Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

MÃES, CONSOLEN-SE NO SENHOR



Como mãe de três filhas e avó de seis, sei o que é ter muitos afazeres para pouco tempo. Aprendi a me cercar da Palavra de Deus e da oração. Quero encorajá-la com algumas maneiras de fazer isso em sua vida. Tenho visto Deus trabalhar poderosamente por meio de mães em grupos de oração, em minha perspectiva como professora do ensino fundamental, liderando clubes de boas notícias e por meio do trabalho missionário no exterior. 

Quando a Covid chegou este ano, eu tinha a imagem em minha mente de uma boia na água em relação às mães - tão sobrecarregadas por tudo, balançando para cima e para baixo, às vezes com a sensação de que você vai se afogar. Com medo do desconhecido. Presa. Eu vou afundar. Eu estou sozinha. 

Deus me deu a tarefa de inspirar e encorajar você a perseverar. 

CERQUE-SE COM A PALAVRA DE DEUS 

Sei que estamos na era digital, mas descobri um grande valor em escrever versículos bíblicos em fichas e colocá-los onde você verá os versículos com frequência como um lembrete contínuo. Quando escritos com a sua caligrafia, eles se tornam mais pessoais. Escrevo a versão King James em um lado do cartão e NVI no outro. Existem tantos versículos que incluem "Ele, ele mesmo ..." Ele mesmo irá guiá-lo. 

Mães, vocês não estão sozinhas! 

Aqui estão alguns dos meus versos favoritos  para lembrá-las de que: 

DEUS ESTÁ COMIGO 

É o Senhor quem vai antes de você; Ele irá [marchar] com você; Ele não a deixará, nem a abandonará; [que não haja covardia ou vacilação, mas] não tema, nem se torne quebrantado [em espírito - deprimido, desanimado e enervado com alarme]. Deuteronômio 31: 8 

Espere e espere e espere no Senhor; seja valente e de boa coragem e deixe seu coração ser forte e resistente. Sim, espere e espere e espere pelo Senhor. Salmo 27:14 

Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; porque ele está à minha direita, não serei abalado. Portanto, meu coração está feliz e minha glória [meu ser interior] se alegra; meu corpo também deve descansar e morar  em segurança. Salmo 16: 8-9 

Lançando todo o seu cuidado [todas as suas ansiedades, todas as suas preocupações, todas as suas preocupações, de uma vez por todas] sobre Ele, pois Ele cuida de você afetuosamente e se preocupa com você com atenção. 1 Pedro 5: 7 

Memorize o versículo em sua ficha e use-o como uma devoção pela manhã. Adicione notas, anotando o que Deus está lhe ensinando. 

ORE COM OUTRAS MÃES 

A camaradagem e o sistema de apoio com as mulheres Moms in Prayer tem sido profundo em minha vida como mãe. Nós nos reunimos, apoiando uns aos outros em oração e na Palavra de Deus, e mantemos nossas orações confidenciais. 

Eu sabia que tinha um grupo de apoio sólido porque orávamos uns pelos outros e por nossos filhos. Essas foram as mães que entenderam minhas lutas. 

Minha filha mais velha, que agora é mãe de quatro filhos e membro de um grupo Moms in Prayer, diz com confiança: "Mães, tenham esperança - isso não vai durar para sempre." 

Orar pelas escolas de seus filhos é outra chave para este grupo. Você se torna parte da oração da vontade de Deus para a escola. Posso dizer que, como professora, quando as mães dos grupos de oração estavam orando, isso significava que Deus estava protegendo a escola. Eu podia ver a diferença quando recebia oração e em meu testemunho de Cristo. Em uma das escolas, um professora me disse: “Você é uma inspiração”. Acho que não foram as palavras que disse a ela, mas sim a maneira como vivi minha vida e como tratei os alunos. 

SIRVAM UNS AOS OUTROS COM AMOR 

Como você pode abençoar o professor de seu filho? 

Um dia, na aula, encontrei um bilhete na minha mesa: “Eu te amo e me lembro do quanto Jesus te ama”. Eu precisava desse incentivo. Falei com essa mãe e ela começou um grupo de mães em oração para a escola. 

Quando eu ensinava no jardim de infância, conseguia cumprimentar os pais antes do início das aulas. Um ano, uma mãe que veio com seu filho disse que o empurraria no carrinho e oraria pela escola e pelos professores que ele teria. Não ensinei apenas o filho dessa mulher, mas também seus netos! Essas mães me abençoaram com suas orações e Deus também me deu oportunidades de encorajá-las a se reunirem e orarem. A melhor maneira de servir aos professores é orar por eles. Em meu próprio grupo, depois de perseverar na oração por muitos anos, por um professor e secretário em uma das escolas, ambos conheceram a Cristo. 

Ser mãe durante a pandemia não é fácil, mas digo a você o que meu pai, que era diretor de escola, me disse: “Você é o sal da terra”. Mãe, você tem influência sobre sua família e outras pessoas ao seu redor. Não deixe que este tempo o desanime e o desencoraje. Você tem um grande propósito e um Deus que a ama. 

MINHA ORAÇÃO POR VOCÊ 

Querido Senhor Deus, venho até ao Senhor em nome das mães. Mães que estão lutando agora com tudo o que está acontecendo: covid-19, ensino à distância, escolas abertas ou não, perda ou diminuição das finanças, doenças, falta de força, paz e esperança. Que Você, querido Deus, segure-as. Envolva-as em seus braços amorosos. Deixe-as saber que você está com eles. Ajude-as a ver além de suas circunstâncias e a ver o Senhor. Preencha-as com o que precisam para esta temporada, sabendo que isso não durará para sempre e que elas não estão sozinhas. Obrigado pela tua palavra, querido Deus, que diz: o próprio SENHOR vai adiante de ti; Ele estará contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes . (Deuteronômio 31: 8) 

No nome acima de todos os nomes, Jesus. Amém!

Extraido do blog Moms in Praye International com a história de Sharon Moody , professora do ensino fundamental aposentada. Ela é uma mãe em oração e experimentou o poder e a esperança que Deus traz por meio de Sua Palavra e oração em conjunto. 

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

DEUS NOS CONCEDE ANTES MESMO DE PEDIRMOS

BOLSA DE ÁGUA QUENTE

Certa noite eu estava fazendo de tudo para ajudar uma mãe em trabalho de parto. Apesar do seu enorme esforço, ela não resistiu e nos deixou com um bebê prematuro e uma filha de dois anos em prantos. Era muito complicado manter o bebê vivo, pois não tínhamos uma incubadora. Ainda que o orfanato estivesse na linha do equador, as noites eram frias, com aragens traiçoeiras. Uma das aprendizes de parteira foi buscar a caixa que reservávamos a tais bebês e os panos de algodão para envolvê-lo. Uma outra foi acender o fogo para aquecer uma chaleira com água, para a bolsa de água quente, mas, sem demora, retornou desconsolada, pois a única bolsa disponível, havia rompido.

“Muito bem”, eu disse, “coloque o bebê em segurança o mais próximo quanto possível do fogo e durmam entre a porta e o bebê para protegê-lo das rufadas de vento frio. Precisamos manter o bebê aquecido”.

Na manhã seguinte, fui orar com as órfãs que se dispuseram a se reunir comigo. Fiz uma série de sugestões que pudessem despertá-las a orar e, também, contei-lhes sobre o bebê. Expliquei nossa dificuldade em manter o bebê aquecido, em função da única bolsa de água que havia estourado, e que o bebê poderia morrer de frio. Mencionei a irmãzinha de 2 anos, que não parava de chorar pela ausência da mãe.

Durante as orações, Ruth, uma das meninas de 10 anos, uma de nossas crianças africanas, orou: “ Por favor, Deus, manda-nos uma bolsa de água quente para o bebê. Ah! Senhor, por favor, manda também uma boneca para confortar a irmãzinha dele.”

A fé daquela menina deixou a minha “fé” em apuros, pois eu sabia que único jeito de realizar esse pedido seria por encomenda à minha terra natal, via correio. Eu estou na África há quatro anos e jamais havia recebido uma encomenda postal de casa. De qualquer forma, se alguém enviasse algo, por que mandaria uma bolsa de água quente? (afinal, estávamos na linha do Equador)

À tarde, durante uma aula da escola de enfermagem, veio um recado dizendo que um carro estacionara no portão de minha casa. Corri, mas ao chegar em casa, o carro já havia partido, deixando um pacote de 11 kg na varanda.

Não quis abrir o pacote sozinha, e pedi que algumas crianças do orfanato me ajudassem. Tudo foi feito com muito cuidado, para que nada fosse danificado. Os corações batiam forte. Os olhos acompanhavam arregaladamente cada ação. A camada de cima, era composta de roupas coloridas e cintilantes. O silêncio tomava conta, a medida que ia tirando as novidades. Havia ataduras, caixinhas de uva-passas, farinha, que daria um gostoso bolo no fim de semana.

Quando pus as mãos de novo na caixa, pasmem, uma bolsa de água quente, novinha em folha. Eu gritei! Eu não havia feito nenhuma encomenda neste sentido. Ruth, que estava perto, saltou e começou a gritar: “Se Deus mandou a bolsa, Ele também mandou a boneca.”

Enfiando as mãos na caixa, procurava pela boneca. E lá estava ela, maravilhosamente vestida. Ruth nunca duvidara. Olhando para mim, perguntou: “Posso ir junto levar a boneca para aquela menina, para que ela saiba que Jesus também a ama muito?”

“Sim, meu amor”.

Este pacote estivera a caminho por 5 meses. Foi uma iniciativa da minha ex-professora de escola bíblica, que atendeu a voz do Senhor de enviar uma bolsa de água quente. Uma das meninas da turma decidiu mandar junto uma boneca, cinco meses antes! Em resposta a uma oração que uma outra menina ainda iria fazer, 5 meses depois.

Depoimento verídico, traduzido pelo Reverendo Oscar Lehenbauer.

“Antes mesmo que me chamem, eu os atenderei; antes mesmo de acabarem de falar, eu responderei” (Is 65.24)

Essa história verdadeira serve para nos lembrar a importância da fé pura e genuína, que geralmente encontramos nas crianças mas que perdemos ao longo dos anos a medida em que ficamos mais maduros, mais racionais... pois é ai que  perdemos a oportunidade de desfrutar o sobrenatural de Deus. 

Sabemos que o nosso Deus é o Deus do impossível, mas nunca vemos o impossível acontecer porquê não cremos  que é de fato possível.

Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.(Hebreus 4:16)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora!
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link:http://bit.ly/2HXPMQn


Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

MILAGRE DO NATAL



Uma estrela lá no céu

Esperança real
Nasceu Aquele que é Senhor
Veio para nos salvar
Veio para nos salvar

Um menino nos nasceu
O Messias de Deus
Seu Nome será Maravilhoso
Conselheiro
Pai da Eternidade
Príncipe da Paz
Deus Forte
Deus Forte

É um milagre o Natal de Jesus
Plano de Deus para os homens
Todos os povos a Ti cantarão
E os louvores a Ti subirão
Oh! Jesus
Veio para nos salvar
Veio para nos salvar

Um menino nos nasceu
O Messias de Deus
Seu Nome será Maravilhoso
Conselheiro
Pai da Eternidade
Príncipe da Paz
Deus Forte
Deus Forte

É um milagre o Natal de Jesus
Plano de Deus para os homens
Todos os povos a Ti cantarão
E os louvores a Ti subirão
Oh! Jesus
Veio para nos salvar
Veio para nos salvar

É um milagre o Natal de Jesus
Plano de Deus para os homens
Todos os povos a Ti cantarão
E os louvores a Ti subirão
Oh! Jesus
Veio para nos salvar
Veio para nos salvar

E os louvores a Ti subirão
Oh! Jesus
Veio para nos salvar
Veio para nos salvar

Um presente de Deus
Para o homem mortal
É um milagre do Natal
É um milagre do Natal

Renascer Praise

Estamos no último mês de um ano que foi totalmente atípico, um ano diferente, que criou um novo normal, e certamente também teremos um novo Natal, mas o MILAGRE DO NATAL ainda é o mesmo JESUS, o plano de Deus para nossa salvação.

O grande desafio para os que desejam um mundo mais justo, humano e feliz é falar do grande milagre de Natal para todos, porque Jesus transforma pessoas e pessoas transformadas, transformam tudo ao seu redor, que possamos manifestar o amor de Deus a todos não só no Natal mais em todos os dias de nossas vidas.

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

MUITO OCUPADA PARA ORAR?


Sou mãe de crianças - não tenho tempo para orar.

Estou na faculdade com uma carga horária pesada - não tenho como ter momentos de silêncio todos os dias!

Meus amigos e familiares esperam passar um tempo comigo - não posso simplesmente ignorá-los e ir ler minha Bíblia; isso seria rude!

Estou em um relacionamento sério e nós dois estamos juntos quase o tempo todo - simplesmente não é possível orar tanto quanto antes.

Estou no ministério e as demandas nunca param - não é razoável que eu passe muito tempo a sós com Deus.

Algum desses pensamentos parece familiar?

Embora a Escritura exorte os crentes a fazerem da oração uma prioridade, como mulheres ocupadas, muitas vezes acreditamos que estamos isentas desse mandamento. Quero dizer, com certeza Deus entende que não é prático! Como podemos tornar nosso relacionamento com Cristo a maior prioridade de nossas vidas quando somos mães de crianças ou quando temos abrigado amigos e parentes ou cultivado um relacionamento ou gerenciando uma carga de aulas pesada ou planejando um casamento ou carregando o peso do ministério de tempo integral?

Não é que passar um certo tempo em oração todos os dias de alguma forma nos torne mais justos. Mas o tempo na presença de Deus nos dá o combustível espiritual de que precisamos para viver a vida separada para a qual Ele nos chamou.

A coisa mais importante

Jesus contou uma parábola aos seus discípulos sobre um homem rico que preparou uma grande ceia e mandou uma mensagem aos convidados, dizendo: “Vinde, porque já está tudo pronto” (Lucas 14:17). Mas cada um deu um motivo pelo qual não era prático para eles irem, basicamente dizendo: “Tenho algo mais importante para fazer; eu peço licença.”

Nosso amoroso Redentor está esperando à mesa do banquete, ansiosamente desejoso de comungar conosco. No entanto, quantas vezes respondemos: “Não posso ir; tenho algo mais importante para fazer. Eu peço licença. ”Oh, que resposta comovente!

É COMO SE ALGUÉM NOS OFERECESSE UM PUNHADO DE DIAMANTES DE VALOR INESTIMÁVEL E, EM VEZ DISSO, ESCOLHEMOS UMA PILHA DE PEDRAS SEM VALOR.

Quando estou lutando para manter minhas prioridades espirituais sob controle, frequentemente penso na história de Maria e Marta. Parecia totalmente impraticável para Marta parar de se mexer na cozinha e sentar-se aos pés de Jesus, como Maria estava fazendo. Ela deve ter pensado:  Certamente Jesus sabe que não posso simplesmente largar tudo para ficar com Ele!

Mesmo assim, Jesus disse a Marta: “Você está ansiosa e preocupada com muitas coisas, mas uma coisa é necessária” (Lucas 10:41–42). O que era aquela “coisa” de que Marta precisava?

O serviço e a hospitalidade de Marta não eram o problema. O problema era que ela estava tentando fazer essas coisas em sua própria capacidade, sem fazer de Jesus sua maior prioridade. E, como resultado, Marta estava preocupada, exausta e “distraída com muito serviço” (Lucas 10:40).

Muito ocupada para não orar

Quando tentamos servir nossa família ou trabalhar arduamente em nossas tarefas sem a força subjacente que vem de Deus, isso rapidamente leva ao esgotamento e ao estresse, assim como aconteceu com Marta.

Uma vez, uma mãe ocupada com seus seis filhos me disse: “Estou ocupada demais para não orar!” Nossa vida espiritual seria transformada se vivêssemos assim.

Deixemos de lado nossa “agitação” e escolhamos fazer do tempo com Deus nossa maior prioridade, mesmo durante os períodos em que não parece prático fazer isso. Jamais nos arrependeremos de um momento passado aos pés de Jesus.

(Leslie Ludy)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos) 

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

OPERAÇÃO NATAL DA CRIANÇA

DEZEMBRO CHEGOU...
OPERAÇÃO NATAL DA CRIANÇA

A Operation Christmas Child - Operação Natal da Criança é uma parceria de Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil, com a Samaritan’s Purse – (Bolsa do Samaritano) Presidida por William Graham (filho de Billy Graham) e Fundação Billy Graham.
Veja o link a seguir: https://momsinprayer.org/occ/

“Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.” (1 Tessalonicenses 5:16-18)
Ela objetiva dar presentes de Natal para abençoar crianças em toda parte do mudo, sem esquecer que o principal motivo é Jesus Cristo.
Os pacotes onde os presentes serão embrulhados devem ser decorados.
Dentro de cada pacote colocar materiais tais como: uma cartinha dizendo "Qual é o verdadeiro significado do Natal", uma Bíblia, ou Novo Testamento, material escolar, de higiene, guloseimas, brinquedos, camisetas, meias, shorts, jogos de memória, etc... Não colocar líquidos....
Não esquecer, em hipótese algum um bilhete ou uma carta falando da importância daquela criança para Jesus Cristo e do amor de Deus para com ela. Se a criança não sabe ler, alguém lerá para ela!

De 1 até 12 de dezembro: angariar os presentes.
De 13 a 20 de dezembro: entregar dos presentes

A Operação Natal da Criança pode ser feita em creches, orfanatos, hospitais, ou individualmente... (Devido a Pandemia, este ano será individualmente. Apenas em locais onde não haja índice alto de contaminados, poderá ser feita em PGO).
É uma operação de amor.

Deus vai fazer milagres acontecer! Faça uma criança feliz neste NATAL!
Mãos à obra! Felicidade começa com S de servir!
Servas, Salvas para Servir, Sempre Sorrindo!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora!
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link  http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

domingo, 29 de novembro de 2020

CALENDÁRIO NACIONAL DE ORAÇÃO - BRASIL - MÊS DE DEZEMBRO DE 2020

É maravilhoso fazer parte de Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil e conhecer o extraordinário Programa de Oração Mundial em PGOs - Pequenos Grupos de Oração, que Deus deu a uma mãe: Fern Nichols, em 1984, no Canadá, e que já está em mais de 150 países... 

Um Ministério que durante anos tem sido referência na vida de milhões de mães ao redor do mundo!

Louvamos a Deus por mais um mês de oração pela vida de nossos filhos e escolas...

Agradecemos a vocês Mães Unidas em Oração que enviam seus pedidos e, através deles podemos elaborar o Calendário Nacional de Oração que tem norteado cada mãe no seu momento "A Sós com Deus"!
No Momento "A SÓS COM DEUS", a Mãe Unida em Oração escolhe a hora mais apropriada, diariamente, e ora de 3 a 7 minutos por um dos filhos (biológico, adotivo ou espiritual), pela escola e pelo pedido do dia que está no Calendário Nacional de Oração, enviado para todas as Mães que pertencem ao Ministério, em PDF. O Calendário não substitui o encontro semanal de 1 hora dos PGOs - Grupos de Mães Unidas em Oração Internacional.

Se a mãe pertence ao Ministério Internacional e não recebeu o seu Calendário Nacional de Oração é só nos enviar um e-mail: contato@maesunidasemoracao.org

Mãe Unida em Oração é apenas instrumento nas mãos de Deus. Quem é digno de toda honra e de toda Glória é o Senhor Jesus Cristo! É Ele quem guerreia "com" e "através" de nós! (Efésios 6: 10-20).

Somos apenas servas!

Se você sentiu o toque do Espírito Santo para participar, o primeiro passo para fazer parte do Ministério Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração no Brasil é fazer sua inscrição como Mãe (biológica, adotante ou espiritual) colocando seu(s) filho(s) e a escola adotada em oração na Rede Mundial de Oração.

É só fazer a inscrição para receber todas as informações necessárias através do link:
http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Tão logo encontre outra mãe que também tenha sido tocada pelo Espírito Santo comece seu PGO - Pequeno Grupo de Oração...

Foi assim que começou com Fern Nichols em 1984, no Canadá. Ela levou seu filho para escola e viu que ele estava mudando de comportamento. Começou a orar e pediu a Deus outra mãe que estivesse passando pela mesma situação. Assim começou Moms In Prayer International e, hoje, estamos em mais de 150 países! Mistério Insondável de Deus!

Lembre-se que Mães Unidas em Oração é um Ministério de mãe com mãe..

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora!
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther M. S. de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

NÃO CHORES

 

“Vendo-a o Senhor, movido de compaixão para com ela, disse-lhe:

 Não chores!”. (Lucas 7:13)

Quem nunca experimentou o drama da perda de alguém querido, amado? Se não, em algum momento iremos atravessar este vale de dor! Todos que passaram por este momento de tamanha dor e luto, vive constantemente diante de lembranças, de saudades das pessoas que se foram e deixaram um vazio muito grande, uma lacuna praticamente impossível ser preenchida. 

É diante desse drama, que infelizmente, precisamos aprender a conviver durante toda nossa existência como humanos que somos, com este sentimento que mesmo com o passar do tempo, estará em nossos corações.

Desde que nascemos não fazemos outra coisa a não ser, suspirar por algo que não possuímos - o controle da vida e da morte – que somente pertence ao Senhor Deus.  

Os evangelhos (Marcos, Mateus, Lucas e João), nos apresentam Jesus como a fonte de esperança das crises humanas, e o único que pode nos consolar em momentos de dor, tristeza e sofrimento. Sua obra efetuada a mais de dois mil anos atrás, estava programada para oferecer ao ser humano, vida e vida com abundância (vida eterna). 

A religião oferecida em muitos ambientes não passa de ordenanças, meras obrigações e um sentimento de culpa que envolve o ser humano que na verdade não é capaz de cumprir com todos os ritos proposto pelos Líderes e condutores cegos do povo. A vida que Jesus nos propõe, é mais do que uma simples prosperidade material, social e financeira. Jesus nos oferece com Sua simplicidade, o direito de uma vida na presença de Deus, tanto aqui, como na eternidade.

No relato citado acima, no Evangelho escrito por Lucas, Jesus se mostra preocupado não com o cortejo, mas com a dor que havia tomado conta do coração daquela mulher. Somos mais importantes dos que os mais belos ritos, as mais belas organizações. 

Lucas descreve o enterro na pequena Aldeia de Naim. Jesus se comove ao ver a mãe chorando diante de uma grande perda. Ele entende a dor daquela viúva, sabe que é uma experiência dolorosa e terrivelmente avassaladora, Ele não a ignora. 

O texto nos mostra Sua sensibilidade e respeito a dor desta mulher, Ele não lhe faz perguntas; não importa neste momento se ela pertence a alguma religião diferente da Sua. 

É inadmissível uma religião que em nome de Deus não manifesta um sentimento de comoção diante da dor do próximo. Jesus está diante dela, sua obra libertadora envolve a libertação da dor, do fardo da perda, do experiente da aflição.

"Mulher não chores", palavras que são eternizadas, que produzem alento, que acalmam a alma, fortalece a fé. Manifesta amor, preocupação e oferece liberdade do cárcere das lembranças dos que já foram. 

Quero oferecer este texto a você, que ainda chora, que não superou, que vive olhando para a vida sem perspectiva. A palavra de Jesus tem poder: "Não chores". Deus se preocupa com sua existência e subsistência, não te deixou só e nem te abandonou diante deste quadro de angústia e de tamanho sofrimento.

"Não chores”, não se desespere, não está tudo acabado, as cortinas das esperanças não se fecharam. Jesus oferece a você a libertação dessa dor, o sofrimento que amassa sua alma, querendo lhe neutralizar. 

Ele é capaz de ressuscitar o que foi enterrado e morto com o drama da perda que você viveu. Ele quer ressuscitar em você a força necessária para que venha prosseguir, dando continuidade em sua vida. 

Jesus lhe diz "Não chores". 

Ele quer restaurar sua vida. 

(Herlon Charles V. Carvalho)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos) 

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

EU O AMEI O BASTANTE



"Você não me ama! " Quantas vezes suas crianças tentaram essa com você? Em algum dia quando minhas crianças forem grandes o suficiente para entender a motivação lógica de uma mãe, eu lhes direi: 
* Eu o amei o bastante para insistir em saber aonde você ia e a que horas você chegaria em casa.
* Eu o amei o bastante para lhe deixar descobrir que seu amigo não era bom.
* Eu o amei o bastante para ficar no seu pé por duas horas enquanto você limpava seu quarto, um trabalho que eu teria feito em 15 minutos.
* Eu o amei o bastante para ignorar o que toda outra mãe fazia ou dizia.
* Eu o amei o bastante para deixá-lo tropeçar, cair, se machucar e falhar.
* Eu o amei o bastante para lhe aceitar do jeito que você é, e não do jeito que eu queria que você fosse.
* Acima de tudo, eu o amei o bastante para dizer “não” mesmo quando você me odiou por isto.

Algumas mães não sabem quando o trabalho delas termina. Elas acham que quanto mais tempo os filhos dependem delas, melhores mães elas são.

Eu comparo crianças a pipas. Você passa a vida tentando fazê-los sair do chão. Você corre com eles até que ambos ficam ofegantes... eles caem... você aumenta a cauda. Você conserta e conforta, ajusta e ensina - e os assegura de que um dia eles voarão.

Finalmente eles estão no ar, mas precisam de mais fio, e você continua aumentando-o. Com cada torção da bola de barbante, a pipa fica mais distante. Você sabe que não levará muito tempo para aquela criatura bonita romper a linha de vida que a unia a você e planar - livre e só. 
Só então você saberá que cumpriu sua missão.

(Extraído do site www.hermeneutica..com)

Nós, Mães Unidas em Oração Internacional além de todos os compromissos normais que todas as mães tem, assumimos o compromisso de cobrir nossos filhos com oração, para que quando eles romperem a linha de vida que os unia a nós e eles alcem voos altos e seguros porque estão alicerçados na palavra de Deus, firmados pela fé e dirigidos pelo Espirito Santo.

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”. 

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

MÃES QUE NÃO TÊM TEMPO PARA ORAR!


Uma das regras básicas de MIPI - Moms In Prayer International / Mães Unidas em Oração Internacional é a seguinte: se uma mãe desejar convidar outra mãe para participar do Ministério de Oração e a mãe convidada der alguma desculpa para não fazer parte, jamais a mãe que convida deve insistir, apenas orar e entregar para Deus.  Foi exatamente assim que aconteceu com nossa Coordenadora Nacional, Jane Esther...

Ela foi compartilhar o Ministério para uma mãe. Depois de explicar detalhes de como funciona, que oramos todos os dias de 3 a 7 minutos pelos nossos filhos e a escola que adotamos e também formamos um pequeno grupo para orarmos 1 hora por semana, onde acharmos melhor, a mãe olhou para a irmã Jane Esther e disse: "- Eu tenho uma agenda diária muito cheia e não tenho tempo para orar, muito menos separar 1 hora por semana para isto. Tenho muitas coisas para fazer....

Naquele momento a irmã Jane Esther olhou para ela e disse: "- Tudo bem minha irmã, não se preocupe. Eu sei o que é ter uma agenda cheia de compromissos. Eu entendo perfeitamente. Fique a vontade..."

Após sair de perto dela a irmã Jane Esther falou com Deus: "- Senhor como pode uma mãe com 3 filhos adolescentes, vivendo nestes dias tão difíceis, pode pensar assim?" 

Ela entregou aquela mãe nas mãos de Deus e pediu que Ele entrasse com providências na vida daquela mãe e assim aconteceu...

Após 3 meses, aquela mesma mãe chegou para a irmã Jane Esther e disse: "- Irmã Jane Esther, desde que falei com a irmã, o Espírito Santo me incomodou tanto e me disse: - Você tem tempo para levar seus filhos para a escola, para passear, tempo para assistir TV, ir ao shopping, ter perfil no facebook, no Intagram, no WhatsApp, ir ao cinema, a praia, ao trabalho todo dia, ir a igreja, ser professora da EBD, cuidar da casa, das plantas, do cachorro, do esposo... e não tem uma 1 hora para mim uma vez por semana?" Como me senti miserável, pequena...

Naquela mesma semana, entrei no site, fiz minha inscrição online e hoje lidero meu grupo de Mães Unidas em Oração Internacional. Minha vida com Deus mudou...
Eu creio no poder da oração feita em nome de Jesus Cristo

Sandra Pacheco Queiroz Macedo 
(Líder de Grupo - Feira de Santana, BA)

Mãe não insista, apenas ore. Se a mãe não tiver o Toque do Espirito Santo de Deus para fazer parte do Ministério, você terá problemas... A mãe não vai perseverar na oração!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

terça-feira, 24 de novembro de 2020

SEJA ABENÇOADO!!

Qual o melhor ser rico ou ser abençoado? Prefira ser abençoado. Vou lhe dar algumas razões.

A benção de Deus enriquece realmente. Diz o provérbio: ”A benção de Deus é que enriquece.”
É o aspecto holístico, geral, da benção. Ela não envolve apenas o aspecto financeiro de nossas vidas. De que adianta estar rico e a enfermidade comparecer para levar suas riquezas?
De que adianta ter muito dinheiro e viver sempre triste, com a sensação de falta de algo? 
De que adianta ter dinheiro e não ter saúde para desfrutar do que o dinheiro pode legar? 
De que adianta ter dinheiro e ser solitário e sem estímulo para a vida? Um misantropo?

A benção de Deus enriquece porque trabalha todos os aspectos de nossa vida. A felicidade é esta harmonização. 
Às vezes digo que, da pessoa abençoada, até o cachorro é feliz, A benção de Deus nos faz  desfrutar da verdadeira riqueza.
Mas, a benção de Deus enriquece seguramente. “E Ele não acrescenta dores”, lembra o provérbio. 
Quanta gente já se deu mal na busca da felicidade! 
Conseguiram coisas que, acreditavam, lhes fariam felizes e realizados, porém, não foi o que ocorreu. Com a abundância de bens materiais veio a perda da família, de amigos, e umas tantas mais contrariedades. 
A riqueza material sempre traz dores consigo: traições, inimizades, frustrações, esgotamentos.
 A benção não traz dores, encaixa todos os aspectos de nossa vida como que  montando um quebra-cabeças. 
Põe no lugar todas as coisas boas, numa adequação que só a sabedoria de Deus pode realizar.
Necessário se faz o reconhecimento da felicidade da benção. 

Às vezes, ficamos tristes por coisas que Deus nos negou, e nos esquecemos da imensidão de coisas boas que temos que Ele nos concedeu ou preservou.

Se você só tem dinheiro, ainda não é rico. Busque ser abençoado. 

Nilson Marcos Lima - Devocional da Semana

Oremos para que nossos filhos reconheçam as bênçãos de Deus nas suas vidas e desfrutem delas com alegria e gratidão.

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje? 

contato@maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Cláudia Regina Farias)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”. 

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

VER NÃO DEPENDE SÓ DE OLHOS


…Os discípulos não entenderam nada do que Jesus disse. O que essas palavras queriam dizer estava escondido deles, e eles não sabiam do que Jesus estava falando (v.34)…

..Senhor, eu quero ver de novo! — respondeu ele. Então Jesus disse:— Veja! Você está curado porque teve fé. No mesmo instante o homem começou a ver e, dando glória a Deus, foi seguindo Jesus…(vv.41b-43a NTLH)

Em Lucas 18.31-43, doze discípulos, seguidores há três anos e íntimos de Jesus, mesmo com boa visão, não “enxergaram” o que Jesus estava dizendo. Por outro lado, um desconhecido de Jesus, mesmo cego, enxergou direitinho, e pela fé, foi curado. Vamos ver estes dois casos mais de perto…

Os doze discípulos de boa visão que não enxergavam. 
Por um lado, é fácil culpar os discípulos pela sua falta de compreensão. Digo “fácil” porque nós estamos do lado de cá da crucificação onde já enxergamos como já acontecido tudo que Jesus previa nesta passagem. E imaginamos, “porque os discípulos não entenderam, depois de três anos, o propósito pelo qual aquele que eles seguiam, veio?” Ou a gente simplesmente pode concluir do versículo 34 que espiritualmente Deus não permitia que os discípulos entendessem.

Por outro lado, diante da expectativa popular daquela época, dificilmente os discípulos poderiam entender o que Jesus estava falando quando previa o seu sofrimento e morte. Por exemplo, Jesus se referia a si mesmo como o “Filho do Homem”, uma figura conhecida pelos judeus especialmente do Livro de Daniel. Em Daniel, o Filho do Homem era uma figura sobrenatural ao lado de Deus que era vitorioso e não sofria. Logo, a previsão do sofrimento e morte de Jesus como o Filho do Homem simplesmente não batia com o ensino das Escrituras mais conhecida pelos judeus. Interesse que Lucas não registra nenhuma reação de Jesus a respeito desta falta de compreensão pelos discípulos. Ao invés disto, passa logo a nos contar a história da cura do cego.

O cego que “enxergava” antes do sua cura.
O cego não foi abordado por Jesus na primeira instância, como era o caso dos discípulos. Foi o cego que procurou saber de todo o tumulto que passava ao seu redor e foi informado que Jesus estava passando por perto. Sem mais e sem menos o cego se dirigiu a Jesus não como o Filho o Homem mas como o Filho e Davi, que para os judeus, era uma figura bem humana, mas especialmente ungido (messias) por Deus. Mesmo se referindo a uma figura humana, o cego gritou e pediu a Jesus, misericórdia. Quando Jesus perguntou o que ele queria, o cego respondeu, “quero ver de novo”. Fascinante é que ao falar isto, o cego demonstrou que já estava “enxergando” no sentido de reconhecer que Jesus tinha a capacidade de curar por ser o prometido de Deus. E assim, chegou a ver com os olhos físicos também.

Agora, quem somos nós nesta história? Afinal, os Evangelistas relatam estes acontecimentos para que os leitores se identifiquem de alguma forma com eles. Quem somos nós? Discípulos ou um cego? Somos gente que já passou um bocado de tempo com Jesus e ainda não entendeu ou somos como o simples cego que não perdeu tempo com debates e gritou, já afirmando a sua fé, e pedindo o “impossível”?

Oração

Bondoso Deus. Abra os nossos olhos para enxergarmos os Teus propósitos e Te adorar na simplicidade do cego. Em nome de Jesus. Amém.

(Tim Carriker)
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos) 

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.

domingo, 22 de novembro de 2020

O QUE UMA MÃE PODE FAZER PARA INCENTIVAR SEUS FILHOS A SEGUIREM A JESUS CRISTO?




“Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.” (Romanos 10:9) Assim, para aceitar Jesus como Salvador,  sabemos que precisa crer e confessar. 

Crer
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam.” (Hebreus 11:6)

Crer significa aceitar como verdade que Deus existe e que Ele enviou Jesus para lhe salvar (João 3:16). A Bíblia diz que todos pecamos e que o pecado tem sempre castigo (morte e ficar separado de Deus). Deus não quer ficar separado de nós. Por isso, Jesus veio para levar o castigo de todos os nossos pecados.

Confessar
“Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus.” (1 João 4:5)

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1:9)

Confessar é declarar com a nossa boca que rejeitamos o pecado e que agora Jesus é o Senhor de nossa vida. Esse é um ato muito importante porque confirma que realmente cremos. Quando confessamos que Jesus é o nosso Salvador, estamos dizendo a Deus e ao mundo que não queremos mais viver preso ao pecado, longe de Deus. Agora Jesus é o nosso amigo e o nosso objetivo de vida é agradar a Deus, sempre.

Você pode estar se perguntando o que pode fazer agora para incentiva seus filhos a aceitar a Jesus Cristo, e viver uma vida cristã autêntica..

Sabemos que é um desafio, visto que muito de nossos filhos, mesmo tendo sido criados na igreja, não estão nem ai para Bíblia, Deus, Jesus Cristo! São pródigos! 

A seguir, algumas sugestões a considerar, principalmente se seu filho vive com você!

1. Ensine seus filhos a amar e adorar a Deus 
A melhor maneira de ajudar seus filhos a aprender a amar a Deus é através de seu exemplo pessoal. Se os seus filhos virem que você está em constante comunhão de amor com Jesus Cristo e O obedece à custa de pequenos sacrifícios em sua vida, eles provavelmente vão desejar fazer o mesmo. Por outro lado, se você raramente tem tempo para estudar a Bíblia ou orar, seus filhos podem achar que ter um relacionamento com Deus é de pouco ou nenhum valor. 

Além de demonstrar um exemplo cristão, você pode conversar regularmente com seu filho sobre Deus e Sua natureza. A Escritura nos diz que os pais têm a responsabilidade não só de ensinar seus filhos sobre o seu Criador, mas também de ajudá-los a aprender a importância de obedecer às Suas leis e adorá-Lo (Deuteronômio 6:4-7). 

Além disso, não deixe de falar várias vezes sobre tudo o que Deus fez e continua a fazer. A Bíblia diz que podemos nos vangloriar em Deus (Salmo 34:2; 1 Coríntios 1:31). Destaque Suas inúmeras qualidades através das maravilhas do mundo natural. Você também pode arrazoar como Deus provê as necessidades diárias de sua família e como Ele o tem ajudado de maneira milagrosa. Essas ações podem ajudar seus filhos a compreenderem que Deus é muito real e que Ele abençoa aqueles que decidem honrá-Lo e obedecê-Lo. 

2. Mostre aos seus filhos o propósito de Deus para eles 
Seus filhos precisam ver não apenas que Deus tem um propósito para suas vidas, mas também que Ele vai orientá-los para o sucesso futuro. Ajude-os a compreender que eles vão receber grandes bênçãos ao seguir a Deus, ao contrário de viver uma vida sem a Sua intervenção. 

Procure demonstrar-lhes não apenas o que podem esperar em um futuro promissor, mas também que a vida hoje pode ser gratificante e satisfatória servindo a Deus (João 10:10). 

Isso é importante, pois se seus filhos acharem que viver uma vida cristã denota apenas sacrifícios com poucos benefícios imediatos isso pode parecer pouco atraente para eles. Enquanto ajuda-os a apreciar a vida, agora, continue a guiá-los para o futuro especial que os espera na vinda do Reino de Deus (Mateus 6:33). 

3. Apresentar o cristianismo de uma forma positiva 
Todos nós sabemos que, mesmo enquanto nos esforçamos para levar uma vida cristã, situações adversas acontecem de vez em quando. Tenha muito cuidado ao discutir situações negativas na presença de seus filhos que realmente não lhes dizem respeito. Isto porque a maioria das crianças não tem maturidade para avaliar com precisão os eventos adversos. Se possível, procure discutir tais assuntos com o seu cônjuge e amigos em privado. 

Se o seu filho não conseguir aprender sobre algum problema em particular, então busque tempo para explicar a situação da forma mais positiva possível. Não fazer isso pode levar-lhe a tirar conclusões erradas. Se for dada ênfase em coisas negativas, seu filho pode começar a pensar que Deus é fraco, impotente ou até mesmo um mito. 

Explique que é vital esperar pacientemente na ajuda e intervenção de Deus e que há muitas lições valiosas a serem aprendidas nesse processo. 

Se os seus filhos se depararem com a má conduta ou atos pecaminoso de outros cristãos, ajude-os a entender que, às vezes, todo cristão peca. Incentive-os a orar por aqueles que fraquejam e a confiar que Deus vai lidar com a situação de uma forma justa e imparcial. 

4. Ensine o propósito e o valor das provações 
Às vezes, Deus permite as provações para nos corrigir e nos aperfeiçoar. Os filhos devem aprender que essas dificuldades não são para desencorajar, mas para nos fortalecer e nos ajudar a pensar e agir mais como Cristo (Tiago 1:2-4). 

Às vezes, podemos, inadvertidamente, desencorajar os nossos filhos quando falamos de problemas ou oportunidades perdidas por obedecermos as leis de Deus. 

Por exemplo, uma mãe ou um pai pode falar que foi preterido a uma promoção no trabalho porque não queria fazer algo antiético. Embora seja compreensível que um pai possa se sentir temporariamente desencorajado por um evento como este, mas um filho poderia concluir, erroneamente, que o caminho de obediência, paciência e fé em Deus não funciona. Lembre-se sempre de que seu filho precisa ver esse caminho de vida de Deus com sucesso e felicidade, mas, às vezes, isso requer fé e paciência de sua parte (Mateus 11:28-30). 

Em Romanos 8:28, o apóstolo Paulo afirmou que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto”. Ajude seu filho a entender esta verdade, discutindo as histórias de José, Ester e outras personalidades bíblicas que superaram com êxito as dificuldades com a ajuda de Deus. Ensine os seus filhos que lições como estas podem ajudá-los a edificar a fé e a confiança espiritual. 

5. Satisfaça as necessidades físicas, sociais e emocionais de seus filhos 
Os filhos precisam sentir-se aceitos e valorizados e isso é crucial para o seu desenvolvimento espiritual e emocional. Não deixe de investir muito tempo conversando e interagindo com eles, além de cuidar de suas necessidades físicas, sociais e emocionais. 

Às vezes, os pais só corrigem o mau comportamento dos filhos e se esquecem de elogiá-los por seus acertos e vitórias. Tente, de todas as maneiras, ter interações positivas. Você pode fazer isso ativamente ao buscar formas de reforçar positivamente o bom comportamento deles. 

À medida que seus filhos crescem, durante a adolescência, eles vão sentindo que as exigências sociais estão aumentando. E como os seus amigos vão gradualmente influenciando-os mais e mais, é importante dar-lhes muitas oportunidades de interagir com outros adolescentes de famílias cristãs. 

Para fazer isso, no entanto, pode ser necessário abrir mão de parte de seus objetivos pessoais de curto prazo. Mas se sacrificar por seus filhos lhe dará grandes bênçãos de longo prazo. Seus sacrifícios também vão mostrar-lhes que eles são verdadeiramente amados e valorizados por você. 

6. Honra a Deus ao disciplinar seus filhos 
Embora seja importante fazer com que seus filhos se sintam aceitos e valorizados, eles também têm que entender que você não vai permitir o mau comportamento ou atitudes pecaminosas. Na tentativa de agradar a seus filhos, alguns pais permitem que eles desonrem a Deus com suas ações. Ensine a seus filhos os sublimes princípios de obediência a todas as leis de Deus, incluindo o quinto mandamento de honrar seus pais (Êxodo 20:12). 

Discipline seus filhos com carinho quando eles agirem incorretamente. Podemos encontrar muitas admoestações bíblicas para fazer isso (Provérbios 19:18; 23:13-14; 1 Timóteo 3:1-5). Por exemplo, a Bíblia conta a triste história de Eli, o sacerdote, que não corrigiu o mau comportamento de seus filhos. Eli colocou seus filhos acima de Deus, isso é pecado (1 Samuel 2:30; Mateus 10:37). O resultado final disso foi a morte dos filhos e também dele (veja 1 Samuel 2:12 - 3:18). 

Os pais que fazem vista grossa para o pecado ou negligencia a disciplina podem prejudicar o caráter de seu filho (Provérbios 22:15; Romanos 6:23). Por exemplo, se você deixar de ensinar ao seu filho a ter autocontrole ele pode sofrer as consequências disso no futuro. 

Ensine a seus filhos que cada decisão e ação têm consequências. Ajude-os a entender os resultados desastrosos do pecado. Quando surgir alguma situação em que você enxergue as consequências do pecado na vida de outras pessoas mostre-as para o seu filho, sem mencionar nomes, a menos que seja uma situação que ele já saiba. Esse tipo de exemplo pode ajudar seu filho a ver que o pecado traz resultados trágicos. 

Desperte em seus filhos o desejo de obedecer a Deus. Por exemplo, em vez de apenas dizer a seu filho que ele não deve praticar ou estar envolvido em esporte no domingo, pergunte-lhe se ele ama a Deus. Se ele responde que sim, lembre-o que Deus nos ensina a observar o domingo como um dia de adoração e descanso, e que não deve ser usado para buscar nosso próprio prazer (Isaías 58:13). 

Ajude-o a entender as bênçãos duradouras da obediência devotada em comparação com o prazer temporário de praticar esportes no dia santo semanal de Deus. E tente encontrar para ele outra atividade que não transgrida o Sábado, para que ele possa aprender a viver de acordo com a lei de Deus. 

7. Orientar e corrigir com amor através da autoridade paterna 
Embora os pais devam sempre incentivar os filhos a obedecerem voluntariamente a Deus, pode haver momentos em que eles não estejam dispostos a fazer isso. 

Ainda usando o exemplo citado acima, se o seu filho insistir em participar ou praticar esporte no domingo, você pode ter que usar a autoridade para impedi-lo de fazer isso, no horário do culto. No entanto, a determinação de como tal situação deverá ser tratada varia de uma família a outra. 

8. Ajude seus filhos a ter discernimento próprio 
Seus filhos vão precisar de ajuda para lidar com as teorias científicas da evolução. Conceitos generalizados como este podem levar à conclusão equivocada de que Deus é um mito. Você deve buscar tempo para discutir o relato bíblico da criação com seus filhos e responder a qualquer pergunta que possam ter para ajudá-los a chegar ao entendimento de que Deus é muito real. 

É importante saber o que estão ensinando a seus filhos para que você possa ajudá-los a ver que a pesquisa científica factual e as informações atuais revelam inúmeras inconsistências e falsidades na teoria da evolução. 

Afinal de contas, os seus filhos vão ter que desenvolver sua própria fé em Deus. Até que amadureçam espiritualmente, você deve fazer o possível para ajudá-los a encontrar e estudar as descobertas científicas que refutam claramente esses conceitos e ideias errôneas. 

9. Confie em Deus para ajudá-lo com seus filhos 
Preparar seus filhos para seguir a Cristo é uma responsabilidade desafiante, mas gratificante. Você tem a maravilhosa oportunidade não só de explicar, mas também de demonstrar o caminho de vida de Deus. Lembre-se que nenhuma mãe pode ser bem sucedida, na educação de seus filhos sem a ajuda de Deus. Peça-O em oração regularmente para orientá-la e guiá-la. Cada filho é único e Deus vai guiar você ao melhor caminho para ajudar seus filhos. 

Se, no entanto, o seu filho decidir levar uma vida mundana depois de atingir a maioridade, não se culpe por isso. Embora, como mãe, você possa ter feito todo o possível, o fato é que você não pode controlar tudo o que acontece com seu filho. Muitas variáveis ​​influenciam suas decisões ao longo da vida e muitos delas vão estar fora de seu controle. 

Neste caso, é importante entender que Deus sabe perfeitamente o que aconteceu. Peça a Ele em oração que continue a orientar seu filho. Coloque a situação em Suas mãos e espere paciente e fielmente que Ele trabalhe com o seu filho no Seu devido tempo. 

(Linda LaBissoniere - adaptado)

Como mães desejamos o melhor para os nossos filhos... Principalmente que eles sigam a Jesus Cristo! Desejamos que eles sejam equilibrados emocionalmente, desejamos sucesso profissional, que eles sejam bons alunos, que saibam escolher bem a profissão e sejam bem sucedidos, que saibam escolher bem seus cônjuges e formem uma família bonita e sejam bons pais.

Que o nosso Deus levante mais mães que se preocupem, primeiramente com a salvação dos filhos do que com o sucesso deles!

Vamos perguntar a Deus o que Ele quer com a vida de nossos filhos?

Como nossa visão é limitada, devemos, sim, sonhar porque a palavra nos encoraja e nos estimula a fazermos isso, mas a resposta final que seja do nosso Deus. “Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua.”
(Provérbios 16:1)

Que a nossa oração seja para que Ele cumpra os planos d'Ele e não os nossos porque os d'Ele são perfeitos e agradáveis e não trás nenhum desgosto!

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”. 

sábado, 21 de novembro de 2020

VOCÊ TEM FÉ?

"Clara driblou a bola com rapidez e destreza em direção à cesta. É agora, pensou ela. A menina mais alta e mais rápida do time adversário ficou marcando Clara durante o jogo inteiro. Mas agora ela estava marcando outra pessoa. Era a chance de Clara!

Ela girou rapidamente para escapar de outra jogadora e firmou os pés no chão. Depois, deu um salto e atirou a bola na cesta. A bola voou pelo ar enquanto Clara segurava a respiração. Entre, por favor!

A bola rodopiou em volta da rede para dentro da cesta

As outras jogadoras do time lhe deram “high fives”. Depois, Graça, a técnica do time, olhou para o relógio e apitou. “Fim do treino! Parabéns para todas vocês! Até amanhã. Descansem bem porque amanhã vamos fazer vários treinos de corrida acelerada.” 

Clara deu um suspiro e foi pegar suas coisas. A técnica do time a chamou com um aceno.

“- Então, Clara”, disse ela. “- Você jogou bem hoje. Sei que tem se esforçado muito nos treinos e estou orgulhosa de você.”

“- Obrigada”, disse Clara com um grande sorriso. 

Ela ainda estava sorrindo quando foi em direção ao carro da mãe. Enquanto iam para casa, Clara repassou na cabeça sua última cesta. Principalmente quando a bola rodopiou por dentro da rede. Ela mal percebeu o discurso da conferência que sua mãe estava ouvindo no carro. 

Mas, de repente, uma coisa lhe chamou a atenção. O orador disse que precisávamos reservar tempo para exercitar ativamente nossa fé. Aquelas palavras soaram como se tivessem algo a ver com os treinos de basquete. Como você exercita a fé? pensou ela. Você corre com fé? Ou dribla a fé como uma bola? 

Clara se virou para a mãe. “- Como exercitamos a fé?”, perguntou ela. 

A mãe sorriu. “- Como você melhora no basquete?” 

“- Treinando”, respondeu Clara. “- A técnica de nosso time me ajuda a melhorar. E, quando fazemos exercícios, eu me esforço muito para fazer tudo certo.” 

“- E isso é fácil?” 

“- Não!”, disse Clara, lembrando como as pernas ficam cansadas depois do treino. “- Tenho que treinar muito.” 

A mãe fez que sim com a cabeça. “- O Pai Celestial quer que tenhamos fé Nele, mas precisamos exercitar essa fé. E Ele nos deu meios de fazermos isso e melhorarmos.” 

“- Como o quê?” 

“- Ele pede que falemos com Ele em oração. É como se Ele fosse nosso técnico. Ele nos deu as escrituras, e elas são como um manual. E Ele inspira profetas para nos incentivar a aprender em família. Nossa família é como…” 

“- Como nosso time!”, interrompeu Clara. 

“- Exatamente! Nossa família, como um time, treina em conjunto”, disse a mãe. “- Então, o que acontece quando você vai aos treinos, Clara?” 

“- Melhoro no basquete.” Clara pensou em como se sentiu bem quando fez a última cesta, depois de se esforçar muito nos treinos durante várias semanas. 

“- Isso mesmo. Quando praticamos, estamos exercitando nossa fé. Isso ajuda nosso testemunho a crescer. E nos faz mais felizes.” 

Clara nunca tinha pensado na fé daquela maneira. Ela já tinha ouvido falar que a fé é como uma semente, mas nunca pensou que poderia ser como jogar basquete! Clara pensou em como a técnica do time planejava as jogadas. Talvez eu também possa planejar como exercitar minha fé, pensou ela. Logo que chegou em casa, ela pegou um bloco de anotações e escreveu: 

Oração — o tempo todo em comunhão e oração 

Estudo das Escrituras — todos os dias 

Igreja — todos os domingos e demais dias de cultos 

Talvez exercitar a fé não seja exatamente como treinar basquete. Mas treino é treino. Ao olhar para seu plano, Clara sentiu uma coisa boa no coração. Ela confiava no Pai Celestial e sabia que Ele a ajudaria! 

Que tipo de fé você tem? 

Quando as atitudes falam mais alto do que as palavras 

O livro de Tiago tem muitas lições práticas para a vida. Em particular, no capítulo 2, há princípios que falam sobre a fé. Entre os versos 14 e 26, o apóstolo Paulo, autor do texto, discorre sobre três padrões diferentes que ela pode apresentar e que nos servem como alerta para avaliarmos qual é o nosso tipo de fé. 

Veja que a explicação do começo já é chocante. O texto diz que a fé sem obras é morta, que só alguém afirmar que tem fé, não significa nada. Quantas e quantas pessoas ao redor do mundo fazem essa afirmação. E na vida de quantas delas as palavras são acompanhadas de atitudes coerentes? E quando olhamos para nós, o que vemos? Que tipo de fé você tem? 

A fé viva não está apoiada em circunstâncias. Ela serve sem esperar ser servido. Perdoa sem que precisem pedir perdão. Dá outra chance. Entrega o dízimo crendo que Deus irá prover e abrir as janelas do céu. Crê que Deus irá curar e permanece firme. Crê que Deus ama. 

Um corpo sem espírito está morto. O espirito da fé se manifesta nas obras que a pessoa pratica. Quando ela vive uma vida diferente, faz escolhas diferentes, toma um caminho diferente do que tomava antes. E assim, ela impacta outros. 

O Senhor não quer que tenhamos uma fé morta. Abraão e Raabe eram como nós, mas por terem colocado a sua fé em prática foram colocados na lista dos heróis da fé. Que nós também possamos fazer parte dessa lista.

Crer ou ter fé significa que estamos realmente esperando que nosso Pai celestial supra nossas necessidades, e escreva uma nova história em nossas vidas, quando parece que tudo chegou ao fim....

Se você está preocupada por falta de fé, lembre-se de que nosso Salvador fez um milagre em favor de um homem que clamava em desespero: “Creio, ajuda-me a vencer a minha incredulidade!” (Marcos 9:24)

Concentre-se apenas no exercício da fé que você já tem; não se preocupe com a fé que você ainda não tem. Deixe tudo por conta d'Ele!

Apenas Creia!
Mães Unidas em Oração, filhos protegidos. 
Todo filho precisa de uma mãe que ora. 
Você já orou pelo seu filho hoje? 

www.momsinprayer.org 
www.maesunidasemoracao.org 
WhatsApp: 21 99212-0548

(Editora do Blog: Jane Esther Monteiro de Souza de Paula Rosa)

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.
 

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

MÃES PRÓDIGAS EM ORAÇÃO

 

Jesus ora por você!

Algum dos seus filhos pródigos voltou para casa para morar com você devido à perda do emprego ou ao fechamento da escola? Nestes tempos sem precedentes de pandemia e pedidos de estadia em casa, eu me pergunto como suas casas estão cheias. Que época desafiadora de crescimento e oportunidade o Senhor colocou diante de nós.

Você está cansada, minha querida, ao persistir em orar por seu filho pródigo? Eu gostaria de compartilhar uma bela verdade com você hoje para encorajá-la. 

Jesus está orando por você.

Vamos ler Hebreus 7:25 juntos: “Portanto, ele pode salvar para sempre aqueles que por meio dele se aproximam de Deus, visto que Ele (Jesus) vive sempre para interceder por eles”.

Outras porções das escrituras revelam como Jesus orou por Seus discípulos - que a fé de Pedro não desfalecesse, que eles teriam a alegria de Jesus e que seriam santificados na verdade de Sua Palavra:

“Mas eu orei por você, para que sua fé não desfaleça; e você, uma vez que você se transformou novamente, fortaleça seus irmãos.” Lucas 22:32 (NASB)

“Mas agora eu vou para Você; e estas coisas falo no mundo para que eles tenham a Minha alegria completa em si mesmos. Santifique-os na verdade; Sua palavra é a verdade.” João 17:13, 17 (NASB)

Deixe tudo isso ser absorvido.

Jesus - Cordeiro de Deus, Salvador do mundo, Vencedor do pecado e da morte, cheio de graça, está orando por você e por mim. Todo o louvor e glória ao nosso Glorioso REI!

O que isso significa para nós é que não importa o quão baixo você tenha caído ou quão desanimada você possa se sentir, você pode, novamente, permanecer no poder de Jesus.

Olhe para Ele, passe tempo com Ele e continue a perseverar em oração por seu filho ou filha pródigo.

Ele está atuando em nossas vidas e nas vidas de nossos filhos! Onde há fôlego, há esperança.

(Mães pródigas em oração - Moms In Prayer)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprrayer.org
contato@maesunidasemoracao.org

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos) 

IMPORTANTE: Faça sua inscrição online para receber todas as informações necessárias, através do link: http://bit.ly/2HXPMQn

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque ”xxxx”.