Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração

Ministério Internacional de Mães Unidas em Oração
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração no Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em quase 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

sábado, 19 de setembro de 2015

A FAMÍLIA DE MOISÉS

Deus colocou a família em lugar de destaque no desenvolvimento de seu reino na terra. Quando a humanidade antediluviana se corrompeu, Deus salvou do dilúvio uma família, para com ela repovoar a terra; quando mandou que Abraão deixasse sua terra para ir peregrinar na terra que daria aos seus descendentes, Ele lhe disse que por meio dele todas as famílias da terra seriam abençoadas. Outra família do Velho Testamento que desempenhou importante papel na direção da história, na formação do povo escolhido de Deus, por meio do qual Deus mandaria os profetas e, finalmente, mandaria o Messias, Jesus Cristo, seu filho unigênito, foi a família de Moisés.

Essa família desempenhou relevante papel na história do povo de Deus e serve como exemplo da vitória da fé sobre as forças do mal. Sua mãe, Joquebede, teve coragem de esconder Moisés alguns meses, quando ele nasceu. Ela desobedeceu ao decreto do faraó, que mandava que todos os meninos hebreus fossem lançados no Rio Nilo. Quando não foi mais possível continuar escondendo o menino, colocou-o em um cesto betumado e o deixou flutuando num remanso perto do lugar em que a princesa do Egito vinha banhar-se. A princesa o recolheu, adotou-o, e ele foi educado em toda a ciência daquele país, que era, na época, a maior civilização do mundo. Dessa forma, Deus providenciou para que ele fosse preparado para vir a ser, no futuro, o grande líder que haveria de libertar o seu povo, e organizá-lo como nação, para que desempenhasse seu papel no plano de Deus.

Miriã, irmã de Moisés, que ao tempo de sua colocação no cesto betumado nas águas do Nilo já era uma menina crescida, ofereceu à princesa os serviços de uma ama, para criar o menino, e foi buscar sua própria mãe. Dessa forma, a mãe de Moisés se tornou funcionária da princesa para criar seu próprio filho para a princesa. 
Joquebede aproveitou o tempo que seu filho esteve sob seus cuidados, durante a primeira infância, até que o entregasse à princesa para educar o menino nos conhecimentos da sua origem, da origem do seu povo e das promessas de Deus. Por causa disso, Moisés, mesmo tendo sido educado no palácio do faraó e de ter recebido instrução sobre todas as ciências do Egito, não esqueceu que seu povo era quele que vivia sob escravidão no Egito. Joquebede lhe transmitira os primeiros passos da fé, transmitira-lhe a história de seu povo. Foi essa educação da primeira infância que fez dele o homem que iria ser usado por Deus como instrumento de sua revelação. Lembremo-nos de que ele, pela inspiração de Deus, escreveu os primeiros cinco livros da Bíblia.

Esse fato histórico nos faz lembrar do preceito que se encontra em Provérbios 22:6 
"Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho, nãos se desviará dele".

Pensemos nas mães cristãs de nossos dias. Pensemos nos pais cristãos de nossos dias. Estarão todos sendo conscientes dessa verdade? Desse princípio de educação? Muitas famílias sofrem com seus filhos que se distanciam de Deus e se perdem nos becos tenebrosos das drogas e do crime. Devem essa tragédia ao fato de que não ensinaram a seus filhos, em casa, na infância, os preceitos do Senhor. Outras vezes, devem ao fato de, embora terem ensinado alguma coisa, contudo não deram bom exemplo como pais. Ou, ainda, ao fato de terem dado aos filhos uma educação demasiadamente dura, sem compreensão, sem amor e sem tolerância. Infelizmente existem crianças que estão crescendo sem criarem uma identidade construtiva, de pessoas tementes a Deus, de pessoas que tenham rumo certo na vida, e que ponham sua esperança no Senhor.

É urgente que pais e mães revisem a maneira como estão encaminhando ou até não encaminhando seus filhinhos enquanto estão na primeira infância, até os quatro anos de idade. Os cultos domésticos, as histórias bíblicas contadas pelas mães aos filhos, em vez de ficarem coladas à televisão vendo muitas vezes o que não presta; os cânticos espirituais apropriados para a idade das crianças; a valorização da igreja e de seus cultos; a presença na Escola Dominical; a escolha adequada de brinquedos que não estimulem a violência; o cuidado em selecionar o que as crianças vêm na televisão e, depois, o acompanhamento do que os filhos estão começando a aprender com outras pessoas, na escola, etc., ajudarão no processo de encaminhar as crianças pelos caminhos da fé em Deus e do bom comportamento social.

Precisamos ter a consciência de que estamos plantando nos nossos filhos as sementes do bem e que estamos cuidando delas quando começam a germinar. Somente assim é que nossos filhos se tornarão homens e mulheres abençoados e abençoadores.

O papel relevante que Miriã teve na história de seu povo e o papel relevante de Arão como primeiro sacerdote no culto a Jeová, ambos aos lado de Moisés na libertação e organização de seu povo, tudo isto se deveu ao cuidado dos pais deles, em educá-los nos propósitos de Deus embora vivendo numa época de grande opressão e sacrifício, como escravos na terra do Egito. A fidelidade dos pais fez com que Moisés não perdesse o rumo e, nas mãos de Deus se tornasse o grande libertador e organizador do povo de Israel.

O autor da carta aos Hebreus refere-se a este fato dizendo: "Pela fé, Moisés, apenas nascido, foi ocultado por seus pais, durante três meses, porque viram que a criança era formosa; também não ficaram amedrontados pelo decreto do rei; pela fé, Moisés quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado". (Hebreus 11:23-27)

(Pr Izaías de Sousa Maciel/ Reflexões para nosso tempo)

Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

contato@maesunidasemoracao.org

Observação: Se a mãe ainda não faz parte do Ministério, e foi tocada por Deus para participar do treinamento e formar seu grupo, faça primeiro a sua inscrição online no site: www.maesunidasemoracao.org
(Após abrir o site é só clicar na lateral direita do vídeo onde está: inscrições clique aqui)


Nenhum comentário:

Postar um comentário