Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

terça-feira, 28 de julho de 2020

"A CRIANÇA QUE NÃO TIRA BOAS NOTAS NA ESCOLA, NÃO É INTELIGENTE OU NÃO GOSTA DE ESTUDAR"


SERÁ QUE ISTO É SEMPRE VERDADE?

É bem provável que alguns de nós já tenha ouvido alguma afirmação semelhante a esta. Na verdade, esta seria uma análise imediatista e muito pouco abrangente se pensarmos com mais profundidade em como se dá o processo de aprendizagem.

É importante lembrar que a inteligência não pode ser medida apenas levando-se em conta as notas das provas de uma criança.

Dessa forma, uma dificuldade de aprendizagem pode ser causada por várias situações. Vejamos três exemplos:

A criança é dotada de bons recursos intelectuais mas pertence a uma família que apresenta sérias dificuldades de relacionamento o que reflete em sua capacidade de concentração na escola;

A criança é dotada de bons recursos intelectuais mas é portadora de uma dificuldade visual que a impede de compreender com clareza textos escritos no quadro-negro;

A criança provém de uma família com bom relacionamento familiar, tem boa saúde física. Tem mau rendimento apenas em matemática o que está relacionado à habilidade de raciocínio lógico;

Os exemplos acima comprovam a importância de se investigar o que poderia estar havendo para que determinada criança apresente um mau rendimento escolar. A dificuldade reside no âmbito emocional ou intelectual? Ou poderia estar relacionada à saúde física?

O primeiro passo para auxiliar crianças com dificuldades vem através de uma boa interação entre família e escola. Uma vez que os pais e a equipe escolar, professores e coordenadores pedagógicos, estabeleçam um bom nível de diálogo, uma criança pode ser ajudada assim que manifeste qualquer sinal.

Muitas vezes a solução pode ser alcançada através de providências da própria escola como aulas de reforço, atividades práticas, trabalhos em equipe , etc.

Quando estas medidas não são suficientes e suspeita-se que o problema possar estar relacionado a aspectos de saúde física e/ou emocional, deve-se recorrer a profissionais habilitados para que seja feita uma análise apurada. 
Visitas regulares ao Pediatra são importantes para acompanhamento da saúde física da criança.

Descartadas quaisquer disfunções de ordem orgânica, a investigação deve prosseguir sob o ponto de vista emocional. O psicólogo, através de um Psicodiagnóstico, poderá detectar a necessidade de uma Psicoterapia.

Hoje sabemos que a inteligência é dinâmica, ou seja, pode ser desenvolvida e aperfeiçoada continuamente . Na maioria dos casos, dificuldades de aprendizagem podem ser perfeitamente superadas.

Simone Valerio
(Psicóloga - CRP O6/38268-5. Atualmente atua como docente de adolescentes e adultos na área de Gestão na Rede Senai SP. Membro do CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos).


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora.
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html 

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

Nenhum comentário:

Postar um comentário