Senhor, apresentou ao sacerdote, em nome de Deus, sua preciosa dádiva. Que maravilhoso retrato de uma mãe dedicada a Deus! Ana deu o menino ao Senhor. Não aos negócios, não à sociedade, nem mesmo à sua pátria. Ela o deu ao Senhor!

Muitos grandes homens e mulheres de Deus estão servindo a Cristo hoje não por causa de seu grande talento ou habilidade, mas porque eles tinham uma mãe que os ofertou ao Senhor. À Agostinho, o grande teólogo possuía uma mãe que devotou sua vida para a formação cristã dele e sua conversão a Cristo. Em seus primeiros anos, parecia que seus fervorosos esforços foram todos em vão. Agostinho vivia em pecado e imoralidade; desrespeitou toda e qualquer restrição moral e rebelou-se abertamente contra Deus. Mas um dia padecendo terrível agonia, lembrou-se das orações de sua mãe e arrependeu-se de seus pecados. Ele foi gloriosamente convertido. Certo dia, ele foi levado a dizer: "Se sou teu filho, ó Senhor, foi porque me deste tal mãe.” Sim, é impossível calcular o poder da influência de uma mãe que serve ao Senhor. Ela reconhece a Deus em todos os seus caminhos, leva seus filhos ante o trono da graça e apresenta-os a Jesus, suplicando sobre eles suas bênçãos. A influência dessas orações é para esses filhos como fonte de vida. As orações de uma mãe, oferecidas em fé, são o sustento e a força da mãe cristã. O poder da oração de uma mãe não pode ser calculado.

(Rev. Carlos Henrique de Moraes)

Lembre-se que Mães Unidas em Oração é um Ministério de mãe com mãe..


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora.

Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx"

quarta-feira, 1 de abril de 2020

NÃO SABIA O QUE FAZER PARA LIBERTAR MEU FILHO DO CELULAR



"Meu filho Matheus é o mais novo de três irmãos (16 - 19 - 23). Ele tem 10 anos. Todos  s meus filhos são maravilhosos, crentes, ativos na igreja, graças a Deus!

De tando ver seus irmãos mais velhos com celular e ouvir de seus colegas na escola que ele tinha que ter um celular, nos pediu um de presente.

Eu fiquei muito preocupada e meu esposo também... Mesmo tendo consciência que nossos filhos nasceram em uma época repleto de tecnologia, sabemos que as influências são terríveis.

Ele insistiu muito e, depois de ponderarmos compramos o celular para ele. Descolado, meu filho criou um grupo do WhatsApp para a sua turminha da escola. No início ele estava empolgado com as mensagens,mas com o tempo ele foi ficando totalmente envolvido com o grupo. Claro que ele ama todas as possibilidades tecnológicas, principalmente os aplicativos de jogos. Mas como ainda é uma criança, começamos a perceber uma obsessão pelo celular e pelos jogos.

Primeiro, vimos que a empolgação pelo celular novo era grande, mas com o tempo, começou a tomar conta da vida dele. Não conversava, não estudava, não queria tomar banho, não queria sair, não queria comer... Algo muito estranho... Durante um tempo seu comportamento ia mudando mais e mais...

Estava muito angustiada... Pedi a Deus que me ajudasse, pois não deveria ter dado o celular para meu filho!

Como faço parte do Ministério Mães Unidas em Oração, li uma matéria no blog do Ministério sobre tecnologia e que os pais precisam dar limites aos filhos.

Conversei com as mães de meu PGO - Pequeno Grupo de Oração e pedi que orassem comigo e por mim, pois iria, junto com meu esposo tomar uma atitude com relação ao meu filho e seu celular, antes de fosse tarde!

Marcamos um momento para conversarmos com ele. Explicamos o que estava acontecendo e, que seus irmãos, não estavam dependente do celular como ele estava.  Que não tinha mais condições de continuar daquela forma...

Meu filho sempre foi um menino obediente, dócil, tranquilo...  Após conversarmos e explicarmos a situação, nos colocamos como responsáveis por ele estar tão dependente e e pedimos desculpas a ele. Também dissemos que  não poderíamos deixá-lo usando o celular sem limites.   Falamos que não iríamos tirar o celular dele, mas que ele teria os horários pré-estabelecidos para usar. Caso não obedecesse, aí sim, ficaria sem o aparelho!

Dissemos o horário que ele teria acesso ao celular e que não levaria mais para a escola. Vimos todos os aplicativos que ele estava usando. Meu filho mais velho excluiu  2
jogos, pois estavam na relação de jogos perigosos e inseriu vários jogos simples... Meu filho aceitou e graças a Deus o pesadelo acabou... Ele mudou o comportamento  e esta ciente dos perigos que o mal uso pode causar. Assim, conseguiu alcançar um equilíbrio."

Agradeço a Deus pelas Mães que me ajudaram, pelo abençoado artigo que abriu meus olhos!

Mãe, não dê celular para seu filho quando pequeno... Eles não precisam!

É muito importante para a família, é preservar as outras brincadeiras e o estudo. O problema é que, em muitas casos, a situação sai do controle, e os filhos, tanto pequenos quanto adolescentes são dependentes de tecnologia, e com consequências que comprometem desde a saúde ao desempenho escolar.

E seu filho?

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher coloque ”xxxx”.

NUNCA É TARDE PARA DEUS!

“Irmã Jane Esther,

Lidero dois Grupos de Mães Unidas em Oração, em minha residência. Um há 10 anos e outro há 4 anos. Em uma de nossas primeiras reuniões, antes de começar, uma das mães chegou mais cedo, e trouxe outra mãe pela primeira vez. A mãe visitante começou a conversar e abrir seu coração... Uma mulher bonita, bem vestida, simpática, elegante, Comunicativa...

Seu esposo era alto executivo da Petrobrás e, viajava muito. Mas dava todo apoio financeiro a ela e aos filhos para que nada faltasse. Quando era possível iam sempre a igreja, pois tinham muitos compromissos sociais, Seus filhos eram prioridades para eles: Maria Clara de 6 anos, Daniel de 8 anos e Maria Alice de 10 anos.

Na época, ela foi bem enfática no que tange a liberdade de escolhas. Ela dizia que os filhos tinham que ser independentes e aprender a se defender e fazer suas escolhas. Ela participou conosco, algumas vezes, e sempre com o mesmo discurso. Após algumas semanas, não me recordo bem, ela parou de ir. Disse que estava com muitas atividades e que não sobrava tempo para orar pelos filhos e que iria se mudar para outro estado devido o trabalho do marido. 


Passado alguns anos. Seus filhos  cresceram, viajaram muito, conheceram muitas pessoas.... Acompanhávamos a vida dela de longe e sempre pedíamos a Deus que a ajudasse em sua vida, dando discernimento na criação dos filhos, pois aquela forma de pensar, sem dar limites para eles, não seria bom e poderia trazer consequências drásticas. Educação não se compra, não se barganha com presentes.... Ela não estava buscando na Palavra de Deus subsídios para ensiná-los...

Bem, hoje passo a escrever estas linhas com autorização da mãe e com muita alegria em meu coração. Depois de passarmos três anos orando e vimos o agir de Deus na vida de cada um dos filhos dela e sabendo que este testemunho será muito importante para que as mães fiquem atentas para com os filhos e que confie no poder da oração e que persevere!

Deus muda o quadro... Deus muda tudo... Nunca é tarde para o agir de Deus!

Bem... Durante uma de nossas reuniões, como disse, cerca de 3 anos atrás, ela veio. Na hora, ficamos surpresas com a presença dela. Ela chegou totalmente diferente da primeira vez. Era outra mulher. Sofrida. Destruída. Amargurada. Com muita dor no coração. Naquele dia, nossa reunião foi diferente. Foi um momento de dar total apoio a ela.

Ela disse que na época, que esteve conosco nenhuma de nós concordava com a maneira dela pensar, mas que iríamos respeitá-la. Que ela buscasse a presença de Deus, pois, o mundo é cruel e nossos filhos não tem condições de tomarem decisões sozinhos e que precisam de total apoio e limites! 
Ela disse que ela achou tudo aquilo uma balela... Que nós estávamos equivocadas. Que éramos muito duras e exigentes com os nossos filhos...

Bem, para resumir, ela nos disse que, cerca de 2 ano eles voltaram para São Paulo e para a igreja, mas que os três filhos saíram da igreja. A filha mais nova, com 13 anos já era mãe de um bebê de 4 meses. O filho do meio se envolveu com colegas na escola e começou a fumar maconha e depois se ornou usuário de crack. Vivia saindo e entrando em Clínicas de recuperação. Um sofrimento. A filha mais velha era a única que estava tentando levar a vida, mas com muita dificuldade, pois se sentia perdida e sem referências. A situação estava insustentável.

Naquele momento, choramos com ela e dissemos que Deus iria restaurar aquela situação, dentro do que fosse possível. Que críamos no poder e no amor de Deus. Sabíamos Ele era um Deus de misericórdia. .. Que ela precisava apenas entregar cada filho no altar e confiar no que Deus iria fazer.

Foram 2 anos orando para que o quadro mudasse. Ela não faltou mais a nenhuma reunião. Ela clamara e chorava perante o Senhor...

Bem, a filha mais nova, Maria Clara, agora com 16 anos, casou e foi morar com o pai da criança, um rapaz de 24 anos, chamado Nicholas. Ele já está trabalhando na empresa do pai e assumiu totalmente Maria Clara e o filho, agora com quase três anos. Ambos estão na igreja e criando o filho nos caminhos do Senhor.

O filho do meio que era dependente químico, foi liberto das drogas, e hoje, caminhando para 19 anos, foi morar com a tia no Canadá. Está trabalhando e entrou para a Universidade de TI (Tecnologia da Informação). Está liberto, pois a palavra de Deus diz que a verdade liberta! Aleluia! Não tem mais nada com drogas.

A filha mais velha está fazendo a Universidade na área biomédica, e é líder dos jovens na igreja. Está feliz. Menina muito especial!

Mesmo com tantas lutas, a vitória foi alcançada. As marcas ficaram para sempre, mas Deus operou um milagre."

Tânia Luiza Gomes Magalhães
Líder de Grupo de Mães Unidas em Oração – São Paulo, SP
(Testemunho publicado com permissão. O nome da mãe foi omitido a pedido)




Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.

Todo filho precisa de uma mãe que ora.

Você já orou pelo seu filho hoje?



www.momsinprayer.org

www.maesunidasemoracao.org

contato@maesunidasemoracao.org

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

terça-feira, 31 de março de 2020

LEVANTA E TOMA POSSE DA CURA

Em 98 entreguei minha vida para Jesus. Ali eu começava uma nova caminhada. Não foi fácil, pois a porta do mundo é larga. 

Decidi que só iria namorar quando fosse para casar, estava com 20 anos. Em 2000 conheci meu marido, e em 2002 casamos. No início passamos por várias lutas, até quase nos separamos, mas Deus não permitiu, pois sabia que eu iria precisar dele ao meu lado.

O tempo foi passando, e já estávamos cansados de ser só nós dois,então desejamos ter um filho. Eu estava já com 32 anos. Em 2010, no início do ano, fui à ginecologista fazer um check-up completo. Fiz vários exames.

No dia em que fui buscar os resultados dos exames fui encaminhada para uma psicóloga que iria me entregar tudo. Para mim estava tudo bem. Tudo normal. Ela começou a fazer várias perguntas, e foi me sondando... Num determinado momento ela me disse que eu tinha o vírus do HIV. Na hora não acreditei, ri até, imagina “eu”? Na hora o orgulho apareceu e o egoísmo também.

Bem, a realidade era aquela. Os exames estavam dizendo isso. Ela me convenceu e, então eu pensei: “- Foi o meu marido. Pronto, vou morrer logo!” Queria sumir do mundo naquela hora. Passei um ano de angustia e ao mesmo tempo me enfurecia com o inimigo e guerreava contra ele. Foi uma batalha!

Bem, meu marido fez os exames necessários. Em 8 anos de casamento ele não contraiu o vírus de mim. Esse foi um milagre. Decidi me levantar e não me entregar, busquei mais e mais Deus, quando achei que estava tudo bem tive que começar a tomar o coquetel em 2011.

Desmoronei, novamente; já me via em cima de uma cama seca e morrendo. Mas Deus me deu uma palavra em João 11:4 “Esta enfermidade não é para a morte e sim vida, para que Deus me use”. Tomei posse!

Fui fazendo o tratamento por obediência. Eu fazia meus exames de 4 em 4 meses...

Em 2012, no mês de janeiro fui a um retiro espiritual determinada a vir de lá curada, pois eu clamei a Deus para que Ele me curasse!

No mês de maio de 2012, fui fazer meus exames, como sempre, de 4 em 4 meses e, quando a médica abriu disse que o resultado havia dado NEGATIVO para HIV. Glorifiquei a Deus ali mesmo e, vi que Ele é fiel! Ele tinha me curado em janeiro no retiro. Meu Deus atendeu minha súplica, o meu clamor e curou!!!

No Dia das Mães, Deus usou minha irmã para profetizar que Ele estava me dando um presente no meu ventre. Neste culto dei o meu testemunho da cura do vírus HIV... Meses depois recebi outra confirmação de um pastor de fora, ele via um bebê nos nossos braços... Tomamos posse da bênção!

Deus usou este método, esta maneira para fazermos vários concertos em nossas vidas e quando estávamos prontos, no mês de setembro Ele me deu a palavra em Isaías 7 – A vinda do Emanuel. Foi tremendo, comemoramos muito.

Para cumprir a palavra de Deus, eu engravidei, e meu filho veio com este nome, Emanuel! Fiz todo o acompanhamento do pré-natal e os médicos ficaram admirados com meus exames, pois nem anemia me deu, estava 100%. Foi uma gravidez muito tranquila, nem enjoo eu tive. Quando as coisas são de Deus é completo! Quando Deus faz é completo!

Até hoje não precisamos comprar uma peça de roupa para o Emanuel, ganhamos tudo. Quando ele nasceu fizeram os exames nele também, pois os médicos não acreditavam na minha cura, e todos os três exames que ele teve que fazer deu negativo também! Tudo para a glória de Deus!

Aprendi que devemos ser determinadas. Quando Deus fala: “- Levanta-te e anda”, não duvide! Levanta e toma posse da cura, pois o que Ele fala, Ele cumpre!

Deus ia só me mandando adorá-lo, e continuo fazendo isto até hoje e para sempre! 

Amém!


Meu filho Emanuel é uma bênção. Ele já prega e fala de Jesus para todos com muita ousadia!

Tenho muita alegria de ser Mãe Unidas em Oração. Eu creio no Poder da Oração!




Cassiane Hillesheim Fontoura

Mãe Unida em Oração em Barra Velha, SC 

(Testemunho publicado com permissão da mãe)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 992120548 

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)


IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html
Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

segunda-feira, 30 de março de 2020

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE ABRIL DE 2019

É maravilhoso fazer parte de Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil e conhecer o extraordinário Programa de Oração Mundial em PGOs - Pequenos Grupos de Oração, que Deus deu a uma mãe: Fern Nichols, em 1984, no Canadá, e que já está em mais de 150 países... 

Um Ministério que durante anos tem sido referência na vida de milhões de mães ao redor do mundo!

Louvamos a Deus por mais um mês de oração pela vida de nossos filhos e escolas...

Agradecemos a vocês Mães Unidas em Oração que enviam seus pedidos e, através deles podemos elaborar o Calendário Nacional de Oração que tem norteado cada mãe no seu momento "A Sós com Deus"!
 No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF. O Calendário não substitui o encontro semanal de 1 hora dos PGOs - Grupos de Mães Unidas em Oração.

Se a mãe pertence ao Ministério Internacional e não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!

Se você sentiu o toque do Espírito Santo para participar, o primeiro passo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil é fazer sua inscrição como Mãe (biológica, adotante ou espiritual) colocando seu(s) filho(s) e a escola adotada em oração na Rede Mundial de Oração.

É só fazer a inscrição para receber todas as informações necessárias através do link:
http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Tão logo encontre outra mãe que também tenha sido tocada pelo Espírito Santo comece seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Foi assim que começou com Fern Nichols em 1984, no Canadá. Ela levou seu filho para escola e viu que ele estava mudando de comportamento. Começou a orar e pediu a Deus outra mãe que estivesse passando pela mesma situação. Assim começou Moms In Prayer International e, hoje, estamos em 153 países! Mistério Insondável de Deus! 

Lembre-se que Mães Unidas em Oração é um Ministério de mãe com mãe..


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

quarta-feira, 18 de março de 2020

SEPARADAS FISICAMENTE, MAS UNIDAS EM ESPÍRITO, ATRAVÉS DA ORAÇÃO!


OS QUATRO PASSOS PARA ORAÇÃO 

Roteiro

Divisa: “Grande e extensa é a obra, e nós estamos separados, longe uns dos outros... o nosso Deus pelejará por nós” (Ne 4.19,20)

Considerando este tempo em que ficaremos separadas fisicamente, sem nossos encontros coletivos, sentimos a necessidade de nos fortalecer em oração umas pelas outras, pelo Brasil, pelo mundo e a salvação dos perdidos sem Cristo.

Veio a memória a experiência de Neemias em reedificar os muros da cidade de Jerusalém. Ele percebeu a separação, a distância em que os trabalhadores se encontravam. Estipulou um marco de encontro e enfatizou que Deus estava com eles.

Resultado: a obra foi concluída em 52 dias!

Não será diferente conosco.

Estamos separadas, mas vamos nos manter unidas em oração. Pensando assim, cada grupo vai estabelecer, seu relógio de oração, seguindo o roteiro Os Quatro Passos Para Oração.

A Líder poderá fazer desse tempo um treinamento com cada mãe, que ainda não sabe sequenciar os Quatro Passos Para Oração: Louvor - Confissão - Ação de Graças e Intercessão.

Neste treinamento, cada mãe ficará responsável por inserir os versículos pertinentes a cada passo. É de extrema importância que todas participem! No primeiro passo, o louvor, não se esquecer de citar qual o nome ou caráter ou atributo de Deus que foi escolhido e o versículo.

Este treinamento será por tempo indeterminado. Aguardaremos as orientações governamentais, até podermos nos reunir coletivamente outra vez!

Cada mãe deverá seguir Os Quatro Passos Para Oração. Na Intercessão observar os diversos motivos de oração e escolher um, e também as ênfases do dia pelo CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO 

Dependendo do Grupo Oficial de Apoio do WhatsApp, poderia ter mais momentos de oração durante o dia, de acordo com a vontade do grupo, mas se for pequeno o grupo, cada componente deverá ver o melhor momento do dia e fazer seu período de oração, uma vez por dia! Ficando a critério também do grupo! 

Também podem fazer pelo zoom, Whatspp ou outro aplicativo de reuniões!

Cada Líder verá a melhor para o seu grupo. Veja os horários, ponha seu nome e comece a orar no horário estabelecido. Não esqueça; temos vinte motivos para oração e Deus pode nos dar mais outros motivos importantes.

É só ir acrescentando na medida que forem surgindo....

LOUVOR:

CONFISSÃO:

AÇÃO DE GRAÇAS:

INTERCESSÃO:

Motivos de oração:
1. Que Tua luz brilhe na escuridão do medo e do pânico, trazendo a esperança e paz.
2. Que os cristãos sejam teus servos de amor, graça e misericórdia para os desesperados...
3. Que todos os corações procurem e encontrem Jesus Cristo e aprendam a permanecer n´Ele.
4. Que Tua cura, provisão, proteção e amor cerquem teus filhos em todo o mundo.
5. Que a verdade substitua as mentiras, a confiança substitua as dúvidas, o bem substitua o mal, o autocontrole substitua a gratificação instantânea, verdade e paz substituam o medo.
6. Que forneças provisão para cada necessidade, pois muitos ficarão sem possibilidade de suprir suas casas.
7. Que concedas cura àqueles que estão infectados, doentes e ajudes as famílias no auge do desespero.
8. Que vigies e cuides de nossos alunos, faculdades e escolas, afetadas pelo fechamento.
9. Que cuides dos estabelecimentos que ficarão fechados, pelos profissionais liberais que não terão suas receitas...
10. Que concedas sabedoria, proteção e força a profissionais de saúde que prestam serviços médicos aos infectados e que estão trabalhando incansavelmente.
11. Que uma vacina para COVID-19, o Coronavírus seja descoberta.
12. Que, especialmente os idosos e fragilizados de saúde sejam protegidos.
13. Que em meio às dificuldades, haja oportunidade para testemunhar da fé em Jesus Cristo e Salvação de pessoas.
14. Que através da crise nos fortalece na fé.
15. Para que as pessoas que sofrem de depressão para que enfrentem este momento na dependência de Deus.
16. Que protejas as casas e as pessoas dos arrastões, roubos, invasões, dos loucos.
17. Para que a igreja de Cristo tenha fé, coragem perseverança e resiliência.
18. Para que haja um avivamento nos corações dos enfraquecidos!
19. Que abençoes o nosso Presidente, governadores, prefeitos e todos os demais pessoas do nosso Brasil, com sabedoria divina coragem e rapidez nas tomadas de decisões que impactem vidas e que reconheçam o poder de Deus sobre seus governos.
20. Para que países fechados ao evangelho se voltem para o Senhor!

21...

22...

23...

BENÇÃOS:


“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.” (2 Crônicas 7:14,15)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)


IMPORTANTE: Se você foi tocada pelo Espírito Santo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil, que é evangélico, o primeiro passo é fazer sua inscrição, e, em seguida, pedir a Deus outra mãe que sinta o mesmo toque o Espírito Santo e começar seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link abaixo: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

domingo, 15 de março de 2020

DIA 15 DE MARÇO - CHAMADA NACIONAL PARA ORAÇÃO - DEUS É NOSSA ESPERANÇA


Temos acompanhado atentamente as notícias sobre o coronavírus (COVID-19). Para muitas pessoas, esse fato tem causado ansiedade e medo. Mas a pergunta é: devemos ter medo? A Palavra de Deus nos responde: "(...) não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim". (Mt 24:6)

Devemos lembrar que é importante a manutenção dos cuidados básicos de higiene pessoal recomendados pela OMS e pelo Ministério da Saúde, que incluem lavar as mãos frequentemente, especialmente após contato direto com pessoas, utilizar lenços descartáveis, cobrir nariz e boca ao tossir ou espirrar, não compartilhar objetos pessoais como talheres, copos e garrafas e evitar contato com pessoas que tenham algum dos sintomas.


OS QUATRO PASSOS PARA ORAÇÃO
Roteiro

Louvor:
Louvado seja Deus, nossa esperança: quem é nossa confiança, esperança ou desejo!
Lamentações 3: 21-25 “Disto me recordarei na minha mente; por isso esperarei. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nele. Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca.

Romanos 15:13
“Pois também Cristo não agradou a si próprio, mas, como está escrito: Os insultos daqueles que te insultam caíram sobre mim.”
Efésios 1: 18-19 “Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força.”

1 Pedro 1: 3-5 “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo”

Confissão:
Romanos 3:23 “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.”

Ação de Graças:
Salmo 107: 8 “Louvai ao Senhor pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens.”

Intercessão:
Salmo 103:1-6 “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades, que sara todas as tuas enfermidades, Que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia, Que farta a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.

“Pedimos a Deus, a fonte da esperança, que encha ____________ completamente de alegria e paz, porque ele confia nele.

Romanos 15:13 “Ora o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo.”

Pai, pedimos...

1. Que Tua luz brilhe na escuridão do medo e do pânico, trazendo esperança e paz. Que os cristãos sejam teus servos de amor, graça e misericórdia

2. Que todos os corações procurem e encontrem Jesus Cristo e aprendam a permanecer 
n´Ele.

3. Que Tua cura, provisão, proteção e amor cerquem teus filhos em todo o mundo.

4. Que a verdade substitua as mentiras, a confiança substitua as dúvidas, o bem substitua o mal, o autocontrole substitua a gratificação instantânea, verdade e paz substituam o medo.

5. Que forneças provisão para cada necessidade.

6. Que concedas cura àqueles que estão doentes e ajude a família.

7. Que vigies e cuides de nossos alunos, faculdades e escolas afetadas pelo fechamento.

8. Que concedas sabedoria, proteção e força a profissionais que prestam serviços médicos, que trabalham para tratamentos e uma vacina para COVID-19. (Coronavírus)

9. Que abençoes o nosso Presidente, Vice-Presidente e todos os funcionários públicos e líderes com sabedoria divina e coragem ao tomar decisões que impactem vidas.

BENÇÃOS:

Salmo 91:1-2 “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.


Hebreus 6: 19-20a “Essa esperança é uma âncora firme e confiável para a alma; nos leva através da cortina para o santuário interior de Deus Jesus já entrou lá por nós. Ele se tornou nosso eterno Sumo Sacerdote, de acordo com a ordem de Melquisedeque.”

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar.” (2 Crônicas 7:14,15)



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 

Todo filho precisa de uma mãe que ora. 

Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Se você foi tocada pelo Espírito Santo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil, que é evangélico, o primeiro passo é fazer sua inscrição, e, em seguida, pedir a Deus outra mãe que sinta o mesmo toque o Espírito Santo e começar seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link abaixo: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

sexta-feira, 13 de março de 2020

MEU FILHO SE FOI!


"O que dizer... Meu filho se foi...Ele não aguentou mais uma overdose.
Cheio de vida... Líder de louvor na igreja... Tocava sax como ninguém... Desde novo gostava do instrumento. Com 16 anos era líder nos adolescentes... Único menino, pois temos uma filha que é uma bênção!

Ele tinha tudo que queria... Fazíamos todas as suas vontades... Era nosso caçulinha... Ao entrar na Universidade de engenharia de Telecomunicações...Nossa vida mudou.Como havia dito para a irmã, ele começou a se envolver com dois colegas da Universidade, começou a sair e voltar altas horas, ir para as baladas... Mudou de comportamento, até descobrirmos que estava envolvido com cocaína...

Deixou a igreja, os colegas, o sax, o louvor.. Disse que agora estava vivendo a vida...Como sofremos... Como lutamos... Como choramos... Foram 3 longos anos de internações... 3 anos de agonia... 3 anos de contante desespero.... Não nos ouvia, não aceitava orientação... etc... etc...

Há um mês ele não aguentou e, depois de 3 paradas cardíacas, se foi. Ainda não posso acreditar que aquele menino que estava naquele caixão, que parecia estar dormindo, era o meu menino... (19 anos, mas para mim era o meu menino) 

Irmã Jane Esther... Muito obrigada por orar por mim e comigo pelo telefone... Quantos telefonemas... Como oramos... Muito obrigada pela atenção, quando muitos me deixaram pelo caminho, pois, não queria mas me ajudar.... Muito obrigada pelo auxílio espiritual... Muito obrigada, pois a irmã não foi religiosa e, sim uma samaritana... Muito obrigada por que a irmã, sem saber me carregou no colo no momento mais agonizante de minha vida....

Como a irmã sempre dizia: "Deus está no controle de todas as coisas", "Todas as coisas cooperam para o bem aqueles que amam a Deus", "Que os mistérios de Deus são Insondáveis", "Que o que acontece hoje não compreendemos, mas que lá na frente saberemos o "para quê" de Deus e não o "por quê?" "Que eu e meu esposo estávamos fazendo tudo que estava ao nosso alcance e, que era para eu descansar no Senhor" "Que muitas coisas acontecem e que não temos controle sobre elas", "Que era para eu não me culpar mais do que já estava me sentindo culpada"... etc..

Sabe, irmã Jane Esther, nunca demos limites para o nosso filho quando ele estava na primeira infância e precisava de orientação. Ele fazia alguma coisa que não estava certo e achávamos a maior gracinha... Ele chutava o pai e eu não corrigia. Ele batia no meu rosto e eu achava normal. Ele batia na irmã, e eu naõ fazia nada. Ele brigava com os colegas na igreja e eu achava ruim com os colegas e o defendia sempre, mesmo sabendo que ele estava errado.

Irmã Jane Esther, tenho pedido perdão a Deus pela minha atitude, minha falta de ação, minha ignorância, minha negligência, minha insensatez como mãe... Meu filho foi fruto da falta de orientação que deveria ter dado e não dei. Que as mães, que ainda tem seus filhos pequenos, possam ter atitudes totalmente diferentes das minhas.

Muito obrigada por tudo, pois a irmã, bem como minhas irmãs de oração foram bênçãos e estão sendo bênçãos na minha vida....

Tenho outra filha, e graças a Deus, ela tem sido a razão da minha vontade de viver.... Esta difícil, mas Deus está a cada dia nos confortando....

Graças a Deus pela vida de vocês que são alicerces para nós.... Sinto-me em paz.... 

(Jandira Ferraz da Costa - Mãe Unida em Oração - Belo Horizonte, MG)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos

Todo filho precisa de uma mãe que ora

Você já orou pelo seu filho hoje?


contato@maesunidasemoracao.org

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

quarta-feira, 11 de março de 2020

SERÁ QUE ABANDONEI MEU FILHO?



Viemos de um tempo em que abandonar filhos era deixá-los na maternidade, na porta dos outros, na praça e até na lata de lixo. Mas ao refletirmos sobre o relacionamento entre pais e filhos atualmente verificamos muitas outras formas de abandono.

Antigamente uma das maneiras dos pais disciplinarem seus filhos era os mandando para o quarto a fim de que pensassem em seus atos, permanecem ali "conectados" com as regras num aprendizado quase que forçado do que é certo, errado, quem manda, quem obedece, quem pede desculpas e quem perdoa. Quando o quarto representava nessas ocasiões uma prisão.

Hoje deixá-los no quarto é abrir a porta para a liberdade, é deixá-los conectados com o mundo, com outras regras, com as não regras via TV, telefone, Internet porque os quartos de hoje costumam oferecer muito mais do que a sala. Oferecem a possibilidade de uma outra sala (virtual), quase que uma outra família, onde o bate-papo se faz sem cobranças, sem censuras, sem limitações, com aceitação.

A era da informatização, facilitada pelo mundo moderno, faz com que o abandono tome forma, corpo e força. E é impressionante como isso reflete lá na frente, quando vemos mães com dificuldade em despedir seus filhos para a profissão, para o casamento, enfim, para a vida; querendo resgatar um tempo perdido, um abraço que não foi dado, um cuidado não dispensado.

Enquanto os pais estão "desconectados" diante da TV ligada, sem se ligarem na enorme distância existente entre o mundo deles e de seus filhos, eles (seus filhos) estão encontrando aconchego, conselhos, cumplicidade, fazendo compras, se atualizando, rindo, chorando, brigando, fazendo as pazes, amando, enfim, tendo suas necessidades supridas através do simples toque do teclado. Então, para que o toque, o cheiro, o abraço?

Essa distância ofusca a hierarquia familiar, pois os pais abandonam o lugar de pai, de mãe, de quem educa, de quem repreende, de quem ama. E culpados, quer seja pelo trabalho, estudos, outros compromissos ou até mesmo pela dificuldade de assumir seus papéis de pais, tornam-se cada vez mais permissivos; abrem mão de seus lugares e com isso sugerem aos filhos o abandono do seu lugar de filhos também. Que sem proteção, sem saber o que fazer, o caminho a seguir fazem besteiras, quebram a cara, sofrem, ficam despedaçados, morrem!

Muitos pais não querem ver, mas dentro de casa seus filhos estão agindo como mortos-vivos, sem viço, vigor, alegria. (É só olhar em seus olhos quando chegam em casa ao amanhecer depois de passarem a noite fora. Sabe-se lá onde ou com quem). Refugiam-se no quarto. No lar doce lar! Ou será amargo? Só os pais não vêem. Não querem ver que perderam seus filhos. Perderam ou deixaram ir? Deixaram ir ou abandonaram?

"Estou perdido sem pai nem mãe (...) Estou pedindo só um pouquinho de proteção ao maior abandonado (...)" - trecho de uma música cantada por muitos.

Está na hora dos pais viverem a conversão. A conversão de seus corações aos filhos. "E converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição" (Malaquias 4. 6). Está na hora de encontrar a conversa prazerosa, o jeito de se comunicar nesta era tão louca, tão rápida, tão moderna, sabendo fazer um link entre a sua história e a história de seus filhos, lembrando-se de que telegrama agora é e-mail, que VHS é DVD, que datilografar é digitar, que não é naum, e você é vc, mas que pai é pai, mãe é mãe, e filho é filho em todo tempo, pois nesse tipo de relacionamento não existe "ex" – seu filho nunca deixará de ser seu filho.

Este é o tempo de ficar no portão, como o pai do filho pródigo, abrir os braços, e dizer ao seu filho que está feliz com o retorno dele; se alegrar com a presença dele; amá-lo além das palavras, com atos e em verdade. (Ler João 3:18).

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Se você foi tocada pelo Espírito Santo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil, que é evangélico, o primeiro passo é fazer sua inscrição, e, em seguida, pedir a Deus outra mãe que sinta o mesmo toque o Espírito Santo e começar seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link abaixo: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.
 

terça-feira, 10 de março de 2020

FILHOS PEQUENOS E REBELDES...O QUE FAZER?


Entre os 2 e os 3 anos, a criança experimenta uma crise de oposição. Nesta idade, a criança descobre-se como pessoa diferente dos adultos, com possibilidades de independência, e tenta AUTO AFIRMAR-SE opondo-se a tudo. É a idade do "diga você, que eu me oponho", da obstinação, das brigas e da oposição sistemática.
Esta idade se caracteriza, portanto, pelo negativismo e a obstinação. Produz um fortalecimento do Eu infantil que leva a criança a tentar afiançar sua personalidade frente aos adulto, suas leis e suas ordens.

Uma criança nesta idade desfruta "experimentando" a autoridade de seus pais e comprovando se seus desejos podem mais que os de mamãe e papai.

A criança há de passar por esta etapa de oposição. Até necessita dela para crescer. Convém deixar passar a tormenta sem dar-lhe muita importância, mas acompanhar passo a passo....

Outras crianças desobedecem para CHAMAR A ATENÇÃO. Quando uma criança, pelo motivo que for, se sente pouco atendida ou pouco querida é possível que se mostre desobediente para assim reclamar a atenção de seus pais ou professores.

Por exemplo, quando os pais estão muito ocupados, quando dedicam pouco tempo aos filhos, a desobediência é, muitas vezes, a única arma que a criança dispõe para que seus pais lhe prestem atenção. Freqüentemente descobrem que a única forma para que Mamãe ou Papai lhes preste atenção é brigando ou portando-se mal.

Por exemplo, se você trabalha muito e passa pouco tempo em casa é provável que seu filho reaja ante sua ausência mostrando-se difícil. É sua forma de atrair sua atenção, de dizer-lhe "aqui estou, dê-me importância". Se você se mostra amável e compreensivo então ele logo recuperará sua conduta habitual.

Também, se os pais têm viajado muito e deixam seus filhos aos cuidados de outras pessoas, é provável que tenham observado que, quando voltam, as crianças inconscientemente se "vingam" mostrando-se desobedientes e inclusive às vezes portando-se mal.



A criança que sente CIÚMES ou INVEJA de seus irmãos pode reagir do mesmo modo mediante conduta negativa se descobre que, com estas, pode converter-se no centro de atenção. 

Além disso, quando uma criança NÃO SE SENTE SUFICIENTEMENTE ACEITA pode reagir mediante comportamentos indiscriminados.


Também devemos ter em conta que as crianças incomodam quando ESTÃO ABORRECIDAS. Se não lhes oferecemos estímulos suficientes elas reagirão mediante condutas inadequadas.

Não é tarefa fácil lidar com crianças desobedientes. Por isso, é comum que os pais percam o controle e a paciência na tentativa de melhorar o mau 

comportamento dos filhos.

Você deve tomar cuidado também com as ameaças não cumpridas, pois geram ansiedade e falta de confiança, sendo que a criança volta a repetir o mal comportamento já que não tem nenhuma conseqüência ruim em sua atitude.

Já o excesso de permissividade pode ocasionar problemas futuros na vida da criança, pois não conseguirá adquirir consciência dos limites frente à vida, sem parâmetros do “certo e errado”, podendo sofrer diante da realidade mais tarde.

Acredito que uma boa alternativa para punir a criança no momento que teve algum comportamento impróprio, seja tirar algo que ela goste muito temporariamente explicando de forma clara, sincera e firme o motivo da sua atitude.



Provavelmente ela irá protestar, mas se houver uma relação de confiança entre você e seu filho, esta acabará compreendendo a sua atitude e, já vai saber o que ocorrerá caso repita o comportamento.

Os limites são imprescindíveis.... Limites são barreiras, regras da casa. Elas são estipuladas pelos pais ao longo do seu crescimento. Sim, pelos pais. Tem que haver acordo. Não é um dizer uma coisa e o outro, dizer outra coisa...


Sem limites e regras será desenvolvido um comportamento rebelde. É igualmente importante equilibrar essas regras fazendo elogios quando os filhos mostram um comportamento positivo. Devem aprender desde cedo sobre cidadania e boa educação, respeitando as outras pessoas, o meio ambiente, aprender a ter responsabilidade com suas tarefas.

Tudo isso faz parte do processo de um crescimento mais sadio da criança, ajudando-o a transformar-se em um adulto mais consciente da realidade e pronto de forma a compreender que é preciso respeitar os deveres e direitos das outras pessoas.

A criança precisa aprender esses valores desde cedo, pois vai tomando consciência do mundo em que vive e percebendo que seus bons comportamentos e boas atitudes refletem boas respostas do mundo que a cerca.


Bom, é lógico que nem tudo corre perfeitamente e como estão num processo de aprendizagem vão cometer muitos erros, mas o importante é que consigam reconhecer erros e acertos neste longo caminho.

Nossa sociedade hoje é repleta de jovens que cometem infrações e crimes indiscriminadamente, pois não tiveram a noção de limites. Acham que podem fazer tudo sem nenhum tipo de punição, prejudicando a si e a outros.

Na orientação quanto a disciplina de nossas crianças não deve haver nem o radicalismo que exige da criança o comportamento perfeito e nem a falta dos valores básicos para a formação da personalidade e isto inclui o respeito como valor primordial.

A educação de nossos filhos deve ser embasada numa relação criança-adulto de compreensão, carinho, amor atenção e sinceridade. São critérios que auxiliam na formação da personalidade e do caráter de forma.

Mas o mais importante de tudo isso, é a oração. Pedir sabedoria, discernimento a Deus, todos os dias...



(https://pt-br.facebook.com/.../filhos.../filhos-pequenos-e-rebeldeso-que-fazer/380185...)


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 


www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
contato@maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)


IMPORTANTE: Se você foi tocada pelo Espírito Santo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil, que é evangélico, o primeiro passo é fazer sua inscrição, e, em seguida, pedir a Deus outra mãe que sinta o mesmo toque o Espírito Santo e começar seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link abaixo: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.
 

segunda-feira, 9 de março de 2020

OS FILHOS E OS VÍCIOS...



Freqüentemente, recebemos e-mail, in box, telefones, mensagens de mães cujos filhos são dependentes químicos em vários tipos de drogas, sendo que, 93% começaram a usar com os colegas...

Em muitos casos as mães tentam proteger os filhos das conseqüências de seu problema, tirando-o de confusões resultantes de seu consumo de drogas.

O aconselhável é interromper essas "operações resgate" e dar-lhe oportunidade para vivenciar integralmente as conseqüências danosas de seu comportamento, aumentando significativamente sua lista de motivos para mudar de comportamento.

Escolha o momento apropriado para conversar - organize-se para falar com seu filho pouco depois da ocorrência de algum problema.

Por exemplo, após uma briga familiar séria na qual o uso de álcool ou drogas tenha tido um papel importante, ou logo após um acidente ocorrido sob o efeito de drogas.

O momento certo é aquele no qual o efeito da substância já tenha passado, em que ambos estejam calmos e em que seja possível obter um certo grau de privacidade.

Seja específica - Diga claramente para seu filho que você está preocupada com seu consumo de drogas e que quer ajudá-lo a procurar atendimento especializado. Fundamente sua preocupação com exemplos de situações nas quais o uso da substância tenha causado problemas ao próprio usuário, a você ou a terceiros, incluindo o incidente mais recente.

Deixe claras as conseqüências de recusar-se a procurar ajuda - Explique para seu filhos que até que ele (ou ela) aceite ajuda especializada você irá tomar algumas atitudes na sua vida, não para puni-lo, mas para se proteger.

Essas medidas podem variar até ao ponto mudar de casa para não se envolver em situações problemáticas.

Mas cuidado: não faça ameaças que não possa cumprir, mencione apenas o que você realmente tem condições de por em prática.

Esteja pronta para ajudar - reúna antecipadamente informações sobre possíveis locais de tratamento ou ajuda. Se seu filho aceitar procurar alguém, telefone imediatamente para marcar um horário e ofereça-se para acompanhá-lo na primeira visita.

Vale lembrar que se ele recusa se tratar, você poderá dar o primeiro passo, buscando ajuda especializada. Desta forma, você se torna, antes de tudo, um exemplo para seu filho e, o mais importante, demonstre e assuma que está disposta a participar ativamente deste processo e que todos estão implicados. Ou seja, o problema não é só do seu filho, é seu também!

O melhor a fazer é procurar tratamento e orientações com profissionais especializados no assunto de dependência química.



Mães Unidas em Oração, filhos protegidos


Todo filho precisa de uma mãe que ora 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.