Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil

Ministério Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil
O Ministério Moms In Prayer International, anteriormente conhecido como Moms In Touch / Mães em Contato, chama-se, atualmente, Mães Unidas em Oração Internacional - Brasil. Começou em 1984, em Bristish Columbia, Canadá com Fern Nichols. Atualmente o Ministério está em mais 150 países. É um ministério de oração em favor dos nossos filhos (biológicos, adotivos e espirituais), os colegas deles, suas escolas, professores e diretores para que sejam guiados por altos valores bíblicos e morais e, assim, cobrir todas as escolas do mundo com uma rede de proteção espiritual através da oração. A base do Ministério são as escolas de nossos filhos. (Educação Infantil até a Universidade)

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

A BENÇÃO DE ENVELHECER!

Como é bom olhar para trás
E ver como tudo floresceu
Passei por muita coisa na vida
E agradeço por tudo que Deus me deu.

 

São tantas experiências
Que inundam meu ser
Lembranças que revigoram
E alegram meu viver.

 

Como é bom nesta etapa da vida
Poder compartilhar
Com aprendizes da caminhada
Que Deus me deu para cuidar.

 

Deus sempre esteve presente
Me renovando o vigor
Para que eu prosseguisse firme
Ensinando ao mais jovem com amor.

 

Agradeço a Deus porque plantei, colhi
E hoje estou a frutificar
Permita Senhor que meu viver
Possa a muitos edificar.

 

Cabelos brancos é dadiva
Para cuidar, compartilhar e agradecer
Obrigada Senhor
Pela benção de envelhecer!

 

Leila Matos


Mães Unidas em Oração, filhos protegidos.
Todo filho precisa de uma mãe que ora!
Você já orou pelo seu filho hoje?

www.momsinprayer.org
www.maesunidasemoracao.org
WhatsApp: 21 99212-0548

(Coeditora do Blog: Sirlei Mendonça Campos)

IMPORTANTE: Para fazer parte do Ministério e receber todas as informações, é só fazer sua inscrição online em nosso link: http://maesunidasemoracao.org/inscricaonline.html

Não deixe nenhum espaço em branco. Caso não tenha como preencher um espaço, coloque "xxxx".

Nenhum comentário:

Postar um comentário